Faça o seu comentário

:

:







Comentários

udbvx em 09 de junho de 2015 às 15:48:15»
muito bom
avatar
olhosdejabuticaba em 14 de outubro de 2011 às 19:22:40»
eu voltaria. não sei como seria viver com esse peso na consciência.

mas não confiaria que um amigo iria voltar. até confiaria, mas não 100%.
avatar
Lee em 13 de outubro de 2011 às 09:34:19»
bem, só p começar eu não iria provocar a ira de ninguém, principalmente se o cara corta cabeças por ai a fora, mas se um bobão que eu amasse o fizesse, eu ficaria sim. Amigos são amigos nas horas boas e ruins, eu nunca abandonaria um amigo de verdade
avatar
DanielWaos em 13 de outubro de 2011 às 08:35:38»
Eu não faria isso pela maioria dos meus amigos, eu não faria isso pela maioria das pessoas da minha familia. Eu faria isso talvez para um desconhecido dependendo da situação, assim como para alguém da familia ou amigo, é difícil pensar em uma situação assim, no papel de Pythias para mim é que reside a verdadeira questão: Se volta e perde a vida como um homem honrado ou se fica e vive-se o restante dela como um covarde e traidor, qualquer pessoa de bom-senso voltaria, até porque é grande demais o peso de viver o resto da vida assim como um lixo, essa questão me faz lembrar o filme shutter island (ilha do medo), quem já assistiu sabe porquê, quem não assistiu recomendo. No papel de Damon como disse no início contam-se nos dedos das mãos as pessoas por quem eu ficaria sem pensar. O papel de Damon também se torna interessante, pois faz você ver em quem realmente confia e pensar sobre isso.
Claudio em 12 de outubro de 2011 às 14:58:42»
Muito bom!
avatar
scarapa em 12 de outubro de 2011 às 12:57:39»
eu faria o mesmo, e voltaria tambem!!!
KanaChan em 12 de outubro de 2011 às 10:21:24»
Tecomestre, eu estava mesmo pensando em um texto que li na escola que se parecia muito com essa lenda, mas nao estava me lembrando do nome, Hashire Merosu, se nao me engano; é um texto muito comprido mas belíssimo. Mas, como disseram, hj em dia poucas pessoas merecem nossa confiança a esse ponto. E são poucas que confiam em nós tbm...
Eu faria o mesmo qe Damon fez por 3 amigos, e voltaria por qualquer um que confiasse em mim a tal ponto.
avatar
tecomestre em 12 de outubro de 2011 às 09:33:54»
Apesar de ser uma lenda ("A lenda de Damon e Pythias) escrita pelo autor romano Gaius Julius Hyginus a qual também se tornou um clássico da literatura japonesa, mas de forma adaptada, em um conto chamado "Corra, Melos" ou "Execute, Melos" ("Run, Melos" ), a estória até chega a simbolizar a confiança e lealdade em uma amizade verdadeira. No entanto, acredito não ser a forma mais convincente e real de se tratar a verdadeira amizade.

Como acredito em Deus, acho uma boa hora de explicar minha razão em crer Nele. Pois bem, quando se age por si próprio, segundo raciocínio lógico, a probabilidade dessa ação atingir o objetivo final nunca será 100% visto que ninguém, cientificamente, prevê as consequências futuras. Da forma como foi dita ("...fé no ser humano" ) parece utopia, a confiança em alguém. Pois, observando por outro lado, a confiança é o ato de deixar de analisar se um fato é ou não verdadeiro, entregando essa análise à fonte de onde provém a informação e simplesmente considerando-a, de acordo com as informações do Wikipédia.

Portanto, considero a confiança, seja na amizade ou no amor, o ato pelo qual não se espera falhas e erros, apenas convicção absoluta de realização. Ou seja, fé e esperança em Deus pode dar esta certeza, mas nessa situação eu estaria fugindo da realidade?
avatar
Luciana em 12 de outubro de 2011 às 09:32:13»
Eu não ficaria no lugar do meu amigo e muito menos voltaria se ele ficasse no meu lugar.....Esses foram realmente atos de fé de amor incondicional....Não sou tão nobre para este tipo de amor.....
avatar
Politico Honesto em 12 de outubro de 2011 às 05:34:44»
Achei o comentário do Franco racional.
avatar
phil em 12 de outubro de 2011 às 02:11:35»
O problema é que a humanidade é representada por um oceano sujo, onde poucas gotas tentam limpar...
anon em 11 de outubro de 2011 às 23:29:51»
Franco é a razão pelo mundo estar do jeito que está.
Isabela em 11 de outubro de 2011 às 20:38:28»
Surpreendente.
avatar
Marya em 11 de outubro de 2011 às 18:00:57»
No final de julho de 1941, um grupo de prisioneiros foram condenados ao bunker da morte: um subterrâneo onde eles eram jogados desnudos, e permaneciam sem bebida nem alimento, à espera da morte.
Ante o desespero daqueles infelizes, um padre católico, Maximiliano Maria Kolbe, ofereceu-se para ficar em lugar de um deles, pai de família, e foi aceito por ser sacerdote. O ódio dos esbirros ao religioso era notório, mas ficaram estupefatos ao verificar até onde pode chegar a coragem, a fortaleza e o heroísmo de um padre católico.
Sem dúvida, movia-o uma autêntica caridade para com seu conterrâneio, entretanto, outra razão também elevada o levou a tomar essa decisão: o desejo de ajudar aqueles condenados a terem uma boa morte, salvando suas almas.
avatar
Luna em 11 de outubro de 2011 às 17:23:36»
Acho que o Damon tava na mesma merda, presos no mesmo lugar, não? Mas vamos desprezar essa idéia. Sabe quando se deve favores a alguém? As pessoas levavam isso muito a serio. E quando um homem tinha que cumprir com algo, nem o amor ardente por uma mulher, fazia ele ficar. Damon deveria ter uma divida com Pyti. Existia grande lealdade tbm do lado da raça ruim. Não se trata de humanidade, mas do ato de um individuo para com um outro. Já que eram amigos, deveriam conhecer bastante um ao outro. Seria anormal, se fosse um ato de fé entre desconhecidos. Mas um vinculo afetivo muda tudo em algumas pessoas. Quem assistiu ao filme O menino do pijama listrado, viu que o garoto levava comida para um outro garoto desconhecido. Já seu pai, um nazista, só sentiu como era terrível que aquelas pessoas morressem queimadas vivas quando seu próprio filho morreu da mesma forma.

Esta tudo dentro da normalidade. Quando se age por um forte vinculo afetivo. Tem uma frase que diz que se cumprimentamos só quem gostamos, então não fazemos nada demais. Mas eu louvo a atitude dele, do Damon, independente do que levou ele a isso.

Talvez eu fizesse, mas antes eu diria: vc provocou a ira do cara, agora se vira, seu palhaço. Se vc gostasse mesmo da sua familia, estaria com ela, não aprontado por ai. E blá blá.. Só pra ver os olhos dele cheios de lágrimas. Depois eu diria: Tá querida, eu sabia que vc sensível, mas nem tanto. Eu fico no seu lugar, aí de vc se não voltar, e saio de onde eu tiver e destroço vc.

Eu acredito na humanidade, não apenas em situações de cumplicidade entre duas pessoas que se gostam, mas em algo grande, que mudará o rumo de toda a merda que fizemos. E em situações que despertam altruísmo entre desconhecidos. Quando se junta força pra fazer o bem coletivo, independente de sabermos quem serão os beneficiados.

Quero entrar pra amizade de vcs. Ah, deixa, vai! Eu to cansada de todo mundo fingindo que é meu amigo, por medo deu mandar decepar suas cabeças inúteis.

Não, vc tem sido um garoto muito mal. Terá que passar por uma prova de fogo.

Se eu fosse o Pyt, eu falava isso. Aí a Wanderlea entre cantando:

Esta é uma prova de fogo
Você vai dizer
Se gosta de mim.
Sei que você não é bobo,
Porém seu reinado
Vai chegando ao fim
Jr Junior em 11 de outubro de 2011 às 17:10:23»
Ixi, desculpa gente, esquecí que era pensar num amigo meu de verdade !!!

A minha resposta é: Só tenho um amigo de verdade, eu o tenho como irmao, se ele me pedisse para ficar no lugar dele e ser condenado eu o faria e o deixaria livre pra sempre, nao me importaria de morrer em seu lugar nao.
Jr Junior em 11 de outubro de 2011 às 17:07:10»
Kara, no lugar de Damon eu nao o faria mas no lugar de Pythias eu voltaria.
avatar
Lucy em 11 de outubro de 2011 às 16:42:23»
eu voltaria sim se eu fosse o Pythias, já se eu fosse o amigo Damon eu não ficaria no lugar não, a não ser que fosse alguem da minha familia, rolleyes
Pirulito em 11 de outubro de 2011 às 16:34:23»
Bem a principio náo a mais homens deste calibre, se o teu amigo te engana em simples aval para alguma loja emagina pela vida...eu nao faria por ninguem a náo ser por um filho..este náo precisaria voltar que eu compreenderia......
avatar
Moonwalker em 11 de outubro de 2011 às 16:15:22»
Ok, PH, mas não se exalte... o comentário é mais uma questão de etimologia do que de conceitos adversos ao tema.
Fernando Figueiredo em 11 de outubro de 2011 às 15:46:58»
Hoje já não há HOMENS assim...
avatar
Tyr em 11 de outubro de 2011 às 15:45:15»
Viu? E nem precisou dar uma volta em um hospício pra descobrir que fé não é tão subjetivo assim.
avatar
Nessa em 11 de outubro de 2011 às 15:44:52»
Isso que amizade, não sei se colocaria meu amigo, nesta situação.
avatar
Politico Honesto em 11 de outubro de 2011 às 15:19:55»
Não ressalte, Moon. rolleyes
avatar
Moonwalker em 11 de outubro de 2011 às 14:41:14»
Ah, apenas um adendo: fé e lealdade sempre serão características de pureza e coragem, não importando para o que, para onde ou para quem sejam direcionadas.
avatar
Moonwalker em 11 de outubro de 2011 às 14:39:10»
Eu não deixaria uma pessoa importante para mim cumprindo uma sentença no meu lugar, especialmente se fosse para correr risco de execução.
Vamos supor que eu tivesse algum imprevisto que me impedisse de voltar para assumir minha responsabilidade?
Por outro lado, se um amigo insistisse muito em ficar no meu lugar, eu não faria a sacanagem de deixar ele lá.
E eu falo sem hipocrisia sobre isso, porque me conheço muito bem.
avatar
Tyr em 11 de outubro de 2011 às 14:31:27»
Por um amigo até o inferno eu vou.
Fui por um, perdi.
Foram por mim, voltei.
avatar
Confortably Numb em 11 de outubro de 2011 às 14:23:52»
Eu faria o mesmo sim... mas por dois amigos apenas.

há outros que chamo de amigos mas que não arriscaria nenhuma unha por eles... amizades diferentes rolleyes
avatar
LucianoBlues em 11 de outubro de 2011 às 14:21:25»
Tenho para mim que faria isso por qualquer amigo(a) meu. E olha que tenho muitos na classe "amigo de verdade".
avatar
Marya em 11 de outubro de 2011 às 14:05:42»
Hã... estou pensando ...
avatar
Politico Honesto em 11 de outubro de 2011 às 13:53:21»
Sobre o post, é difícil ver um tirano como esse se inclinar para algo assim.
Eu não confio em ninguém, porque ninguém neste mundo é totalmente confiável.
avatar
Gabriel Tavares em 11 de outubro de 2011 às 13:52:34»
Quanto ao post, no lugar de Pythias, eu voltaria, mas para salvar meu amigo!
avatar
LukeSchimmel em 11 de outubro de 2011 às 13:49:42»
Sim, eu já disse, tenho amigos que salvaram minha vida inúmeras vezes...
avatar
Gabriel Tavares em 11 de outubro de 2011 às 13:46:41»
Também não. biggrin
avatar
Politico Honesto em 11 de outubro de 2011 às 13:45:37»
Já firstei bastante hoje, GT. Não ligo. rolleyes
avatar
Gabriel Tavares em 11 de outubro de 2011 às 13:44:44»
hey PH quem sabe na próxima!
avatar
Gabriel Tavares em 11 de outubro de 2011 às 13:44:23»
sha