Faça o seu comentário

:

:







Comentários

avatar
Dominique em 22 de maio de 2012 às 19:26:01»
Que triste. Muito provavelmente eu não deixaria minha cadela p/ trás. Eu tentaria de todas as formas levá-la comigo.
Gláucinha em 22 de maio de 2012 às 12:23:01»
Muito triste isso....Olhando pra carinha deles deu muita dó...
avatar
Politico Honesto em 21 de maio de 2012 às 23:10:24»
Atirasse ao mar o infeliz que alertou sobre o cão.
avatar
Michel Sanderson em 21 de maio de 2012 às 21:30:00»
Olha gosto muito de animais mas senão tivesse outra forma de salvar o cachorro eu teria largado ele por lá...
avatar
Tyr em 21 de maio de 2012 às 19:18:55»
Respondendo ao Moon:
Não foi imprudência totalmente. Foi um erro de calculo com relação a belonave sem igual. Ele, na época, era maior - Cerca de 2 vezes - uma transatlântico convencional. Quando viram - objetivaram - o iceberg o tempo de manobra para uma embarcação convencional era adequada, só que o Titanic passava longe de ser convencional.

Deu no que deu.
Ja em 21 de maio de 2012 às 18:48:46»
Q fofuchos...
avatar
revolt4d4 em 21 de maio de 2012 às 17:49:23»
Prova de amor e de burrice, carregasse o bicho na cabeça.
avatar
Leo Sllyver em 21 de maio de 2012 às 16:36:52»
Ela foi mais burra que a mina do filme! Largasse o cachorro, se agarrasse em algo e dissesse: CAme back! CAme back!
Ae ela sobreviveria!
avatar
Confortably Numb em 21 de maio de 2012 às 16:05:00»
simples assim
avatar
Moonwalker em 21 de maio de 2012 às 15:43:15»
Pergunta: "mentira, como ia manter-se abaraçada a um cão vários dias?"
Resposta: "morta, oras!"
diogo zineu em 21 de maio de 2012 às 15:23:59»
mentira, como ia manter-se abaraçada a um cão vários dias?
viúvo em 21 de maio de 2012 às 15:14:03»
A historia do ultimo paragrafo será verdadeira ???
avatar
Brazuka em 21 de maio de 2012 às 15:13:44»
Acho que pela Nina eu faria a mesma coisa pois não existe nada e nem ninguém no mundo que ame mais que ela que embora tão pequeninha, tem por mim um amor imenso tipo, aqueles amores que só os filhos sentem pelos pais.

'Tá velhinha mas cuidarei dela até seu último dia com o mesmo amor e carinho de quando ela era filhote.Se bem que ela nunca deixou de ser filhote pois é uma pincher nº 1. lol

Vc com seu post me fez agora pensar de quantos animaizinhos e principalmente cachorros e gatos que iam presos em suas caixinhas de transportes nos porões dos aviões que infelizmente caíram por aí aonde, além de ninguém sobreviver, nunca falaram deles que foram muito amados por seus donos de modo que até se julgavam crianças mimadas da casa também! cry
avatar
Tyr em 21 de maio de 2012 às 15:09:04»
No mar em casos de naufrágio existe uma máxima que diz "Antes o teu do que o meu", ou seja, cada um por si. Imagina então cães, gatos e afins?
Sem chances mesmo.
avatar
LukeSchimmel em 21 de maio de 2012 às 14:45:55»
O céu....
avatar
Confortably Numb em 21 de maio de 2012 às 14:39:53»
Complicada a decisão mesmo.... mas é compreensível.... numa situação daquelas, convencer as outras pessoas esperando pelos botes a deixarem um cão ir no lugar delas não seria nada fácil... rolleyes
avatar
Moonwalker em 21 de maio de 2012 às 14:26:30»
Seria legal saber o que se passou na cabeça dos responsáveis pelo Titanic para agirem com a imprudência (se é que foi isso mesmo) que a história conta... complicado!
avatar
Moonwalker em 21 de maio de 2012 às 14:20:12»
Nossa, a história do Dogue é tão chocante que parece mentira... Eu dificilmente deixaria meu cachorro, mas também não ia descer do bote. Se quisessem tirar um de nós, teria que ser amarrado... mrgreen