Faça o seu comentário

:

:







Comentários

RffP em 06 de janeiro de 2016 às 20:45:01»
O capitalismo é ruim? Ora bolas mas parece que quase todo o globo utiliza esse sistema econômico! Se socialismo é bom, mudem-sem para a Coréia do Norte ou Cuba, onde carro antigos são a maioria rsrsrs. O capitalismo sim requer ferozmente recursos naturais que são finitos, e isso é ruim até porque moramos no lugar da onde tirão esses recursos. Mas o próprio sistema irá corrigir isso: a nova onda verde para "resgatar" o nosso planeta fará que as empresas existentes e novas criem novos produtos e tecnologias para o mercado, melhores e mais baratos estimulando a economia. Claro que não to falando de meio-ambiente aqui seu idiota, mas quis dar um exemplo do que, pra mim, é o pior do socialismo: a falta de concorrência. Pq? Pare e pense seu socialista de merda: se o estado é dono de tudo e todos "teremos os mesmos salários" e td é igual blablablabla..... não tem pq as "empresas" criarem produtos novos, melhores, mais baratos, de melhor qualidade. Nada. Não tem como colocar preço, pq vc nao pode vender isso: é do estado. Quer um exemplo: lembra de Cuba? Carros dos anos 50, nem peças de reposição tem lá. Agora se vc acha q o capitalismo é ruim faz o seguinte: use esse computador, smartphone e qualquer coisa que venha do capitalismos foraz e não o troque, use até que ele dissolva em suas mãos. A e tbm não use internet: na Coreia do Norte o uso de internet é restrito, e apenas conexão dentro do país. Afinal se vc nao produz nada e nao compra nada de ninguem pra q vai se comunicar com o resto do mundo neh? Podem bostejar aqui a vontade o q vale é expor as opiniões. Afinal ainda temos um pouco de liberdade aqui: o PT ainda não confiscou isso.
Ismael Judá Moraes Reis Dias em 23 de dezembro de 2015 às 15:37:37»
Que tal vocês se mudarem para a Coréia do Norte e experimentarem um pouco do Marxismo?
Ismael Judá Moraes Reis Dias em 16 de dezembro de 2015 às 15:01:28»
O Capitalismo nos conduze ao colapso? diga-me quantas pessoas morreram de fome igual na ditadura de Mao-Tsé Tsung(Mao Zédong) o qual foi o pior momento da história da china.
Ismael Judá Moraes Reis Dias em 16 de dezembro de 2015 às 14:51:19»
Respondendo as suas palavras.

1- Cada um tem sua luta pessoal(isso,nada a mais).
2- Somos uma raça em evolução,a ganância já está em nós(seres humanos) querendo ou não,socialista ou não.
3- A meta não é acumular,e sim evoluir.Distribuir riquezas? Como se faz um exército só com soldados rasos? até no céu temos divisões.
4- Nem há o que falar,só risos e um discordo...até porque kkk...seria perda de tempo falar de algo tão bobo(vá estudar sobre economia,com o acúmulo do capital a moeda se desvaloriza,lembrou da China?,logo isso não é algo do Capitalismo)
5- O socialismo sempre será uma ditadura,em Cuba temos liberdade? Na China temos liberdade? Na Rússia temos liberdade?(essa não é muito exibida a opressão comunista,a mídia russa abafa).
6- Eu concordo com você em "a felicidade humana e o bem-estar estão evidentemente ligados a outros fatores além do acúmulo de capital",não são só os bens materiais que trazem a felicidade humana,se você acredita em Deus,você vai me entender.
Ismael Judá Moraes Reis Dias em 16 de dezembro de 2015 às 14:28:24»
1 - Porque o socialismo é responsável pela morte de aproximadamente 250 milhões de pessoas ao longo de sua história?
2 - Porque durante a guerra fria,vários alemães pularam o muro de Berlim da parte Oriental para a Ocidental?
3 - Porque até hoje em dia vários norte-coreanos desertam para a Coréia do Sul?
4 - Porque temos um recorde de assassinatos na ditadura comunista de Pol Pot no Camboja?
5 - Uma outra coisa,essa foi Lenine que disse : "Após meio século,nem sequer um dos marxistas compreendeu Marx"
BSantos em 05 de julho de 2015 às 12:09:41»
O capitalismo é muito fácil de entender. Quanto maior a oferta de qualquer coisa, inclusive mão de obra, mais barato será. Alguém que faça alguma coisa e seja a única no mundo vai cobrar o que quiser e terá que pagar quem precisar. Agora por outro lado sem controle de natalidade e um mundarél de pobres o que pedem tudo pra sociedade, casa,creche,trabalho desqualificado, ônibus subsidiado,saneamento etc. O que esperam receber por um trabalho que outros tantos trabalham mais e por menos.
Arthur de carvalho em 06 de março de 2015 às 19:12:47»
O CAPITALISMO É UMA FORMA DE GOVERNO RESTRITAMENTE PARA OS RICOS, VISTO QUE EXISTE A OBSOLESCÊNCIA PLANEJADA, QUE NADA MAIS É QUE PRÉ-DETERMINAR A VALIDADE DE UM PRODUTO. COMO UM SALARIADO MÍNIMO COMPRA UMA GELADEIRA, UM FOGÃO, ETC A CADA UM ANO EM QUE ESTES ESTRAGAM E NÃO É VIÁVEL O CONCERTO?
O CAPITALISMO É INESCRUPULOSO. É UMA FORMA DE OS RICOS GANHAREM E OS POBRES PERDEREM.(LÓGICO)
E AINDA A DILMA QUE ANTES PELO MENOS SEGUIA O KEYNESIANISMO AGORA ESTÁ CEDENDO AO NEOLIBERALISMO E CORTANDO GASTOS PÚBLICOS, OU SEJA, O BRASIL, UM PAÍS COM BAIXO NÍVEL DE DESEMPREGO EM RELAÇÃO AOS OUTROS COMEÇARÁ A DEMITIR EM MASSA.
manuh em 03 de setembro de 2014 às 22:41:13»
Amei me ajudou muito.. smile
legal esses 6 elementos tenho certeza q agora eu me dou bem...
smile smile smile <3
Ricardo Cantuária em 14 de janeiro de 2014 às 08:39:00»
Coca Cola, raso de argumentação!

Quer dizer então que o avanço tecnológico que possibilito a construção de um computador se deve ao capitalismo? Não absolutamente! A maior descoberta do homem, o fogo, foi criado quando não havia nenhum modelo de sociedade moderno vigente!
Matheus Talles em 03 de dezembro de 2013 às 14:56:28»
Capitalismo é ruim, mas o que inventaram pra substituir-lo consegue ser pior
Coca Cola em 13 de setembro de 2013 às 16:38:11»
Capitalismo é ruim ?

Que tal vcs trocarem seus PCs pelas enxadas ?
Vinicios Samuel em 29 de maio de 2013 às 12:09:35»
o capitalismo foi uma merda, o capitalismo causou a segunda guerra mundial!!!!!!!!!!!!!
Charles em 08 de outubro de 2012 às 15:38:06»
Até os 20 anos se vc não é marxista/socialista/comunista vc não tem coração;
se aos 30 anos vc ainda é marxista/socialista/comunista vc não tem cabeça;
se aos 40 anos vc ainda é marxista/socialista/comunista vc é só mais um pilantra...
avatar
Grumete em 19 de agosto de 2012 às 21:47:52»
Você sabe realmente alguma coisa de política? Nunca ouviu falar em demagogia? Ou sugestão? sha
Vai sair dali um sistema político mais aberto e menos carrancudo. E ainda vão dizer: "Mas onde diabos eu estava com a cabeça?"
Ps.: também nunca ouviu falar em ironia ou sutileza, né?
avatar
Haiduqque em 19 de agosto de 2012 às 20:05:15»
Grumete, nunca houve guerra entre o comunismo e o capitalismo. Nunca houve guerra por questões ideológicas. A quase totalidade das guerras do século XX tiveram as mesmas causas de sempre: disputas territoriais, religião, questões económicas. O que aconteceu foi os EUA e a URSS, líderes mundiais durante quase todo esse século, terem manipulado outros povos e Estados para estes se posicionarem sob suas respetivas influências. E quem disse que a China está em transição? O lema deles não é "um país, dois sistemas"? O que vai sair dali, creio que ninguém pode ainda prever.
avatar
Grumete em 19 de agosto de 2012 às 00:41:22»
Haiduc,
a China está em transição, assim como ocorreu com a URSS com Gorbachev, enfim os chineses abriram os olhos (risos). São sim antagônicos, houve até guerra por causa disso. Mas você deve saber. O que não sabe é que ser um idealista jovem e inflamado não vai me convencer do seu ponto de vista.
avatar
Haiduqque em 18 de agosto de 2012 às 22:50:36»
Grumete,
não, não são sistemas antagônicos. São diferentes. Só isso. Se fossem antagónicos nunca poderiam coexistir num único Estado, como acontece atualmente na República Popular da China.
Este post não pretende salientar juízos de valor pessoais sobre o capitalismo, mas sim sobre as suas manifestações e características, particularmente no que concerne à exploração intensiva e exorbitante de recursos. O comunismo, enquanto capitalismo de Estado também sofre do mesmo mal. Há inúmeros exemplos de terrível destruição ambiental em países onde o comunismo foi implantado.
O capitalismo e o comunismo vão sucumbir, tal como aconteceu ao feudalismo e ao mercantilismo. O problema não é esse, pois outros sistemas virão para os substituir. O problema que o post aponta é para as consequências que o capitalismo provocou no planeta e na natureza humana.
Eu apenas comentei inicialmente por achar monótono e redutor o eterno papo de sempre, dos "ideólogos" que apenas conseguem ver o preto e o branco. Já não há mesmo saco para gente que, ao mínimo sinal de crítica ao capitalismo, salta logo exacerbado contrapondo os defeitos do comunismo. E o inverso também.
É coisa do século passado.
avatar
Grumete em 18 de agosto de 2012 às 19:17:50»
E mais: que quer que lhe diga? Desde pequenos aprendemos a noção de propriedade e mérito próprio. Espera que depois de adulto se apoie a Reforma Agrária, por exemplo? Eu prefiro pensar que cada ser humano é igualzinho, com as mesmas capacidades, talvez não as mesmas oportunidades, mas a mesma tenacidade e vontade de vencer na vida, se um preguiçoso ficar esperando pelo Estado ele só pode merecer o tratamento que o Estado lhe dá. Nada mais justo. Agora se eu estudar bastante e pensar de maneira empreendedora eu não vou me importar de pagar meus impostos se eu puder desenvolver minhas ideias a contento. Tem certeza de que um comunista pensaria assim? Favorecendo o mérito individual e apoiando a livre iniciativa? Tudo bem que a burocracia estatal é a pior desgraça já concebida pela mente humana, mas fazer o que? Como eu disse antes: tampouco os comunistas conseguiriam resolver este problema.
avatar
Grumete em 18 de agosto de 2012 às 19:07:38»
Parafraseando: Já não há saco para os malefícios e atrocidades do comunismo. Enjôo total!
São sistemas econômicos antagônicos sim, desde o princípio. Um não pode ocupar o mesmo espaço que o outro.
Um explora a livre iniciativa e o mercado aberto o outro tolhe a liberdade do indivíduo e prefere uma economia planificada.
Também já não há saco para comunistas, um anacronismo inexplicável em pleno século XXI.
Heitor em 18 de agosto de 2012 às 16:37:24»
Luiz Felipe,

Esse negócio de imposto é delicado, concordo que no Brasil é abusivo, mas não acho que o problema seja esse, o problema mesmo é a forma como o dinheiro é aplicado, ou, melhor dizendo, DEVERIA ser aplicado. A Suécia também tem uma das maiores cargas tributárias do mundo, mas lá a população recebe de volta o que paga.
E, pelo menos atualmente, o governo não cobra direito sobre as esposas como havia no Feudalismo (os senhores feudais tinham direito a "usar" as esposas dos homens de seu feudo).
avatar
Haiduqque em 18 de agosto de 2012 às 08:10:29»
Já não há saco para aqueles que, quando se critica o capitalismo, contrapõem logo com os malefícios e atrocidades do comunismo. Enjôo total!
O comunismo e o capitalismo são considerados antagônicos apenas por terem existido no mesmo espaço de tempo e instituídos em dois Estados (a URSS e os EUA) que não se suportam um ao outro, mesmo partilhando o mesmo sistema econômico, como acontece atualmente.
O oposto de comunismo é o individualismo.
O oposto de capitalismo pode ser definido pela expressão aqui divulgada por Leon: "Economia Baseada em Recursos."
Para mim, o mundo ideal seria o "individualismo sustentado numa economia baseada em recursos." Exatamente o oposto daqueles dois sistemas. Mas o ser humano, por sua natureza e circunstâncias geográficas e culturais, é forçado a viver com os seus semelhantes. Logo, os Estados têm de existir para coordenar os múltiplos interesses individuais. Aí surgem os sistemas políticos que são sempre efémeros, como efémeras são a satisfação e a saciedade humanas.
avatar
Grumete em 18 de agosto de 2012 às 00:54:10»
E tem...
avatar
Grumete em 18 de agosto de 2012 às 00:53:53»
Pode até ser que o Capitalismo não dê certo. Desde que tenha um comunista no governo pra sabotar a porra toda...
avatar
Luiz Felipe em 17 de agosto de 2012 às 22:57:42»
feudalismo? seria uma boa ideia, eu prefiro dar 40% para o senhor feudal do que 50% para o governo brasileiro.
avatar
speed em 17 de agosto de 2012 às 17:39:12»
A grande vantagem do comunismo é que nivela por baixo. Você pode dormir com sabor de vingança porquê você é miserável, mas seu vizinho também é.
Leon em 17 de agosto de 2012 às 17:33:06»
Heitor,
Realmente, tendemos a fazer uma análise superficial do "amado" capitalismo e de nossa corporatocracia selvagem, no entanto percebo uqe discussões como esta são cada vez mais frequentes e que talvez um dia elas culminem em uma saída. Utilizando de suas palavras: Ficar criticando não irá bastar. Espero que, um dia, se encontre uma solução.
Obrigado pela dica do livro, parece um assunto e tanto a ser lido.

Abraço
avatar
Fabio em 17 de agosto de 2012 às 16:47:26»
tudo por culpa do dinheiro =/ ...
Heitor em 17 de agosto de 2012 às 16:36:40»
Leon,
o vídeo é mesmo interessante, não conhecia estudos aprofundados sobre comportamento através do gene. Isso funciona como uma "evolução reativa", o ser humano se adapta de acordo com o lugar que precisa viver. Concordo que é importante ter uma boa base educacional e social para o desenvolvimento, mas o fato que quis me ater foi a crítica vazia que as pessoas fazem ao Capitalismo, mas olhando pelo ponto de vista do vídeo, concordo com você que a atual "natureza humana" é fruto do mundo que vivemos. Isso me lembrou de um livro que li há pouco tempo, chamado Yargo, da autora Jacqueline Susann. É um livro de ficção científica, e conta sobre um planeta em que seus habitantes são criados com a ideia de buscar sempre o conhecimento e deixar as emoções de lado, em contraste com a Terra, onde há uma infinidade de expressões individuais de emoção. Olhando de um ponto de vista socioeconômico, nós construímos o lugar em que vivemos, mas ficar criticando não irá bastar. Espero que, um dia, se encontre uma solução
avatar
Grumete em 17 de agosto de 2012 às 16:01:18»
Estendendo o comentário do Leon:
nascemos pequenos, frágeis e desprovidos de proteção própria. Crescemos num ambiente hostil, físicamente e psicologicamente falando, temos que sobreviver à infância quebrando membros, se arranhando, brigando com os coleguinhas e apanhando dos pais às vezes sem saber direito porque, depois passamos à adolescência onde toda sorte de mudança psicológica acontece, continuamos quebrando membros e brigando com os colegas, levamos os primeiros "foras" e passamos por dúvidas crudelíssimas como "matar ou não aula?", então somos atirados na vida adulta completamente de desprovidos de discernimento ou experiência satisfatórias prontos pra "vencer na vida". Ou seja somos fadados à competição diária e recebemos ordens de vencer, daí vem um tal de Marx me falar de comunidade? "Sim, claro o homem não deve explorar o homem." Ora vamos!
Jorge Luis em 17 de agosto de 2012 às 15:45:49»
Um debate sociológico de natureza geo-econômica de primeiro nível no blog?
O Joelmir Betting vai vir? E o Ricardo Boechat será que aparece? Eu gostava mesmo era das opiniões da ex-ministra Zélia Cardoso! lol
Leon em 17 de agosto de 2012 às 15:24:20»
Retificando, o trecho do video foi retirado do documentário Zeitgeist Moving Forward.

smile

I'm Sorry
Leon em 17 de agosto de 2012 às 15:21:19»
Olá Heitor,
Isso que hoje é chamado de "natureza humana" e que diz respeito à competitividade, ganância, avareza e afins, tem sua base no comportamento humano, comportamento este que foi moldado geração após geração graças ao meio ambiente competitivo em que o homem se desenvolveu históricamente, competitividade herdada e não inata.
Não é de estranhar que nos pareça ser inato a alguém tais comportamentos, no entanto sabemos também com base no behaviorismo (estudo comportamental) que se um ser humano for exposto a qualquer outra realidade este adaptar-se-a a quaisquer valores comuns ao meio onde desenvolve-se, fato este que diz respeito a nacermos prematuros se comparados com os demais mamíferos, tendo por conseguinte de aprender tudo, ou quase tudo com o ambiente externo.
Recomendo que assistam a este video : http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=adXUzBXgJ4o, um recorte do documentário Zeitgeist Addendum, no qual cientistas behavioristas explanam a respeito do comportamento aberrante e suas causas.

Um grande abraço.
Leon em 17 de agosto de 2012 às 15:03:24»
Aos que acham que se extiguir-se o capitalismo só nos resta o socialismo ou comunismo, e aos que acham que não há um sistema mais coerente com nossos real interesse, leia-se : viver bem, em todas as partes do globo, Pesquisem três palavrinhas no buscador de sua preferência "Economia Baseada em Recursos."

Abraço a todos
Heitor em 17 de agosto de 2012 às 14:23:20»
O acúmulo de riquezas "nasceu" bem antes do Capitalismo ter, de fato, iniciado. Mas se está tão ruim, por que não voltam para o feudalismo? Não digo que o Capitalismo é perfeito, tem suas falhas, sim, mas é muito fácil falar que o Comunismo é melhor. Na prática, o negócio muda completamente. Já vi muita gente falar mal do capitalismo pra todo, mas também já vi essas mesmas pessoas indo num shopping no fim de semana e gastando, descontroladoramente, mais de R$300 em lojas. Isso, me desculpem, é pura hipocrisia. E, como disseram, o Capitalismo também possui um lado bom: vocês acham que estaríamos no mesmo nível tecnológico de agora se o mundo fosse comunista? Pode até ser que sim, mas o verdadeiro impulso foi a motivação capitalista: a recompensa. Essa é a verdadeira natureza humana, fazer algo se for receber algo em troca, afinal, vocês não trabalham de graça, não é?
Jorge Luis em 17 de agosto de 2012 às 12:16:58»
Desde os primórdios
Até hoje em dia
O homem ainda faz
O que o macaco fazia
Eu não trabalhava
Eu não sabia
Que o homem criava
E também destruía...

Homem Primata
Capitalismo Selvagem
Oh! Oh! Oh!...(2x)

Eu aprendi
A vida é um jogo
Cada um por si
E Deus contra todos
Você vai morrer
E não vai pro céu
É bom aprender
A vida é cruel...

W_(o0)_W - Oh Yeahhh! (Lembrei disso lendo tanto comentário.
Mariel em 17 de agosto de 2012 às 11:00:44»
Nem Capitalismo nem socialismo ou comunisto. O homem encontrará uma nova idéis, uma nova formade modelo econômico.
avatar
Grumete em 17 de agosto de 2012 às 10:53:29»
Escassez de recursos não é um problema.
E se é um problema tampouco o Comunismo resolverá.
Pelo menos os tais capitalistas investem em pesquisa, porque o Capitalismo gera capital e o comunismo?
Cara, é burrice discutir isso vendo países como Coréia do Norte e Cuba chafurdando na própria merda, e China só melhorando a economia porque está abrindo o mercado. Tem ainda alguém que não notou isso?
Há o risco real de crises econômicas, mas isso é culpa dos capitalistas que em geral são irresponsáveis e gananciosos, há os casos de emgambeladores também que prejudicam as pessoas. Mas como diria Zé Keti: "pode me bater, pode me prender, que eu não mudo de opinião" ou seja uma ideia é mais forte que qualquer dinheiro, então tudo bem que me roube só não deixe eu perder a fé no Capitalismo. Ou ainda há quem diga: "me dê dinheiro mas não me dê poder" ou seja palavras valem mais que qualquer dinheiro.
Se quiser por a culpa dos capitalistas no Capitalismo, acho que posso fazer o mesmo sobre o Comunismo, vamos ver que crimes são piores.
Pô, acho que todo mundo conhece os malefícios e os efeitos colaterais de uma dose exagerada de Comunismo.
avatar
speed em 17 de agosto de 2012 às 08:09:26»
Mais ou menos, heim... O acumulo de riqueza não é característica do capitalismo. Lucro sim. É o elemento humano que induz o acumulo de riqueza. A avareza é característica do ser humano e não do sistema econômico.
Numa extesão, o lucro e a circulação de bens geraria a distribuição da riqueza e o acumulo por sí só seria um tiro do pé. Você não gera mais riqueza acumulando capital, mas sim movimentando o capital a fim de produzir mais riqueza.
Pior é o comunismo ou socialismo que impôe, na sua essência, que os homens se tornem bons, honestos e dignos, apenas por decreto ou por regime de governo,
avatar
Luiz Felipe em 17 de agosto de 2012 às 00:33:09»
O capitalismo é baseado no acumulo, não existe forma de acumular algo sem produzir diferença, tem que faltar algo em um meio e sobrar algo em outro. Isso é intrinsico ao proprio sistema.
O excesso e a falta levam a guerra, a ganância e a pobreza.
Mas eu não vejo o capitalismo como o único culpado. Mas sim como um sistema que cai bem na situação que essa espécie se encontra.
Somos extremamente ignorantes, a maioria das pessoas não sabe nada. Poucos são verdadeiramente ricos, ricos em conhecimento, a maioria é pobre, arrisco a dizer, que mais pobre de conhecimento do que de outros recursos.
O nível de tecnologia que temos permitir que cada pessoa viva com uma abundancia de recursos tremenda. Porem, vivemos em um sistema que força a escassez artificial de recursos.
Num planeta que tem uma quantidade tremenda de água, conseguem vender que a agua vai acabar, e pessoas morrem de sede. Pessoas morrem de fome, enquanto comida é desperdiçada. Alias, vendem até ar agora, são os creditos de carbono, co2, estão, literalmente vendendo ar, é absurdo, mas verdade.
O que mais falta para o fim desse sistema baseado na miséria?
Pensando em riquezas, minérios, como é que os minérios podem acabar? Oras, os estamos jogando fora.
Mas porque é que jogamos algo bom fora? Habito? Não!, porque senão a quantidade de material seria tão tremenda, que não custaria mais nada.
Por isso que o capitalismo renomeia aqueles átomos de "lixo" e diz que voce não pode mais utiliza-los, pior, ele não incentiva o desenvolvimento de tecnologia da cadeia de suprimento reversa.
Se simplesmente nãose jogasse as coisas foras, e os "lixos" fossem reaproveitados como matéria prima, nunca ficaríamos sem recurso algum.
Mas dai, os materiais não custariam nada, será o fim do sistema, mas o capitalismo não quer morrer. Alias, quanto a falta de comida, é puro interesse econômico, para que? para manter os preços altos.
Pois se utilizássemos os oceanos para produzir algas e para vivermos a base de algas ao invés de viver de alimentos não eficientes com o milho ou a soja. Seria possível alimentar todas as pessoas do mundo em escala gigantesca e de graça. A tecnologia existe para isso, até mesmo para mudar o gosto e a forma da alga, e iludir, tornar mais gostoso, fazem isso com o milho. O problema é que como o sistema vai fazer se a comida não for um recurso escasso, como é que vai ser vendida? não vai valer nada.
Esse é o problema do capitalismo, escassez artificial. é trágico. O Universo é tão grande, e a própria vida é um sistema fechado, reaproveitando eternamente os recursos. Nada acaba, exceto talvez o potencial e a vontade humana de construir um mundo melhor. Somos pobres e miseráveis, ficamos com essas guerrinhas de interesses e egos brigando por poeira, enquanto o universo tem recursos inimaginaveis, que para todos os fins são infinitos. Se bem que nossa espécie é tão imatura que daria conta de acabar com toda energia do universo antes de sua morte quente, se tivessemos acesso a tecnologias galaticas.
Cdr em 17 de agosto de 2012 às 00:15:02»
Ruim com o capitalismo, pior sem ele!

Com o capitalismo ao menos um pouco do poder é dividio com alguns, no comunismo todo o poder é concentrado em uma unica mão. Se houver comunismo, não pode haver Estado, mas sem Estado, a sociedade se desfaz, humanos não tem capacidade intelectual para gerir uma sociedade sem uma norma comum estabelecida.
Kung Lao em 16 de agosto de 2012 às 23:08:20»
O capitalismo é falho, mas é a ganância e a cobiça que mantém ativa essa força motriz.
O comunismo é perfeito. Logo, não foi feito para seres humanos. Pois, estes jamais viveriam em igualidade com seus semelhantes.
Aliás, estamos em um trem bala sem freio e como ponto final um muro de concreto. Na década de 90, um videoclipe que me causou alguma comoção foi o "Do the evolution" do Pearl Jam. É exatamente a natureza humana.
Jonas em 16 de agosto de 2012 às 23:04:23»
Muito bom, mas a pergunta que fica: Que regime substituiria o capitalismo?
avatar
Grumete em 16 de agosto de 2012 às 21:57:44»
Faço coro ao comentário da Revoltada: Aaaaaahhh... O Capitalismo.
Se for pra arrolar só defeitos poderia ficar anos falando mal do comunismo.
"Quem não foi comunista antes dos dezoito não tem coração, quem ainda o é depois dos trinta não tem cérebro". Exemplifica direitinho o que o comunismo representa na vida das pessoas.
O comunismo é uma chaga maligna na história do homem, só comparado à inquisição e aos regimes totalitários da II Guerra. O comunsimo proposto por Marx e Engels é realmente lindo, o único problema é que é impossível de ser estabelecido sem uma revolução, geramente sangrenta, o que já é um contra. Pelo meio correto, humano e racional proposto pelos gregos o comunismo vira no máximo uma social-democracia que gera uns vermelhos muito rosados (e gordos, e saudáveis, e felizes, e preguiçosos, e mensaleiros e...OPS!)
Depois vem a Dilma dizer que não vai privatizar, só vai corrigir uns erros antigos.
Balela! Com pressão por aumento dos militares e de vários setores de servidores federais, greve... (por coincidência em ano eleitoral confused ?) é claro que o governo precisa de caixa. A coisa mais sensata que ouvi esse ano é que o governo vai fazer concessões da malha ferroviária. Só que não incluiu o trem bala na conta! Pode?!?
O comunismo causou mais mortes e destruição e tristeza e lágrimas e ranger de dentes. Pra isso ele foi criado.
O Liberalismo Econômico proposto por Adam (Jonh? sei lá) Smith previa evoluções. Assim como esse Darwin da fotinha aqui do lado propôs também. O Capitalismo evolui junto com o homem. E o comunismo? O comunismo é um primo problemático e tímido que nunca teve namorada.
Jorge Luis em 16 de agosto de 2012 às 21:54:39»
Na minha juventude li um livro chamado "Capitalismo para principiantes" e nele o autor discorria os vários sistemas vigentes (vários o cacete! Isso é como ser cristão, acredita ou não. Simples assim) e em dado momento o que ele deixou claro era que esse sistema econômico só funciona porque é o melhor quebra-galho. Tem quem quer mandar porque acha quem só sabe obedecer. No dia que cada um (utopia, eu sei!) começar a usar de fato a cabeça, talvez (utopia²) as coisas mudem.

"O capitalismo é a exploração do homem pelo próprio homem, o comunismo é justamente o contrário"

"O mundo será mais justo quando o ultimo capitalista for enforcado com as tripas de um comunista"

Tem mais umas trocentas frases de efeito no livro. Inesquecível.
Edgar Rocha em 16 de agosto de 2012 às 21:52:06»
Se entendi bem, a única coisa capaz de destruir o capitalismo é o próprio capitalismo, e por exaustão. Só discordo que esta destruição possa ser definida como "caos". Acho que o caos pode ser definido como a estabilidade morta, capaz de anular todas as forças e amalgamá-las num único corpo, sob a pressão de um único poder, ou um único poderoso. O caos é a anulação do conflito, da diversidade de ideias, a instauração de uma mesmice que submete a todos ao interesse de poucos. Um bom exemplo de caos social e econômico é a ditadura militar no Brasil. Não havia regras para os ditadores, ninguém podia abrir a boca e pensamentos divergentes eram simplesmente extirpados. Vejo muito disso no capitalismo atual. Resumindo, NÓS JÁ ESTAMOS NO CAOS CAPITALISTA! Estabilidade é inerente ao caos, e bem diferente de equilíbrio de forças, presente, por exemplo, num Estado democrático. A crise do capitalismo, acredito, seria nada mais que o restabelecimento do equilíbrio, ou a sua busca. O conflito é intrínseco a este processo. E a paz depende de como administrá-lo.
avatar
Politico Honesto em 16 de agosto de 2012 às 20:15:34»
Enquanto o sistema servir ao bem-estar da elite, ele perdurará. Quando o "equilíbrio" é quebrado, pequenas modificações e adaptações são feitas, a fim de restabelecê-lo - nisso, os pontos fracos, ainda que causem algum desconforto (à elite), são assimilados dentro dessas adaptações, mesmo que prejudiquem outras classes. Esse, basicamente, é um dos principais processos de renovação de poderio mais utilizados ao longo da história, sobre o qual se assenta o capitalismo.
avatar
revolt4d4 em 16 de agosto de 2012 às 20:12:47»
Ah, o capitalismo.
avatar
Politico Honesto em 16 de agosto de 2012 às 19:58:18»
"De todos os modelos econômicos que já existiram na história da humanidade, nenhum foi tão bem sucedido como o capitalismo, ao menos se julgarmos em função de sua sobrevivência, de sua capacidade de adaptação, de sua habilidade surpreendente para eludir crises e conflitos."

Ou melhor, nenhum foi tão resistente como ele.