Faça o seu comentário

:

:







Comentários

Lucas Santos Ribeiro em 25 de agosto de 2011 às 20:24:14»
É Yasukawa-kun e não Yaskawa-kun.
avatar
Mary em 25 de agosto de 2011 às 10:42:42»
lindinho e a música tbm clap
avatar
Luna em 24 de agosto de 2011 às 23:13:36»
É só uma atração do parque lá no Japão. Eu teria curiosidade e experimentaria. É uma atração do parque. A pessoa vai comprar o sorvete pra ver exatamente o movimento da máquina, é uma atração. O povo tá achando que vai dar de cara com um bicho desse vendendo picolé em cada esquina aqui.

Uma hora a humanidade é uma desgraça destruidora, outra hora é uma coitada, pobrezinha, sem emprego e sem amor. É exatamente o desenvolvimento tecnológico e as grandes máquinas que gera empregos em massa. Num país de merda como nosso, que tbm é um país maravilhoso e abençoado, bem difícil ter um bicho desses vendendo sorvete em cada sorveteria.

As maquinas substituíram os homens em muitas atividades, em grandes produções, nos beneficiando de muitas formas. Até naquelas atividades em que somente a anatomia das delicadas mãos humanas eram capazes de realizar.

Mas uma coisa é certa, mais do que máquinas, necessitamos de humanidade.

Enfim, espero que as máquinas não dominem o mundo, jamais. Mas se caso acontecer, tome notas aqui nessas dicas sensacionais de sobrevivência

Atenção ao comportamento!

Robôs não têm expressões faciais ou linguagem corporal, o que faz deles criaturas assustadoramente menos previsíveis que nós. Desconfie quando notar algo diferente. Enquanto for tempo, ainda dá para controlá-lo. Se não conseguir, fuja. Lutar contra uma criatura mais forte e com mais recursos tecnológicos que você é uma tarefa ingrata.
Apague o rebelde

Todo robô que interage e pode machucar humanos (como os cortantes, em fábricas) tem uma alavanca de emergência que o trava em caso de ameaça. Confira se esse interruptor está funcionando ou se ele foi arrancado pelo rebelde.

Rode o antivírus

Quando possível, conecte o robô a um computador e vasculhe a memória em busca de alguma ordem não programada. Robôs não saem da fábrica com desejo de matar pessoas. Mas um vírus pode bagunçar suas prioridades.

Faça o teste da cerveja

Todo robô é feito para obedecer ao comando humano. Por isso, dê uma ordem, qualquer ordem, a seu servo de lata. Mande-o pegar uma cerveja, por exemplo. Se ele não voltar com a gelada, é porque a revolução começou.

Finja não ser humano

Os sistemas robóticos de análise facial são ótimos. O japonês Asimo, celebridade da categoria, reconhece pessoas comparando o que vê com um arquivo de imagens. Tente enganá-lo usando capuz e óculos espalhafatosos.

Mude sua temperatura

Robôs são frios; humanos, quentes. Confunda o detector de calor deles com folhas de alumínio dentro da calça, melecando o corpo com lama e usando colares de um metal frio. Gelado, você pode ser percebido como robô.
Sebo nas canelas

O "preparo atlético" dos robôs não é dos melhores. Dificilmente você será alcançado numa corrida. Se perseguido, saia do asfalto ou suba escadas: os cálculos que o robô terá de fazer para andar nesses terrenos vão atrasá-lo.
Engane a inteligência artificial

Armas guiadas por cérebros artificiais atiram calculando a provável trajetória do alvo. Vá a um ponto e saia correndo no sentido oposto. Se o robô se aproximar, dê voltas ao redor dele. O sensor de distância entrará em curto.
Contra robô, vale dedo no olho

Câmeras são os olhos do robô e a parte mais exposta de sua estrutura. Bata com um pedaço de metal pontiagudo ou jogue água e terra. Como robôs não têm dedos, terão dificuldade em limpar a sujeira. Se você tiver o azar de ser perseguido por um do tipo "modular", capaz de se dividir em pedacinhos e depois se reconfigurar, jogue areia ou poeira enquanto ele estiver mudando de forma. Ele literalmente vai trocar os pés pelas mãos ao tentar voltar ao normal.
avatar
FoxRaider em 24 de agosto de 2011 às 23:06:58»
ahh ta bom claudia, voce ta me dizendo que os robos vao substituir todos os sorveteiros do mundo?! querida, senta la!
coitada da classe sorveteira do mundo! estao perdendo seu espaço cada vez mais para os robos, e agora?!
os robos vao sim dominar boa parte do trabalho humano, mas em compensaçao vao abrir espaço para nós trabalharmos em outras partes! alguem vai precisar fazer manutençao neles...
cade seu sorveteiro agora claudia? claudia? claudia, cade voce?
avatar
Michel Sanderson em 24 de agosto de 2011 às 22:40:38»
realmente as crianças devem adorar, até eu gostaria de vê-lo servindo sorvete pessoalmente...mas confesso prefiro ir numa sorveteria self-service igual a que tem aqui próximo de casa com vários sabores pra escolher...rsrsrsrss
avatar
Marya em 24 de agosto de 2011 às 21:20:24»
Concordo com a Mih e com o Celio.
avatar
Marya em 24 de agosto de 2011 às 20:40:09»
Me deu vontade de tomar sorvete. cry
avatar
Mih em 24 de agosto de 2011 às 15:05:42»
Nem um pouco legal!
Sorvete é bom quando o atendente te dá aquele boa tarde ou bom dia com um sorrisão perguntando qual sabor e complementos quer a mais e ainda pergunta se tem troco.
wink
avatar
Celio C N em 24 de agosto de 2011 às 12:28:33»
Eu me recusaria a ser servido por um robô. Com tanto desemprego no mundo eu não iria gostar de fazer parte desse sistema sem alma e criado por pessoas que não tem um pingo de interesse pela humanidade. Ratos! É isso que eles são...
Sinceramente, fiquei muito indignado.
ma ma ma ma ma ma ma ma ma
avatar
Politico Honesto em 24 de agosto de 2011 às 12:06:34»
E isso é só o começo.
Jr Junior em 24 de agosto de 2011 às 11:59:03»
Nusss, muito devagar mesmo !
avatar
Lucy em 24 de agosto de 2011 às 11:10:41»
só para crianças mesmo, eu não teria pá ciência para esperar biggrin
avatar
Lucy em 24 de agosto de 2011 às 11:03:04»
biggrin