Faça o seu comentário

:

:







Comentários

avatar
Politico Honesto em 03 de março de 2013 às 02:25:41»
Tem a suposta "vacina contra amor".
avatar
KaiserThel em 20 de fevereiro de 2013 às 02:44:23»
Como o awa citou, o efeito colateral dessa joça ai num deve ser brinquedo não!
avatar
Luiz Felipe em 16 de fevereiro de 2013 às 20:53:58»
Quero um para não sentir solitário.
avatar
Politico Honesto em 14 de fevereiro de 2013 às 12:30:59»
Ciborgues. 2V
awa em 14 de fevereiro de 2013 às 12:09:00»
se amar já é o bastante.
queria ver o efeito colateral desse troço
Antonio A. Oliveira em 14 de fevereiro de 2013 às 12:05:18»
Tá tudo ficando artificial hoje em dia, remedio para dormir, remedio para acordar, remedio para se alimentar, remedio para emagrecer, remedio para amar, remedio para dar uma, ufa.....aonde vamos parar?
Luca em 14 de fevereiro de 2013 às 10:04:01»
Difícil pra mim não seria tomar o remédio para aumentar meu amor, mas sim, saber se eu a amo realmente.
avatar
Moonwalker em 14 de fevereiro de 2013 às 08:34:25»
Eu acho que o amor é espiritual, mas nunca acreditei que o espírito pode se separar do corpo, então não creio que seria errado tomar um medicamento para melhorar a relação amorosa.
Mas tenho uma receita bem mais simples e sem contra indicações: cultivar o amor. Tratar o outro como você gostaria de ser tratado. Dar flores, dizer que ama, respeitar, cuidar, se entregar... Duvido que remédio seja melhor do que isso.
Edgar Rocha em 13 de fevereiro de 2013 às 23:10:36»
Me lembrou aquela simpatia do chá de cueca ou de calcinha pra prender o amor de sua vida. Cacete! Precisa de droga pra tudo hoje em dia?! O que querem estes cientistas? E os efeitos colaterais? Deve ter, estas coisas não são mandinga. Vai todo mundo viver doidão. Se faltar estas drogas na farmácia, o cara vira pedra. E fica assim : o sistema brocha toda e qualquer percepção afetiva, tudo é passível de artificialidades, nada é espontâneo e todo sentimento é falso. Aí transformam isso em necessidade de mercado pra vender mais drogas potencialmente perigosas. Vamos nos resumir a isto? Depender e nos deixar conduzir por este tipo de manobra? Além do que a vida não é feita somente destas experiências e ninguém morreu por não se apaixonar a vida toda. Há outras vivências que não a "felicidade plena e absoluta" e ARTIFICIAL e CONTROLADA e DEPENDENTE!!!!
Se não entenderam posso postar outro poeminha. Alguém tá a fim?

ISTO É UMA AMEAÇA!!!!
avatar
revolt4d4 em 13 de fevereiro de 2013 às 20:44:57»
Não tomaria. Se tem que acabar, que acabe.
avatar
Angelina em 13 de fevereiro de 2013 às 19:43:34»
Um ''medicamento para melhorar sua relação amorosa'' se chama : viagra.
Ou placebo... rolleyes
avatar
msp1500 em 13 de fevereiro de 2013 às 18:34:27»
Eu não tomaria de jeito nenhum, principalmente porque sou da opinião que a felicidade é construída com pequenos detalhes, e quando ela acba, não tem mais nada que dê jeito não.
Juliane em 13 de fevereiro de 2013 às 18:02:29»
De jeito nenhum, prefiro que seja natural, se acabar, paciência né? O ser humano adora inventar remédio para tudo.
avatar
holyghost em 13 de fevereiro de 2013 às 17:53:29»
isto é besteira. o cérebro que é algo palpável ainda está longe de ser compreendido como uma sensação pode ser mensurada a ponto de ser criado uma medicação para aumentá-la. mais um golpe para enriquecer as empresas farmaceúticas, se o assunto vinculado for verdadeiro né.
avatar
xandy46 em 13 de fevereiro de 2013 às 15:53:33»
Tomaria sim, além da paixão ser uma das melhores sensações na vida de um ser humano, faria qualquer coisa para ficar do lado de alguém que tenha amado um dia e que tenha me feito feliz, mesmo que o momento não fosse o melhor. sha
avatar
LukeSchimmel em 13 de fevereiro de 2013 às 15:29:51»
Não...
avatar
KaiserThel em 13 de fevereiro de 2013 às 15:21:01»
Eu não tomaria, mas sou um pouco pró a ideia...
Só tomaria mesmo se a outra pessoa passasse a gostar muito de mim e eu nem tanto assim dela, temos que estar em sintonia!
avatar
Layla em 13 de fevereiro de 2013 às 15:06:02»
Sei não, acho que não tomaria.
Se o relacionamento chegou nesse estágio, será que vale a pena continuar tentando salva-lo?
avatar
Politico Honesto em 13 de fevereiro de 2013 às 14:33:23»
Ética, muitas vezes, é um obstáculo ao progresso. Sentimentos nada mais são que manifestações psicológicas de reações químicas; enquanto continuarem com essa mania de "espiritualizar" tudo, a humanidade deixará de fazer grandes avanços na ciência.

Quanto à pergunta do post, não tomaria, não ligo para essas coisas.
avatar
Elbereth em 13 de fevereiro de 2013 às 13:38:52»
Eu acho que tomaria, dependendo da pessoa. Mas de qualquer maneira é uma questão complicada.

Outra coisa, como que fazem a certeza de que eu me apaixonaria pelo meu companheiro, e não por outra pessoa?
Bruna Evelyn em 13 de fevereiro de 2013 às 13:26:43»
Eu tomaria e daria pra alguém tomar tb.
avatar
Confortably Numb em 13 de fevereiro de 2013 às 13:24:32»
Tinha lido isso em uma revista ja a algum tempo....

Eu não tomaria não... sei lá... se é fisiológico a paixão acabar... não vejo porque intervir... rolleyes