Faça o seu comentário

:

:







Comentários

Felipe Medeiros em 03 de outubro de 2016 às 14:46:27»
Muito obrigado pelo post!
avatar
PadreTorque em 07 de junho de 2014 às 17:41:45»
Como o ser humano é primitivo...
:-/
Felipe Mendes em 16 de novembro de 2010 às 20:57:10»
Perplexidade ratificada no berço do liberalismo selvagem, onde o lucro sempre sera a primazia e ''razao'' e estilo de vida americanos.Sao eles os grandes fabricantes de historias tristes e manipulaçao em todo nosso planeta.
Gabi em 16 de agosto de 2010 às 16:44:59»
Quase chorei quando vi o curta-metragem... sad
Muito triste a história dessas mulheres.
Eu concordo com o Evandroeloy... não era por burrice que elas passavam aquilo nos cabelos, dentes e unhas, não se sabia que aquilo era prejudicial na época! Pior ainda essas pessoas de hoje em dia; fumam cigarros, drogas, não se alimentam direito, ingerem bebidas alcoólicas... se sabem que tudo isso mata, por que não param?! Isso sim é burrice...
avatar
Sentinela em 12 de maio de 2010 às 10:37:35»
Ihuul! clap Falou e disse, evandroeloy.
Gente que não entende o que lê e vem criticar é triste.
avatar
Sentinela em 12 de maio de 2010 às 10:34:57»
Ideia de jerico agora, que todo mundo sabe que faz mal. Como na época ninguém sabia, não era por burrice que passavam rádio na boca e nos cabelos.
É a mesma coisa de falar que é burrice passar esmalte, alisar o cabelo, fazer tatuagens ou colocar piercings no corpo hoje em dia.
avatar
Michel Sanderson em 10 de maio de 2010 às 21:56:28»
É um lastima essa historia...mas tbm que ideia de jirico pintar os dentes e unhas com aquela coisa, é igual as meninas que passavam papel crepom no cabelo pra colorir...
avatar
wendelzao em 10 de maio de 2010 às 13:31:03»
O Edward Cullen trabalhava com rádios twisted
avatar
Gisele em 09 de maio de 2010 às 21:49:00»
caraca, já vi relógio antigo assim... eek
avatar
jeni em 09 de maio de 2010 às 18:21:05»
uau.... eek
Crii-s em 09 de maio de 2010 às 14:30:18»
Eu já li uma reportagem sobre as "Garotas do Rádio" no jornal O Globo, há uns 2 ou 3 anos atrás. Fiquei sem reação ao saber dessa história. Quando li no jornal, pensei que era rádio mesmo, de ouvir música. Lamento por essas garotas.
avatar
Moonwalker em 09 de maio de 2010 às 12:00:12»
Eu já tinha visto algo parecido na revista Nova História, da Editora Abril. Antes não havia estudos a respeito da periculosidade do Rádio.
Curiosamente, ele chegou a ser vendido em barras banhadas a ouro, e era indicado, por exemplo, para tratar a bexiga. Muitos tiveram câncer na bexiga por manter a placa de rádio em cima por longas horas. confused
Toninho Sá Guimarães em 09 de maio de 2010 às 11:58:48»
Esta história demonstra claramente dois absurdos que são comummente cometido: a ganância de empresários pelo lucro, que por ele desprezam os males que podem atingir os trabalhadores, e a incoerência feminina, que buscam a beleza por qualquer meio, não importando se ele pode ou nã ser prejudicial à sua própria existência.
avatar
Evandro Eloy em 08 de maio de 2010 às 21:36:07»
Se não tem conteúdo e nem conhecimento melhor não comentar...
avatar
PresasDePrata em 08 de maio de 2010 às 20:03:46»
Que otarias...
Prova que a beleza pode ser mortal
avatar
Mih em 08 de maio de 2010 às 19:49:15»
Poxa...Ficavam "bonitas" com algo que tirava a vida delas! neutral
Alvinha em 08 de maio de 2010 às 18:35:16»
caramba,e ai a frase faz sentido
"Operários de todo o mundo, uni-vos"só assim para conseguir algo
avatar
Tyr em 08 de maio de 2010 às 16:46:18»
E mulher não é forte?

To pra ver bicho mais resistente!

avatar
Dufrayer em 08 de maio de 2010 às 16:18:54»
Quer dizer que meu interruptor pode ser de rádio eek eek eek
avatar
Samuk em 08 de maio de 2010 às 15:06:16»
rolleyes
NaNosad em 08 de maio de 2010 às 14:45:51»
Foda proletariado só se f*** mad
1?
ex-bbb em 08 de maio de 2010 às 14:33:54»
lol