Faça o seu comentário

:

:







Comentários

O PROBLEMA DO BRASIL É O BRASILEIRO!!! em 29 de novembro de 2012 às 20:50:50»
Acho louvável incentivar a leitura entre os detentos. Mas, diminuir a pena por causa dos livros é o mesmo que dizer que intelectuais não cometem crimes, o que já foi mais do que burlado pelos nossos queridos corruptos (quer dizer, políticos).
avatar
revolt4d4 em 11 de julho de 2012 às 16:40:04»
Um pouco de cultura não faz mal. Mas não teremos milagres.
Lembrei desse texto:

Rui Barbosa e o Ladrão de Galinhas

Certa vez, um ladrão foi roubar galinhas justamente na casa do escritor Rui Barbosa. O ladrão pulou o muro, e cercou as galinhas. Naquele alvoroço, Rui Barbosa acordou de seu profundo sono, e se dirigiu até o galinheiro.
Lá chegando, viu o ladrão já com uma de suas galinhas, e disse:
"-Não é pelo bico-de-bípede, nem pelo valor intrínsico do galináceo; mas por ousares transpor os umbrais de minha residência. Se for por mera ignorância, perdôo-te. Mas se for para abusar de minha alma prosopopeia, juro-te pelos tacões metabólicos de meus calçados, que darte-ei tamanha bordoada, que transformarei sua massa encefálica, em cinzas cadavéricas."
O ladrão todo sem graça se virou e disse:
"-Cumé seu Rui, posso levar a galinha ou não???"

E procurando, encontrei esse: http://pensador.uol.com.br/frase/NjI0NTA4/
avatar
Politico Honesto em 05 de julho de 2012 às 09:47:32»
Pensei nele. 2V
Pafúncio em 05 de julho de 2012 às 09:14:58»
Tudo é desculpa pra esses filhos da puta terem a pena diminuída. Não concordo não.
Cdr em 05 de julho de 2012 às 08:56:56»
Alguem tem duvida de qual autor sera mais lido? (Maquiavel)
avatar
Leo Sllyver em 05 de julho de 2012 às 08:12:24»
Eles (pelo menos 95%) tá cagando e andando para o aprendizado. Eles já escolheram seu modo de vida, e ler livros não vai fazer eles se tornarem cidadãos de bem.
Quase nenhum se interessa em reabilitação, ou em ressocialização, eles acreditam que o crime é um estilo de vida, e muitos não conhecem outro e NÃO querem conhecer.
Por favor, para aqueles que acreditam na recuperação dos presos, a quantidade é tão ínfima, tão pequena, daqueles que realmente querem ser alguém melhor, que o simples esforço não compensa.
Eu trabalho no sistema prisional, eu sei das coisas, não estou falando bobagem aqui.
95% dos presos são reincidentes.
avatar
diegorock43 em 05 de julho de 2012 às 00:17:58»
Ao mesmo tempo que é muito interessante esta iniciativa, é ridícula. Pensem bem: muitos dos presidiários no Brasil não tem nem a 4ª série completa, e falo isto com consciência. Minha mãe é professora num presídio onde os presos com bom comportamento podem concluir o ensino fundamental que não tiveram ou não puderam concluir. A maioria dos encarcerados não sabem escrever o próprio nome, o que é preocupante. Como dar livros de nível filosófico, clássico ou científico a eles? Por outro lado, o incentivo a leitura e ao conhecimento é ótimo.
biz em 04 de julho de 2012 às 23:15:25»
Excelente inciativa!
Ainda hoje conversava com um amigo a respeito da capacidade de regeneração dos presidiários.

vamos doar livros!
avatar
LukeSchimmel em 04 de julho de 2012 às 23:04:39»
Agora eles já vão poder nos assaltar com mais eficácia, nos matar com melhor precisão e nos sequestrar com maior planejamento. Viva lol
Joaquim em 04 de julho de 2012 às 20:47:31»
Apoio a iniciativa.

Espero que a Bíblia e livros de auto-ajuda não entrem nessa. O livro mais lido nas cadeias certamente é a Bíblia...e é uma leitura inercial, o cara lê porque acha que tem que ler e isso não acrescenta em nada.

A qualidade literária e o LEGADO do gênio humano só podem ser encontrados em obras literárias clássicas, científicas ou filosóficas, como disse o texto.
avatar
Tyr em 04 de julho de 2012 às 20:28:50»
Claro, claro. Imagino a cena

"Dedico esse estelionato ao primeiro verme/gerente que ver esses cheques frios"
Cachoeira ao tentar pagar uma conta no supermercado citando Machado de Assis...

"Deixai nessa riva toda a esperança pois do outro lado não há!... Nem televisão, celular ou visita intima..."
Fernandinho Beira Mar ao entrar no presidio de segurança máxima. - - Divina comédia.

"O que há no mercado hoje é o mesmo que encontramos na rua, ou seja, cobram, fingem e cobram de novo"
O povão brasileiro sobre o consumo - Monty Pyton, A procura do cálice sagrado.

É, eu também leio. Pra desgraça de muitos. mrgreen
avatar
Politico Honesto em 04 de julho de 2012 às 20:21:35»
"Uma pessoa pode deixar a cadeia mais instruída e com uma visão de mundo bem mais ampla. Sem dúvida voltarão a liberdade como melhores pessoas"

Verdade, com uma nova bagagem cultural para cometer mais crimes. Sou a favor da leitura, mas não acho que isso tornaria os bandidos pessoas melhores, se essa for a ideia; além disso, o principal objetivo da prisão - fazer com que o criminoso pague sua dívida com a sociedade (em teoria, ao menos) - não seria cumprido dessa forma. Se querem que eles se tornem pessoas melhores, façam com que realizem trabalhos em prol dos mais necessitados (incluindo aqueles que por eles forem lesados) e para garantir seu próprio sustento. Com isso, não somente terão uma "visão mais ampla" como serão realmente úteis à sociedade, pois é um verdadeiro absurdo cidadão comuns sustentarem bandidos.
avatar
Sentinela em 04 de julho de 2012 às 19:16:01»
Apoio a iniciativa. Continuaremos tendo presidiários e bandidos. Mas presidiários e bandidos cultos. Quer dizer, outro nível. rolleyes
André HP em 04 de julho de 2012 às 18:55:31»
Ta cada vez mais maneiro e fácil ficar preso, cada vez mais difícil viver livre.
avatar
xandy46 em 04 de julho de 2012 às 18:47:17»
Se o cara não se reintegrar na sociedade, pode pelo menos discutir literatura no meio do roubo ou fazer um apelo à pobreza sabendo que está usando um argumentum ad misericordiam mrgreen
Jean P. Carvalho em 04 de julho de 2012 às 18:39:46»
A atitude é louvável, mas não sei se só a leitura resolve... aliás, qual é mesmo o nome daquele líder, ou ex-líder do PCC q. gosta de ler Dante?
AxxeS em 04 de julho de 2012 às 17:50:45»
Tem que dar um jeito de adaptar isso pras escolas públicas, a molecada é que precisa ler - vide orkut. Esperar crescer e errar pra depois querer corrigir é sensivelmente incoerente.
Mas a atitude, pontualmente, é louvável.