Faça o seu comentário

:

:







Comentários

Yesno em 12 de abril de 2013 às 14:11:28»
Sonhar não é proibido, a não ser quando assombra com a estupidez ética.
Ao ler essa proposta, é impossível não lembrar de John Merrick,o "homem elefante", pessoa física e real que serviu de divertimento e peça zoológica. Ou da ficção de Victor Hugo no "O homem que ri" em que sobressaem os aspectos mais mesquinhos, sórdidos e rasteiros da raça humana. O que explicar a esse ser quando perguntar: "Eu dormia. Por que me acordaram?"
Popcorn em 28 de janeiro de 2013 às 17:07:49»
Luiz Felipe você pode ter ficado revoltado com minha opinião, mas a verdade é que a palavra é INÚTIL e não inutel. Vejo por esse claro exemplo que nem alfabetizado você é pra vir dar uma de que entende de ciência ou como ela se aplica. A pessoa tem que ter em mente que seja como for que esse ser nasça, com todas as possibilidades de que esse experimento dê numa grande merda e a mistura do DNA do ser humano atual com o Neanderthal produza um organismo com deficiências, acima de tudo é uma pessoa, seja como for, e que isso não só é algo abusivo como também um crime, pois vai além de todas as noções de ética moral. É uma pessoa e deve ser tratada e respeitada como tal. Você não iria gostar de estar no lugar dele. Pensa antes de falar! Só isso.
avatar
msp1500 em 27 de janeiro de 2013 às 05:44:37»
Acho isso uma coisa sem nenhum propósito prático.
Isso geraria uma criança e o que seria feito dela depois?
Cresceria normalmente ou teriam que matá-la para guardar em um museu?
Não concordo com esse tipo de experiência não.
avatar
Luiz Felipe em 25 de janeiro de 2013 às 00:09:49»
Popcorn fala da cura do cancer, mas é contra pesquisa cientifica. Que tolo, é contraditorio, no minimo. Ninguem sabe o resultado dessa pesquisa, quem sabe o dna neanderthal não tem a propria cura do cancer.
Mais, a evolução não extinguiu nada de criatura. o ambiente exitinguiu a criatura, mas como disse antes, ela pode até ter a cura do cancer. Não é porque ela foi extinta que não existe nada de utel no dna para ser aprendido.
"Grande merda, deveriam usar essa "inteligência" e esse dinheiro em coisas mais proveitosas para a humanidade"
É justamente isso que estão fazendo, mas pessoas ignorantes não conseguem entender que pesquisa é feita sem um destino claro.
Não existe pesquisa magica para encontrar a cura do cancer, igual um botão de search no starcraft 2, não é assim que funciona.
Voce faz pesquisa para aprender alguma coisa nova, e com sorte, se juntar muita informação pode até curar o cancer, mas é dificil e demorado, sem prazo e sem perspectiva alguma.
Não é algo que se planeja, daqui a 20 anos eu vou encontrar a cura do cancer gastanto 100 bilhoes de dolares, nem mesmo projetos de engenharia funcionam assim, sempre tem o desconhecido, imagina uma pesquisa, onde é puro palpite contra o desconhecido, literalmente tiro no escuro.
Tem que ser ignorante para não perceber o quão ridiculo é pensar dessa forma. Não se pode planejar a descoberta de algo desconhecido, bem como não se pode saber tudo que não se sabe.
E a ciencia é repleta de descobertas que na verdade as pesquisas estavam tentando encontrar outra coisa nada a ver com o "suposto" objetivo.
O unico objetivo de uma pesquisa é aprender, não é produzir nada de concreto. Portanto segundo essas pessoas tolas, toda pesquisa deve ser inutel.
Popcorn em 23 de janeiro de 2013 às 16:28:18»
Não há o que se estudar. Eu olho para algumas pessoas a minha volta e outros tantos que vagam pela internet e vejo que desde o homo erectus nada mudou muito. Não preciso criar um pra fazer a comparação.
Popcorn em 23 de janeiro de 2013 às 16:17:13»
Uma grandessíssima palhaçada na minha opinião. Tanto que há de se fazer pelo homem nos tempos de hoje. Tantos que vivem a espera de uma cura para o câncer, ou condições de vida mais humanas e esses egocêntricos malucos querendo brincar de Deus. Criar uma criatura que a própria evolução tratou de extinguir simplesmente para provarem que podem. Grande merda, deveriam usar essa "inteligência" e esse dinheiro em coisas mais proveitosas para a humanidade. E quem concordar com isso é ainda mais imbecil.
Matheus em 23 de janeiro de 2013 às 00:24:44»
Marcos Antonio Moreira, o único resto seria que a espécie ficará trancada para o resto de sua vida sendo estudada, nunca ocorrerá nada de devastador para a nossa espécie, somos 7 bilhões, com grandes diferenças genéticas, não ocorrerá uma extinção por culpa dessa espécie
avatar
Elbereth em 22 de janeiro de 2013 às 16:22:26»
O mais sério, pra mim, é a questão de como seria tratada essa criança. Ainda mais em um país com tantos fundamentalistas criacionistas, e com tantas pessoas fanáticas e religiosas capazes de falar que a criança é uma aberração e que não merece viver.

Não sou contra o experimento, DESDE QUE consigam garantir que a criança terá os mesmos direitos que todo ser humano tem, independente da capacidade mental ou da aparência física que venha a ter.
avatar
Marya em 22 de janeiro de 2013 às 13:59:08»
Pois é Marcos Antonio Moreira, eu acho que esse geneticista deveria pensar um pouco mais sobre o assunto, antes de sair por aí dando uma de Victor Frankenstein
Marcos Antonio Moreira em 22 de janeiro de 2013 às 13:21:03»
suponhamos que o dna do Neanderthal possua algum tipo de fragilidade perante algum virus ou doença que possa ter auxiliado na sua extinção, por que em termos de capacidade de sobrevivência ele já foi ultrapassado pelos Homo Sapiens.
Imagina a seguinte situação um virus que se instale em uma espécie dita com ultrapassada com um pouco do dna humano ... o resto eu deixo para vocês pensarem....
avatar
LukeSchimmel em 22 de janeiro de 2013 às 09:28:33»
Tecnicamente se eles tem o DNA, fisicamente (mecânico) eles já devem saber mais que o suficiente. Então, esse estudo seria para identificar as aptidões mentais.
Ensinar uma especie de humanos extinta a, quem sabe, ler e escrever... ver se são capazes de aprender padrões complexos, e coisas do tipo. biggrin
avatar
Marya em 22 de janeiro de 2013 às 09:23:44»
Sim, sim, concordo com o Moon \/
avatar
Moonwalker em 22 de janeiro de 2013 às 09:20:15»
(http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/102011413#s=0:0-11:0):
“Por muito tempo, acreditou-se que os neandertais eram inferiores ao Homo sapiens. Mas esse conceito está mudando. Aos poucos, tem-se descoberto que os neandertais tinham habilidades que antes pensava-se ser exclusivas da nossa espécie”, diz a revista New Scientist. Descobertas recentes indicam que os neandertais construíam abrigos e fogões rudimentares, dominavam o fogo, usavam roupas, cozinhavam, faziam ferramentas e cola para fixar pontas de lança no cabo. Também há evidências de que eles cuidavam dos doentes, usavam ornamentos simbólicos e enterravam os mortos. Segundo Erik Trinkaus, professor de antropologia física na Universidade de Washington, Saint Louis, EUA, “os neandertais eram pessoas e provavelmente tinham a mesma capacidade mental que nós temos”.
Sério, até sou a favor desse experimento depois de ler essa pequena curiosidade. Talvez no lugar de apoiar as teorias que eu não acredito, fique constatado que os neandertais foram uma raça humana extinta.
Edgar Rocha em 22 de janeiro de 2013 às 01:19:58»
Ironia maior e evidente: Dr. Church.
Edgar Rocha em 22 de janeiro de 2013 às 00:41:23»
Por tudo que já li sobre os neanderthais, não seria surpresa se nascesse um sujeito que, ao depararmos numa esquina, sequer notaríamos a diferença. Tudo indica que eram muito próximos a nós (senão iguais), tanto no intelecto, como nas aptidões físicas. Quanto a aparência, provavelmente, não seria mais do que um homem/mulher feio(a) pros padrões atuais. O Luís Felipe citou que teríamos em média 2% de herança neanderthal. Li que depende da etnia ou região de procedência. Ibéricos e árabes podem variar entre 4 e 8%!!! Isto porque estas regiões foram os últimos redutos da espécie, incluindo fósseis aparentemente miscigenados (o menino de Lapedo, um portuguesinho). Mas, sou contra!!! Primeiro me dê o atestado de idoneidade e uma centena de provas do humanismo deste pesquisador, senão, nada feito. Tentem se imaginar sendo alguém que nasceu pra ser objeto de estudo de um Mengele da vida!!! Não quero nem pensar. Pobre criança!!! Considerem que, sobretudo será um de nós (digo, humano). E, pros que gostam mais de bichinhos, imaginem-no como uma cobaia de laboratório. NÃO SE JUSTIFICA TAL PESQUISA SOB NENHUM ASPECTO CIENTÍFICO OU ÉTICO!!!!
avatar
Haiduqque em 21 de janeiro de 2013 às 22:47:55»
Talvez a proposta deste geneticista seja apenas uma inteligente provocação. É sempre muito divertido assistir à reação dos criacionistas. E se o tal cientista e a mulher concordarem que o nome da criatura será Adão...
avatar
Politico Honesto em 21 de janeiro de 2013 às 21:53:11»
Complementando o que o Luiz Felipe disse, seria a maior oportunidade da Ciência para estudar um dos ancestrais do ser humano e compreender melhor certos aspectos da evolução – inclusive, analisar possibilidades de transformações que a humanidade poderia sofrer, no futuro.

Nota: experimentos são parte de uma pesquisa.
avatar
Marya em 21 de janeiro de 2013 às 21:25:01»
Aquilo que se faz quando não se sabe o que vai dar de resultado é experimento e não pesquisa.
avatar
Luiz Felipe em 21 de janeiro de 2013 às 21:05:02»
adendum: deve ser mais facil ainda restaurar o dna do neanderthal, sabendo que ainda temos 2% dele misturado com o dna humano.
há quem dia, que os neanderthais eram mais inteligentes que os homo sapiens. e quem tem 2% de dna neanderthal é privilegiado com inteligencia. enquanto que o homo sapiens tinha crueldade, por isso que ele sobreviveu.
avatar
Luiz Felipe em 21 de janeiro de 2013 às 21:03:33»
Pra que? Maria.
Voce já ouviu falar sobre pesquisa, aquilo que se faz quando não se sabe o que vai dar de resultado, sem objetivo.
Nunca se sabe o que pode dar de bom, ou de ruim, é uma incognita, por isso que é interessante.
Não fosse isso, nem teriam descoberto a energia eletrica, afinal de contas, ficar passando pedaços de ferro em pedras não poderia servir para nada mesmo.
avatar
Politico Honesto em 21 de janeiro de 2013 às 20:07:20»
"Eu ia dizer que duvido que ele encontre uma voluntária, mas aí eu pensei bem e do jeito que a coisa está virada talvez uma hora ele encontre."

Se não se formar uma "fila de espera" para isso.
avatar
KaiserThel em 21 de janeiro de 2013 às 19:25:10»
Bela montagem é o Hugh Laurie? KKKKKKKKKKKKKKKK House neandertal!
avatar
Marya em 21 de janeiro de 2013 às 19:24:48»
Limitada? Eu diria que temos visão
avatar
LukeSchimmel em 21 de janeiro de 2013 às 19:22:22»
Na verdade.... cada vez mais acho que as pessoas tem uma visão extremamente limitada. Acho interessante a ideia.
avatar
Marya em 21 de janeiro de 2013 às 18:39:20»
Só uma pergunta: - Pra que?!
Só para ver um neandertal ao vivo e à cores?! Só para saciar o capricho do geneticista? Não basta ver a figura em livros ? Quer apalpar um de verdade? Fala sério!
Pra que isso? Se fosse para fazer um humano do futuro, evoluído, cheio de altruísmo e bondade... eu ainda até entenderia, mas fazer um que ainda não evoluiu?
E depois, quem garante que dará certo? E se simplesmente nascer um bebê com problemas mentais? Aí ele adota como filho?
avatar
Moonwalker em 21 de janeiro de 2013 às 18:07:53»
Eu ia dizer que duvido que ele encontre uma voluntária, mas aí eu pensei bem e do jeito que a coisa está virada talvez uma hora ele encontre.
Mas é uma coisa meio sem propósito. O que eles fariam com a pobre criatura? Estudariam vivo? Matariam? Jogariam num circo dos horrores depois que a brincadeira perdesse a graça?
Livia em 21 de janeiro de 2013 às 18:07:30»
A mãe dele talvez aceite, já pariu um.

Não entendo esse pessoal querendo trazer neanderthal, mamute... Deviam ter assistido Jurassic Park e prestado atenção na lição.
avatar
revolt4d4 em 21 de janeiro de 2013 às 17:24:31»
Mas hein?
Dia das notícias bizarras.
avatar
Politico Honesto em 21 de janeiro de 2013 às 17:24:01»
Dia dos posts bizarros.