Faça o seu comentário

:

:







Comentários

JLCM em 22 de janeiro de 2013 às 23:16:14»
SO SEI Q DESSA VIDA NAO SE LEVA NADA,NADA MESMO,SO SE LEVA O Q SE LEVEU NA VIDA,,,,,,,,Q DEUS ESTEJA NO CORAÇAO DE TODOS.......UM DIA VOU ME SUICIDAR.......OBRIGADO.HOMENS BRILHANTES E PESSOAS BRILHANTES........
avatar
misterX em 15 de janeiro de 2013 às 21:34:21»
A Verdade é que todo ser humano que vive nesta terra que Deus nos Deu, tem um vazio dentro de si. que vai crescendo ao longo da vida ate ficar do tamanho do universo.
avatar
msp1500 em 15 de janeiro de 2013 às 18:28:43»
Mais um gigantesco talento que se foi precocemente.
Edgar Rocha em 15 de janeiro de 2013 às 15:42:01»
Então o tédio é a única razão para se querer morrer? Pode ser pra vocês, mas no caso desse rapaz não foi o tédio que o matou. Foi a descrença de que seu trabalho alcançaria os objetivos. Pelo menos, se considerarmos a personalidade acima descrita. Eu não sou da área. Nunca ouvi falar neste cara, a não ser que estava sendo processado pelo estado por "roubar" textos acadêmicos e disponibilizá-los gratuitamente. Pra mim, parece um idealista, que confiava na urgência ética e moral de seus princípios. Deve ter tomado muita rasteira, deve ter sido abandonado por quem ele confiava para este momento. Deve ter desacreditado de uma sociedade que o punia deliberadamente, sem considerar os princípios que ela mesma defendia. Isto não é tédio. Infelizmente, a referência para o tédio é a velocidade estonteante que esperando das coisas sem levar em conta que a vida não é só adrenalina e emoção. O tédio, pra mim é o efeito colateral de quem busca unicamente o "agraciamento", sinônimo de felicidade. Felicidade vem e passa. A alegria é o que nos faz termos contato com todos os sentimentos, bons ou ruins. No caso deste rapaz, o desespero, acho eu, foi perder justamente a alegria, o ter pelo que lutar, a quem confiar, enfim, descaracterizar-se em essência. É triste, é equivocado, mas é sincero da parte dele.
avatar
Politico Honesto em 15 de janeiro de 2013 às 11:51:34»
"Chega um momento em que tudo fica entediante. coisas que voce fazia, ficam entediantes, é sempre mais do mesmo."

Exatamente.
avatar
Moonwalker em 15 de janeiro de 2013 às 11:37:49»
É ótimo ter conhecimento, aprender coisas, ser um "crânio" ou coisa parecida.
Mas a vida é feita para viver. Não podemos esquecer de fazer isso intercalando com o desenvolvimento intelectual. Afinal, viver também também ensina.
avatar
Luiz Felipe em 15 de janeiro de 2013 às 00:55:44»
Eu não fiz nem 10% do que ele fez na area, e já sinto a mesma coisa. A sorte é que eu me entretenho tentanto aprender fisica, pois se fosse somente a computacao.
Chega um momento em que tudo fica entediante. coisas que voce fazia, ficam entediantes, é sempre mais do mesmo. O mundo não muda, só se repete, perceber isso é acabar com a ilusão. viver se torna chato, se torna um rastejar à espera da morte, porque esperar, porque envelhecer, envelhecer é morrer aos poucos, eu não suporto a ideia, prefiro morrer tudo de uma vez do que ver tudo o que fiz e sou desmantelando, melhor parar no auge.
Ele estava no auge, depois disso iria ser só ladeira abaixo.
Ao mesmo tempo, há uma curiosidade morbida em saber como é morrer, finalmente ter todas as respostas ou deixar de existir, quem sabe.
Whatever, ser desplugado da matrix não faz muito bem mesmo.
avatar
Tonis em 14 de janeiro de 2013 às 23:22:28»
Uma pessoa que se tornou um mito.
Lilás em 14 de janeiro de 2013 às 20:56:58»
Eu não consigo entender, ou melhor, até entenderia, se estivesse com os dias contados. Será que as mentes excessivamente geniais sofrem tanto com a falta de idealismo e genialidade de outrem?
Eu, que sou uma pessoa comum, como a maioria, tenho meus dias de depressão, mas nada que dure muito mais que uma semana. Depois acabo sacudindo a poeria da derrota. A mente e sentimento dessas pessoas deve funcionar diferente.
ANDREAAG em 14 de janeiro de 2013 às 18:38:06»
Eu acho a ideia do suicídio libertadora mas depois que me tornei mãe jamais o cometeria porque nenhuma pessoa merece levar pela vida afora o estigma de uma mãe suicida.
avatar
Mary em 14 de janeiro de 2013 às 17:00:39»
judiação, novo e talentoso
Edgar Rocha em 14 de janeiro de 2013 às 16:17:01»
O idealismo, por definição, não se atém às nuances e ao caráter subterrâneo das motivações humanas. É um grande choque saber que seu ideal e que a percepção do mundo filtrada por ele, lhe impedem de conhecer as reais motivações dos que o apoiam (gerando uma forte sensação de traição), muito menos de pesar objetivamente os desdobramentos do que se acredita perfeito em essência, porém incontrolável em seus movimentos. Não se trata de ilusão.O idealismo com contornos bem definidos, baseado em princípios, não é ilusório. Ilusória é a sua realização, é achar que ele se impõe por si como uma panaceia capaz de salvar a todos, boa em essência e irrecusável. Isto sim, é ilusório. Um idealista não pode crer na bondade humana, nem na lógica, apenas. E, quando esta desilusão se dá ainda na juventude plena, cheia de vigor, a reação pode ser proporcionalmente devastadora.Acho que a gota d'água é quando aqueles em que você mais confia, se revelam antagonistas nos sonhos ou incapazes de senti-lo de fato, confiantes na alegação desta suposta "ingenuidade idealista" ou sua "falta de pragmatismo" que te torna algoz de si mesmo. Ninguém te enganou. VOCÊ se enganou! É o momento "quando o mundo (...) com todos os seus detalhes se tornam dolorosamente evidentes". Quando a verdade vem à tona, você morre, de uma forma ou de outra. Inevitavelmente. Contudo, tirar a própria vida é facilitar as coisas aos que te enganaram. Mesmo que a dor da impotência diante do cinismo seja terrível, isto não faz do cínico, merecedor do conforto de sua morte.
avatar
revolt4d4 em 14 de janeiro de 2013 às 16:11:37»
Isso, isso e colocar uma viseira de burro para complementar. V
Zick13 em 14 de janeiro de 2013 às 16:02:55»
Pense simples porque a vida é simples.

Uma pena se perder pelo que se pensa, melhor não pensar.
avatar
Confortably Numb em 14 de janeiro de 2013 às 15:51:58»
"Às vezes, parece que as luzes mais brilhante não toleram este mundo por muito tempo."

Esta dificil de tolerar, pra qualquer um....

Uma grande perda... que ele encontre a paz! sad
avatar
LukeSchimmel em 14 de janeiro de 2013 às 15:51:57»
Eu sou neutro ao suicídio. Não vou impedir mas não influenciar. Cada um tem direitos sobre sua própria vida e pode fazer qualquer coisa que não prejudique a vida de outro. Suicídio a maioria das vezes não prejudica ninguém, então, não irei me opor.
Fbernardo em 14 de janeiro de 2013 às 15:24:35»
Assunto delicado e controverso. Sou ativista ferrenho anti-suicídio, a 3ª causa de morte entre jovens até 30 anos (perde só para trânsito e homicídio).

Algo que temos que pensar é que algumas vezes as coisas não andam na velocidade que a gente quer, a paciência (não confundida com apatia) deve sempre prevalecer nestes casos.

É uma grande lástima ele ter desistido, mas oramos que se encontre onde quer que esteja.
avatar
revolt4d4 em 14 de janeiro de 2013 às 14:47:53»
O que uma visão além em um mundo derrotista faz com as pessoas.
avatar
Politico Honesto em 14 de janeiro de 2013 às 14:43:17»
"Às vezes, parece que as luzes mais brilhante não toleram este mundo por muito tempo."
Acontece.