Faça o seu comentário

:

:







Comentários

avatar
Politico Honesto em 24 de fevereiro de 2013 às 16:17:59»
Para um chefe que deseja produzir mais, o segredo é saber motivar seus funcionários, e não forçá-los – este método já provou ser falho, além de resultar em inúmeros problemas.
avatar
Moonwalker em 23 de fevereiro de 2013 às 11:17:35»
De longe o pior emprego que já tive foi na Positivo Informática, justamente porque se eu quisesse cumprir a meta diária de produção das ótimas placas-mãe da Positivo, eu não poderia sequer ir ao banheiro. Eu tenho um problema sério no sistema urinário, de maneira que ficar sem ir ao banheiro era uma tortura imposta sem grilhões ou palavras: era para manter o emprego.
Tinha que sair de casa às quatro da manhã, e por causa da faculdade, chegava meia noite. O salário era um lixo - como, de fato, ainda é.
Enfim, o que quero dizer é que nós não somos máquinas, e que a tecnologia deveria nos servir, e não o contrário. Eu trabalharia em qualquer outro lugar, mesmo que pagasse menos, mas não teria novamente um emprego onde eu fosse monitorado de tal forma.
avatar
holyghost em 23 de fevereiro de 2013 às 09:02:34»
já trabalhei em um hospital que tem um funcionário que fica percorrendo toda a área hospitalar e anota onde vc está toda vez que lhe encontra.
na minha opinião funciona, pq convenhamos, brasileiro em sua grande maioria é preguiçoso.
avatar
Politico Honesto em 23 de fevereiro de 2013 às 04:01:02»
Não concordo.

http://i48.tinypic.com/16kon5l.jpg
avatar
dragon44 em 22 de fevereiro de 2013 às 22:20:48»
Uma dica é ver a "Google" e seus escritórios onde tudo foi pensado para criar um clima agradável para os fucionários, dando muita liberdade, e este pensamento funciona para as empresas hoje em dia, claro, basta o empreendedor estipular metas e prazos. O funcionário decente vai saber que vai ter fazer o trabalho bem feito se quiser continuar no cargo e tudo isso sem essa pressão da época dos escravos.

Abraços!
avatar
Angelina em 22 de fevereiro de 2013 às 22:01:59»
''Tempos modernos''
Edgar rocha em 22 de fevereiro de 2013 às 21:16:34»
Engraçado. Se o funcionário não gosta do serviço, pede pra sair, se o patrão não gosta do serviço, não pode mandá-lo embora? Claro que pode! As medidas apresentadas no post não se justificam como forma de forçar funcionário vagabundo a trabalhar. Se o cara não quer trabalhar, rua e pronto. Paga os direitos (que não tem jeito) e manda embora. Agora, forçar a barra deste jeito, é onerar o que trabalha direito e pedir pra ser enganado, ou vítima de alguma armação. Um mau funcionário sabe muito bem como passar por cima destas regras. Depois que segurar o rabo de algum superior, todo mundo faz vista grossa e o patrão vai ter que engoli-lo. E ainda ser injusto com aquele que se submete. Gente autoritária é tão otária...
avatar
Luiz Felipe em 22 de fevereiro de 2013 às 21:11:42»
Quando vamos poder ter clones melhorados geneticamente que sempre despendem o mesmo desempenho.
Ah, esses humanos sao frescurentos e não querem trabalhar, vamos trocar todos por droids.
avatar
PREDADOR em 22 de fevereiro de 2013 às 20:31:45»
Roooaaaarrrrr... Duro é...

Pagar um funcionario e saber que o f.d.p. não levanta a bunda pra trabalhar é foda...

Existem excessos de ambos os lados mas são pontuais e não dá pra generalizar...

Tem patrão que explora e tem funcionário que náo vale 1 centavo...

Trabalho é um contrato... voce paga pelo serviço que tem que ser feito...
avatar
msp1500 em 22 de fevereiro de 2013 às 19:55:01»
Iso é um absurdo. Não conpactuo com essa idéia não.
Edgar Rocha em 22 de fevereiro de 2013 às 19:10:32»
Luke, acha justo que se você demonstrar ser capaz de carregar 100 caixas de refrigerante em menso de 20 minutos, seja obrigado a carregar 200? E se conseguir carregar 200, vai ter que carregar 400? Isto não beneficia a produtividade, mas promove a malandragem. E se fazem isto é justamente porque têm a tua mentalidade: trabalhador é descartável, quem não concordar dê lugar a outro. Que moral a empresa vai ter se for dilapidada por maus funcionários, já que não dá valor a ninguém? Vale à pena e muito passar a perna num ambiente destes. Não vai prejudicar a ninguém que não mereça. É este o raciocínio. Quando a empresa falir, os funcionários vão é agradecer.
Edgar Rocha em 22 de fevereiro de 2013 às 19:02:53»
Foi por causa de uma política destas que uma empresa como o Carrefour teve de rever seus critérios de contratação. Há um tempo atrás, vi uma matéria que mostrava que, apesar de ter mais de 300 vagas de trainee, o Carrefour não conseguia preencher nenhuma, devido à postura dos estagiários durante a entrevista. Segundo a entrevistada, pessoas que demonstravam certo grau de ambição e despudor pra conseguir subir na empresa haviam prejudicado e muito a imagem da mesma nos últimos anos, já que são predadores e não contribuintes. E a grande incidência deste tipo advinha do fato de que o mercado estava formando gente justamente pra este tipo atitude. Pareço estar me distanciando do tema central do post, mas, o fato é que desumanidade atrai desumanidade. É a lógica da limpeza pública: um ambiente limpo, gera um comportamento cooperativo na população, por isto não sujamos o metrô, por exemplo. Isto vale pra ética também. Uma empresa ética promove atitudes éticas de seus funcionários. O contrário, só faz acumular sujeira.
Edgar Rocha em 22 de fevereiro de 2013 às 18:50:55»
Que retrocesso! Enquanto algumas empresas garantem a produtividade com a distribuição de benefícios e o cumprimento de metas, sem com isto ampliar as exigências, estas verdadeiras senzalas recompensam a eficiência com mais trabalho e mais cobrança. Uma empresa destas merece falir. E vai falir, ou podemos achar que um ambiente destes não é um caldo de cultura pra profissionais de caráter duvidoso, capazes de arrancar o couro da mãe pra subir de cargo, mandar e ferrar os outros, burlar regras, corromper e ser corrompido? Só este tipo de gente se mantém num ambiente destes. Uma atitude destas deveria ser considerada suspeita por toda a sociedade, ao invés de pensarmos que o único prejudicado é o peão, sugado até o bagaço.
avatar
LukeSchimmel em 22 de fevereiro de 2013 às 18:40:51»
Se não quer, tem quem queira. Na verdade, isso é uma maneira de filtrar um bom trabalhador e um que não quer ser tão bom, pode ser ruim, mas qualquer um que quer um emprego vai apoiar a ideia confused
avatar
Moonwalker em 22 de fevereiro de 2013 às 18:38:11»
cool cool cool cool