Faça o seu comentário

:

:







Comentários

avatar
Dominique em 26 de maio de 2011 às 16:13:05»
Limão no peito? Como assim?
Hatasil em 26 de maio de 2011 às 11:08:10»
Minha lembrança mais antiga é a de um piquinique que fui, dentro do papai e voltei dentro da mamãe.
avatar
KaiserThel em 26 de maio de 2011 às 01:28:10»
Com 12 eu já pegava em seios sem serem os da minha mãe redface
avatar
Luiz Fernando Galiza em 25 de maio de 2011 às 20:12:44»
(¬L¬)
Ninguém vai me dizer quem eh?
avatar
Brazuka em 25 de maio de 2011 às 18:48:23»
Bem feito prá o Bbzão!
Ô coisa linda um safado com 12 anos ainda querendo mamá na mãe!
Em vez de limão, ela devia ter era ter deixado a bunda desse moleque vermelha de chinelada! ma
avatar
Brazuka em 25 de maio de 2011 às 17:55:55»
A minha que nunca me esqueço, é que criava um carneirinho desde pequeno que tinha sido presente da minha vó e o bichinho era tudo na minha vida e eu na dele, pois além de sempre andar atrás de mim, sempre que eu chegava da escola, ele vinha berrando todo feliz.
Como na minha casa eram 7 filhos, o velho tava sempre emprego e a barra pesou, um dia fui prá escola e ao voltar tinham matado meu bichinho, aonde ví salgado e pendurado nunca corda muitos pedaços deles fiquei numa de horror, principalmente na hora do almoço, quando minha mãe veio, colocou pedaços da sua carne no meu prato que entre lágrimas não comí nem a pau. cry
avatar
Marya em 25 de maio de 2011 às 14:26:58»
Aff..
avatar
Luiz Fernando Galiza em 25 de maio de 2011 às 14:06:35»
Mas quem é esse "Jonas"??? eek
avatar
LucianoBlues em 25 de maio de 2011 às 13:54:21»
O pai do autor da frase era bem mais velho e deve ter tido a mesma sensação. sha
avatar
CCN em 25 de maio de 2011 às 13:51:06»
Talvez Tyr. Eu também pensei... neutral
avatar
CCN em 25 de maio de 2011 às 13:50:04»
Com aproximadamente dois anos eu lembro de contar historinhas para o meu irmão mais velho, do tempo em que eu era grande. lol
avatar
Gabriela em 25 de maio de 2011 às 13:19:08»
Umas da lembrças da minha infância, foi quando eu estava sentada no "braço" do sofá, e minha mãe estava limpando a casa, ela mandou eu descer pra ela empurrar o sofá. Logo voltei pra lá... só que uma hora, eu acho que cai pra trás e bati a cabeça na porta da sala(que era de vidro!). Desde aquele dia, nunca mais sentei no braço do sofá. rolleyes
Outra foi quando eu cai de uma égua enorme! Bati a cabeça(de novo!) e fiquei quase três dias sem me lembrar de muita coisa... fool
avatar
Brigida em 25 de maio de 2011 às 12:45:27»
Que frase mais doida! Kkkkk.
O detalhe da porção de maminha foi muito bom.
Kkk. " Só faltou o alho e o sal grosso!!!"

Hshaushuashuashuashuhsuhas
avatar
Nana em 25 de maio de 2011 às 12:18:46»
KKKKK!! Leo Sllyver... so faltou o alho e o sal grosso!!! KKKKK!!!
Meu que doido isso!

Tinha que ser amigo do Tyr!!!
avatar
Leo Sllyver em 25 de maio de 2011 às 12:09:41»
KKKKKKKKKK Limão no peito? Isso que eu chamo de uma legítima "porção de maminha"!
avatar
Evandro Eloy em 25 de maio de 2011 às 12:01:23»
Eu já disse aqui... tenho uma memória boa de minha infância: A coisa mais antiga que tenho lembrança é de um piquenique que fui com meu pai... e voltei com minha mãe.
avatar
Tyr em 25 de maio de 2011 às 11:54:06»
Será que esse Jonas é quem eu penso que é?
avatar
Moonwalker em 25 de maio de 2011 às 11:48:33»
Haha, que frase mais louca! lol
Eu lembro umas coisas bizarras, algumas bem antigas, e tem umas mais recentes que já esqueci.
Mas lembro de jogar as ferramentas do meu pai no poço (claro que foi com o auxílio do meu irmão), lembro de um chaveirinho da Frischmans que eu pensava que era uma lanterna especial para achar sapos, lembro de ter perdido uma ametista de estimação do meu pai, aí ele saiu de noite para procurar e achou, lembro de umas maldades que não vou falar aqui e...
avatar
Luiz Fernando Galiza em 25 de maio de 2011 às 11:46:20»
First! (nunca mais tinha feito isso sha )
A lembrança mais distante que tenho de minha infância é do meu tio bulinando a empregada que cuidava da casa onde morava. Acho que tinha uns 2, talvez 3 anos.
Foi conicidência surgir esse post porque justamente hj tive que acompanhar os dois na audiência de divórcio, 25 anos depois (não façam contas, por favor...¬L¬ )