Faça o seu comentário

:

:







Comentários

izabella gomes! em 28 de setembro de 2012 às 10:29:00»
e muito bacana essa imagem mim diverti basatnte espero olhar cada vez mais fui!
marcelo DF em 14 de maio de 2012 às 20:46:40»
Grafite nunca foi arte e nunca será. E aqueles dois que alguns chamam de gêmeos são os piores.
avatar
Gabriel Tavares em 03 de janeiro de 2012 às 01:00:43»
Outra coisa extremamente massa são as pinturas com ilusões de óptica nas ruas!
Faísca em 27 de dezembro de 2011 às 11:32:17»
Sobre pichadores:Realmente não tem desculpa, a menos que se tratatasse de crianças na fase de rabiscar as paredes, que poderiam ser direcionadas para livros de colorir e mesmo paineis.Já mais velhos este comportamento necessita ser comprendido a partir da análise do comportamento dos animais. Não vai aí nenhuma ofensa A análise comparativa do comportamento dos animais foi objeto de estudos de pesquisadores como Konrad Lorenz (Etologia) e B.F.Skinner (Behaviorismo). Muito se surpreenderiam como reproduzimos comportamentos instintivos dos animais, como defesa territorial, etc.

Os animais da natureza, e mesmo domesticados, tem um forte instinto territorial. Marcam, delimitam e defendem agressivamente os seus territórios. Nisto o reino animal faz uso das partes mais arcaicas do cérebro, ou o chamado complexo R..

Os répteis possuem o complexo R apenas. Os mamíferos têm em acréscimo uma estrutura mais complexa chamada sistema límbico. Já, nós, humanos, temos ainda o neocórtex que nos distingue dos animais irracionais.

Uma pessoa usar as partes mais primitivas de seu cérebro, a despeito das possibilidades mais elevadas, é algo a pensar.

Analisemos o meio em que vivemos. Casas e prédios muito parecidos. Muitas pessoas e aglomerações. Não existe uma definição clara do espaço de cada um. Estas características tendem a provocar, muitas vezes, desconforto e até ansiedade e fobias.

Além disto, a sociedade de consumo, que é a soma de cada um de nós, tende a valorizar as pessoas pelo o que têm e não pelo que são.

Então, sem reflexão sobre o que o incomoda, o individuo sai a marcar os objetos a sua volta para sentir-se “melhor” ou diminuir a frustração de não ter o patrimônio que a rodeia, como quem diz: Isto é meu; este é meu espaço; isto não me ameaça.

Fraquezas, debilidades, ansiedade, frustração, regressão a um estado infantil. Será que algum pichador que realmente soubesse destas suas motivações continuaria pichando? Qual setor da sociedade realmente tratou o problema em sua raiz (educação, integridade familiar)? Chingá-los , ofendê-los, esperar ou desejar que morram resolverá? Da parte mais esclarescida da sociedade se espera o exemplo. Mas quem verdadeiramente se pronuncia contra o verdadeiro ataque à familia todo dia perpetrado pelos meios de comunicação? Não se pronunciam por que comungam com os agentes do mal.
JRJunior em 26 de dezembro de 2011 às 15:16:51»
MARAVILHOSAS !!
Lindas, adorei todas !!!
avatar
gothana em 25 de dezembro de 2011 às 02:34:20»
clap genial
bernado em 24 de dezembro de 2011 às 23:35:29»
mano, isso q é arte, e não aquela porcaria da monalisa
felipen.21 em 24 de dezembro de 2011 às 11:23:02»
Quanto a pixação , não por que você não considera arte que não o seja ... ¬¬
avatar
Led Franzoso em 23 de dezembro de 2011 às 18:30:58»
Isadora, acho que o Brasil não perde em nada para outro país no que diz respeito a arte de rua. No grafite, por exemplo, temos OsGêmeos, que estão entre os melhores do mundo ao lado de diversos outros nomes.

http://osgemeos.com.br/inde...

O que ocorre e que eu sinto muito, ao menos aqui em São Paulo e principalmente em minha cidade no ABC paulista; é uma censura violenta a qualquer manifestação cultural ou artística. Artistas de rua são presos por tocar instrumentos nas ruas ou por pintar obras de arte em locações abandonadas. Poxa, eu sempre parava pra ver aquele guitarrista da Avenida Paulista tocar, virtuosíssimo. E prenderam-no para que fosse cumprida a lei que coloca os artistas na condição de meros pedintes.
avatar
PadreTorque em 23 de dezembro de 2011 às 15:33:15»
Lindo, lindo...
Parabéns, Admin.
Como sempre, deixando a marca dos Posts inconfundíveis do MDig...
.
Isadora:
Não esquenta...
Aqui perto, em Porto Alegre, um FDP desses já caiu de um prédio, esses tempos, pichando...
Faltam 1.499 ainda...
biggrin
Sorrowfully em 23 de dezembro de 2011 às 15:09:57»
Muito bonito de se ver.
avatar
Led Franzoso em 23 de dezembro de 2011 às 14:34:17»
Sensacional
avatar
m4GnUm em 23 de dezembro de 2011 às 13:58:50»
incrível, não consigo imaginar como conseguem esses resultados!! Simplesmente demais!! clap clap
Isadora em 23 de dezembro de 2011 às 12:55:50»
Muito bom mesmo. quem dera aqui no Brasil tivesse mais disso aí. Realmente aqui teimam mesmo em confundir pichação com grafite. É uma tristeza ter que conviver com isso. =/
avatar
LukeSchimmel em 23 de dezembro de 2011 às 12:52:55»
Eu gosto muito desse tipo de arte.