Faça o seu comentário

:

:







Comentários

wagner oliveira em 15 de outubro de 2012 às 12:38:15»
existe alguma lei fora a eutanasia que te da o direito de morrer?????como faço para conseguir esse direito???
Samuel Versiani em 23 de fevereiro de 2011 às 20:38:09»
A Eutanásia (administração drogas para causar a morte) é proibida no nosso Brasil.

O que se discute é a legalidade da Ortotanásia (interrompendo um determinado processo que mantém a vida. ex: desligar aparelhos)

Deixar a pessoa sofrendo é terrível...

mas imagine só se um dia após se dar a "morte digna" ao indivíduo, descobre-se a cura para o seu mau...
avatar
KaiserThel em 03 de janeiro de 2011 às 17:23:09»
Sou a favor, é justo sofrer o que o corpo não aguenta? É como ser torturado
avatar
Kaoru em 27 de dezembro de 2010 às 20:18:03»
Eu não sou nem a favor, nem contra. Afinal, ninguém tem o direito de matar ninguém. Mas existem pessoas que vivem décadas em estado vegetativo, os membros atrofiam, e bem, a pessoa pode estar cheia de vontade que a energia acabe e ela morra logo de uma vez, mas as pessoas insistem em mantê-la viva.

Não sabemos o que a pessoa pensa, mas eu acho melhor eutanasiar. O sofrimento só irá se prolongar anos a fio, até que a morte chegue.
Badá em 16 de dezembro de 2010 às 22:10:22»
Eu quero ter a liberdade de decidir se vale a pena continuar vivendo, quando um dia estiver diante de um beco sem saída. Há situações que se resolvem simplesmente com a morte. Passar anos sendo corroída por doenças dolorosas e debilitantes, em sofrimento, e causando transtornos ao próximo??? Não, obrigada.
Dominique em 16 de dezembro de 2010 às 20:16:53»
Eu sou a favor da eutanásia. Acho que cabe a cada um decidir se quer continuar vivendo, ou melhor, sobrevivendo, ou se decide por um ponto final na vida.
Manoel Assis em 14 de dezembro de 2010 às 14:18:02»
Eu me lembro muito da cena de um filme, onde um médico se culpava por ter feito eutanasia em eu pai, que tinha ainda uma espectativa de seis meses, e um mês logo depois da morte dele, surgiu a cura.
Ramon em 13 de dezembro de 2010 às 11:59:35»
Sou a favor, esses dias vi um caso de homem que depois de um acidente perdeu todos os movimentos do pescoço pra baixo e ele estava na justiça tentando o direito de morrer, por isso digo á aqueles que são contra a eutanásia se coloquem no lugar de um cara como esse será que queriam viver dependendo dos até pra coçar o saco? eu particulamente não.
avatar
Olhos Insanos em 12 de dezembro de 2010 às 16:37:02»
Jade, o maior tormento é exatamente esse - o de estar consciente - muitas vezes a pessoa só quer acabar com aquilo logo, é onde se discuti o direito a morte como fim do sofrimento.

Não se sai praticando a eutanásia de qualquer maneira, porque o paciente quer, há critérios rigorosos a serem obedecidos -sofrimento insuportável e que não possa ser acalmado, estados vegetativos onde o cérebro esta bastante comprometido, casos que podem se arrastar por longos anos sem possibilidade de uma reversão, são alguns onde se pensa em aplicar a eutanásia.

É um grande egoísmo nosso querer que alguém permaneça vivo para evitar-nos a dor da ausência. Muitos não querem carregar o peso de uma decisão dessas nas costas, já que temos noção de que se não formos desligados, um hora ou outra, nosso organismo vai se desligar, somos programados para isso. Nosso corpo tem limites, nem sempre o impossível acontece porque temos fé e esperamos por provisão divina.

Quando o assunto é eutanásia, aguça-se o valor da vida, coisa que deveria ser feita sempre. Ela vale muito. Nesse momento há crianças definhando por inanição, e elas não escolheram morrer.
Luckerazzi em 12 de dezembro de 2010 às 16:15:21»
Esse teu professor é um acéfalo mesmo, pois nossa vida não pertence à sociedade, mas sim a DEUS !!!
arthur332211 em 12 de dezembro de 2010 às 14:09:03»
"Você é livre para fazer o que quiser desde que não prejudique as outras pessoas".
Sigo isso.
Prejudicar os outros de qualquer forma, exceto sentimentalmente porque isso é uma idiotice e as pessoas tendem a ser sentimentais em algumas situações por pura convenção social implícita.

Se a pessoa deseja a morte, ela deve ter o direito de tê-la.
Num ambiente onde as regras sociais não existem elas seriam livres para colocar em prática e não temos o direito de obrigar aos outros a seguirem o que nós, mesmo que sejamos a maioria, pensamos ser o melhor para ela. a vida é dessa pessoa e pelo menos isso ela deve poder decidir: se vive ou morre...

E pqp, o professor falar que a pessoa tem que sobreviver me lembra do livro O Lobo da Estepe, onde diz que há muitas pessoas que não vivem, apenas sobrevivem sem rumo aguardando a morte...
avatar
Jade em 12 de dezembro de 2010 às 09:39:36»
Complexo: Se a pessoa ainda está consciente, pode ser considerado suicídio. Além disso se há consciência, ainda há esperança.
Se a pessoa não está consciente e esta decisão cabe aos familiares, é mais difícil ainda, quem quer decidir se um filho, um pai ou mãe deve viver ou morrer?
As vezes uma pessoa quer morrer porque está passando por um momento difícil, mas pode mudar de idéia, ser curado e no futuro pode até ser útil a sociedade ou fazer algo importante para humanidade, quem pode saber?
Outras vezes, a família vai querer se livrar de uma pessoa e usar a eutanásia para legalizar o assassinato.
Acho que cada caso deve ser analisado particularmente. Não dá para julgar se é certo ou errado sem conhecer as condições ou razões de cada um.
Independente de questões religiosas, eu não teria nenhum problema em morrer, mas jamais quero ter que decidir isso pelos outros.
avatar
PVSAN em 11 de dezembro de 2010 às 20:50:50»
Acho que deveriamos primeiro perguntar e responder se nós temos o direito de dizer o que os outros devem ou não fazer.
michele em 11 de dezembro de 2010 às 11:17:16»
Olha esse tema é muito delicado....depende do estado que se encontra a pessoa e claro se esta mesma deseja que faça a Eutanásia .......há casos bem complicados mesmo.
michele em 11 de dezembro de 2010 às 11:15:49»
Olha esse tema é muito delicado....depende do estado que se encotra a pessoa e claro se esta mesma deseja que faça a Eutanásia .......há casos bem complicados mesmo.
avatar
Pitralon em 11 de dezembro de 2010 às 11:08:29»
As pessoas que desejam ter uma opinião bem estruturada sobre este assunto podem começar por descobrir a diferença entre eutanásia e suicídio.
Pessoalmente, acho que, com algumas exceções, os Estados interferem demais na vida privada do cidadão para o pouco que lhe dão em troca.
decio cupramim em 11 de dezembro de 2010 às 09:46:36»
Amigo... enquanto a gente for governado por pessoas que baseiam seus valores em um livro de conto de fadas escrito à praticamente 2.000 anos sobre um cara q nunca existiu, ESQUECE dos seus direitos!
Tiago M. Peixoto em 11 de dezembro de 2010 às 08:48:48»
É o fim da picada a sociedade querer nos dizer até a hora em que devemos morrer, sinceramente. É triste, ainda mais nestes estados de coma de anos e anos. Uma pessoa quando tenta suicídio e se não consegue, vai presa! Aff
avatar
PREDADOR em 11 de dezembro de 2010 às 05:19:31»
A vida é uma dádiva de Deus (para quem acredita) dada ao homem (à pessoa).
Por isso, acho que somente a pessoa tem o direito de decidir, pois somente ela sabe o tamanho do seu sofrimento.
Luiz Felipe, concordo plenamente quanto "... não atrapalha quem não é contra".
Ao invés de cuidarem de suas próprias vidas ou ajudar realmente outras, as pessoas não deveriam se intrometer em questões estritamente pessoais.
Decida somente o que VOCÊ deve fazer...
Não decida o que você ACHA que o outro deve fazer...
avatar
guizul em 11 de dezembro de 2010 às 03:24:22»
Se for para ficar em estado vegetativo eu prefiro morrer, ser uma criatura que não consegue fazer nada por conta própria é enfadonho. É ridículo deixar uma pessoa ligada a aparelhos por anos e anos só para ela sofrer mais enquanto aguarda a morte. Se a única coisa que você pode sentir é dor, morrer é sinônimo de descansar.
avatar
Luiz Felipe em 10 de dezembro de 2010 às 23:37:55»
Tambem sou a favor, quem é contra esta tirando o direito de quem é a favor, enquanto quem é a favor não atrapalha em nada quem é contra.
Não quer morrer, não morra, não precisa de algo dizendo que voce não pode se matar se quiser. Ja eu quero morrer, ninguem pode me tirar esse direito.
Porque tenho o direito a vida, não significa que tenho o dever de viver, e foda-se o estado. Se um dia, por acaso, eu estiver quase morrendo e optar pela eutanasia, eu ja estaria invalido mesmo e dando prejuiso para a sociedade, nada acrescentaria.
Agora, quanto aos religiosos abaixo, voces tem seus principios, tudo bem, mas não queira impo-los em quem tem outros principios de vida ou morte.
"E, acho que o valor da vida dos outros é muito fácil de se decidir, mas a nossa...",
Porque voce acha que pode decidir o valor da vida de outra pessoa?
Voce não esta sendo arrogante e prepotente não, não gosta de eutanasia, ok, decisão sua, eu sou a favor e se eu quiser morrer e não poder porque pessoas como voce acham que podem dizer que minha vida tem mais valor do que eu acho que ela tem.
Eu sou ateu e considero a morte como parte da vida, ja aceitei isso, não fico esperando vida apos a morte e essas outras coisas que se realmente existirem não estão ao meu alçance (o que é meio paradoxo para quem acredita nisso e fica regulando a eutanasia, não vão todos para um campo verde ficar saltitantes e felizes? para que fazer hora na Terra).
O que acho ruim é as pessoas religiosas usando como argumento o valor da vida, não podem julgar o valor da minha vida, eu posso, se eu julgar que não vale mais nada, não podem me tirar esse direito.
E não venha me falar de deus, se ele não quiser então eu vou injetar 3 doses de insulina e não morrerei, mas se ele não opnar e não se manisfestar como sempre faz, eu morrerei feliz com minha eutanasia.
avatar
Perfect em 10 de dezembro de 2010 às 22:34:40»
Eu sou ao favor da eutanasia, quando a propria pessoa esta de acordo, ou quando esta esta em uma situacao tao grave que nao pode nem opnar, e eu acho horrivel quando os medicos nao aceitam a opniao da pessoa quando ela opta por morrer, fala que ainda tem chance e que ira levar uma vida normal, mas com "algumas" dificuldades a mais, porque depois essa pessoa vai chegar em casa(se ainda tiver essa possibilidade) e tentar se matar por conta propria, se suicidar. Ai no fim ela poderia ter tido uma morte relativamente tranquila, mas nao teve. Acho que cada um deve decidir por si se deve viver o nao sem a interjeicao da familia ou dos medicos, esses devem aceitar a decisao da pessoa, afinal como o post disse, essas pessoas nao sabem o que o doente sente ou esta passando, e quanto ao fato de o estado estar ao ponto da pessoa nao conseguir nem falar pra dar opniao, realmente se for pra viver assim, vale a pena? Fico me imaginando no lugar do doente, com certeza se estivesse em estado vegetativo, gostaria que minha familia apagasse as maquinas pra mim, e quanto ao fato de viver com dor nao posso formar a minha opniao porque afinal, nao tenho a minima nossao de como eh viver desse jeito, e se Deus quiser nunca terei, no entanto se vier ao caso de eu ter, gostaria de ter o direito de formar uma opniao e ter ela aceita, no fim das contas uma frase descreve o que eu sinto e penso em relacao a isso eh que "Tenho Muito Mais Medo De Ficar Doente Do Que Morrer" com certeza, me da muito mais calafrio pensar em mim propria, dentro de um hospital do que dormindo tranquilamente pra sempre em um caixao.
avatar
FoxRaider em 10 de dezembro de 2010 às 22:28:39»
eu sempre deixo isso claro aos meus familiares...que caso um dia eu fique nesse estado, gostaria que desligassem os aparelhos que me mantessem vivo....isso é pessoal, claro...cada um teria que deixar isso claro aos familiares, igual a doação de orgaos, aposto que evitaria bastante tumulto quanto ao tema....
avatar
MoonRa em 10 de dezembro de 2010 às 21:54:16»
Sua opinião diz tudo, concordo plenamente:
"somos livres para determinar se, particularmente, a vida é ou não digna de ser vivida"

NO ENTANTO, não somos de fato livres para decidirmos.
avatar
Astronomer em 10 de dezembro de 2010 às 18:36:16»
sol realmente stephen hawking é um genio e paralitico
avatar
LucasBritu em 10 de dezembro de 2010 às 17:37:32»
Eu acho que se a pessoa não tem mais chances de se recuperar (como uma paralisia grave), e que passe a depender de aparelhos para sobreviver, a eutanásia seria uma alternativa sim. É lamentável ver um ser humano que não fala, não se move, em estado vegetativo ficar confinado a uma cama de hospital com uma série de tubos em seu corpo. Será que ISSO é vida? confused será que os aparelhos só vão prolongar algo que não tem mais volta? Para esses casos sou a favor da eutanásia.
avatar
Sara em 10 de dezembro de 2010 às 16:45:30»
Sou contra essa decisão, por causa de meus fortes princípios religiosos, e sei que alguns vão cair matando em cima de mim por causa disso, mas sei que tenho esse espaço aqui para dar a minha opinião.
Confio na medicina, que está por avançar cada dia mais, e também confio na providência divina. Não é uma coisa muito científica para se falar, porém não vivo só na ciência, vivo na minha fé também. Ou ignorância, como preferirem chamar.
Vida, por mais que seja sofrida, não é uma coisa que se desperdice assim.
E, acho que o valor da vida dos outros é muito fácil de se decidir, mas a nossa...
JessDias em 10 de dezembro de 2010 às 16:21:55»
Em minha opinião a subjetividade da eutanásia é muito grande para abrangê-la como permitida ou não. Assim como as leis e a vida há casos e há outros casos, dependendo da doença há a cura, porém dolorosa que ela quer impedir tirando sua vida, ou homicídios que se esconderiam atrás desta justificativa. Mas também há os casos em que a pessoa vive porque esta sendo forçada a isso, quando aparelhos a sustentam, o que é apenas adiar uma morte eminente e apego dos familiares a matéria.
avatar
Firelow em 10 de dezembro de 2010 às 16:16:18»
e eu ouvi dizer que em caso de suicídio podem obrigar as pessoas a fazer isso ma
avatar
wendelzao em 10 de dezembro de 2010 às 16:15:13»
Eutanásia não é um jogo?
avatar
Firelow em 10 de dezembro de 2010 às 16:14:08»
eu já tentei me matar uma vez
tomando remédios e fazendo psicologia diminuiu a vontade de eu me matar
sério, que saco...
hugo em 10 de dezembro de 2010 às 16:07:58»
o que esta sendo discutido atualmente nao e a eutanasia, mas sim a ortotanasia, isso tem muita diferença

a eutanasia é quando a pessoa toma uma carga letal de um medicamento (não sei qual é) e a pessoa morre,

ja na ortotanasia, funciona assim. os aparelhos que tem a função de manter a pessoa viva são desligados, aquela pessoa depende de aparelhos para sobreviver, isso não faz parte nda nossa natureza.
avatar
LukeSchimmel em 10 de dezembro de 2010 às 16:04:19»
Eu sou a favor da eutanasia em casos onde a pessoa só está viva para sofrer, ou parcialmente morta.
Para mim, um individuo que vivo numa cama, cheia de tubos, dependendo de remedios e sentindo dor o tempo inteiro não está vivo, está sendo arrastado e sem chance de ele poder caminha sozinho na vida. Pode livra-lo do sofrimento.
Ah, mas também sou totalmente a favor naquelas pessoas que são umas completas ignorantes, onde não fazem nada para que a sociedade avance, que são idiotas e ignorantes e só fazem o mundo regredir.
avatar
Astronomer em 10 de dezembro de 2010 às 15:54:28»
Nana como sempre muito prestativa aos posts
avatar
Nana em 10 de dezembro de 2010 às 15:52:43»
Tem ainda aqueles casos que a pessoa não pode decidir e essa decisão passa a família.

Assim como aborto a minha opinião sobre a eutanásia ainda não é totalmente formada, mas creio que optar morrer pode ser um alívio para os que padecem.

Uma vez na facul, na aula de ética, tivemos uma discussão sobre o tema. Eu fiquei no grupo que era contra, apesar de ser parcialmente a favor.
O que me faz não ser totalmente a favor é a questão dos avanços na medicina e religiosa tbm.

Ah 2 filmes sobre o tema: Menina de Ouro e Mar adentro.

Os dois muito bons.
avatar
Moonwalker em 10 de dezembro de 2010 às 15:51:35»
Não sei, Astro... Como eu disse no comentário anterior, cabe a cada um decidir, independente do que eu penso a respeito ou não...
FelipeTonisCastilho de Magalhaes em 10 de dezembro de 2010 às 15:46:40»
Creio eu que se a pessoa estiver sofrendo e a doença nao tiver cura,que seje melhor mata-la (semdor),para que ela possa parar de sofre!Agora em outros casos.....
avatar
Astronomer em 10 de dezembro de 2010 às 15:37:27»
moon , se o cara ta com um cancer no cerebro por exemplo sofrendo o dia inteiro. Não vai ser melhor eutanasia ?
avatar
Moonwalker em 10 de dezembro de 2010 às 15:36:08»
Eu não sou a favor, devido aos meus valores pessoais sobre o que significa respeito a vida, que estão na maioria de acordo com princípios bíblicos, já que estes, quer os outros concordem, quer não, são parte da minha formação como indivíduo. Mas pelos mesmos valores, também, não recrimino quem seja a favor da prática: a vida é um dom, mas cada um cuida da sua. wink
avatar
Astronomer em 10 de dezembro de 2010 às 15:22:58»
se a pessoa ta quase morrendo eu concordo, se tem chance de sobreviver sem sofrer nao