Faça o seu comentário

:

:







Comentários

avatar
Luiz Felipe em 27 de dezembro de 2011 às 22:48:09»
E onde que está a tristesa nisso? a vida é assim mesmo. eu ví coragem também.
Que adianta viver 50 anos, mas não realizar nada, ser um zero a esquerda. Prefiro viver 30 anos freneticamente como se não ouvesse amanha e morrer feliz. Não tenho tanto medo da morte.
avatar
DanielWaos em 27 de dezembro de 2011 às 02:30:40»
Triste ... e interessante. Gosto dessas histórias diferentes, e não tão conhecidas, (ainda mais para nos brasileiros)...
avatar
m4GnUm em 26 de dezembro de 2011 às 20:28:22»
uau, essa história merecia um filme! surprised
avatar
Mary em 26 de dezembro de 2011 às 20:25:23»
poxa, sem palavras sad
avatar
KaiserThel em 26 de dezembro de 2011 às 20:01:07»
É muita coragem, muito amor... Faltam homens assim hoje em dia rolleyes
avatar
Marya em 26 de dezembro de 2011 às 19:55:24»
Ele não tinha mais nada a perder mesmo, e fez os últimos momentos de sua vida serem dignos de um bom pai de família
avatar
Tyr em 26 de dezembro de 2011 às 19:00:36»
Parece enredo de algum filme que já fi.
Acho que era "O campeão" - Com o John Voig. Bem parecido.
avatar
LukeSchimmel em 26 de dezembro de 2011 às 17:23:26»
Eu não vou falar o que quero, seria hipocrisia, então deixo meu comentário para outra hora.
avatar
Nato em 26 de dezembro de 2011 às 16:50:55»
Pelo menos ele tentou deixa a família bem né, já que a doenç não tinha cura mesmo. Bonita história. neutral
Decio Cupramim em 26 de dezembro de 2011 às 15:13:32»
Bacana a história, acho q ela dá mais esperança do que tristeza.

"Prefiro morrer em um ringue lutando do que esperando à morte sentado em uma cadeira".