Faça o seu comentário

:

:







Comentários

avatar
speed em 25 de março de 2013 às 08:36:48»
Escolha seu pertence mais importante. Escolha bem, porque se você é capaz de ler isso agora, são muitos.
que faler em 23 de março de 2013 às 20:39:27»
e nós aqui, civilizadamente, tomando banho de meia hora de chuveiro muito quente, trocando de celular a cada teclinha nova, esbanjando toneladas de comida (já viram um ceasa?), consumindo, consumindo, consumindo e a porra da coisa importante é um container quebrado e uma vara para que a mãe cega não se perca na estrada. bacaninha!
e o fotógrafo ali. e não tem que falar de governante, não. tem que falar de gentinha que vota de qualquer jeito, aceita qualquer esmolinha de merda em troca e não faz porcaria nenhuma.

sorry, admin. excuse me.
avatar
msp1500 em 23 de março de 2013 às 18:54:51»
Deixo aqui registrado tambem meu repúdio aos governantes que desencadearam essa situação e aos que a mantêm, bem como faço questão de externar meus sentimentos para com esse povo tão sofrido.
P.S.: Não é só lá que temos essa situação não. Isso existe em muitos outros lugares.
avatar
msp1500 em 23 de março de 2013 às 18:53:13»
Sem querer menosprezar essas pessoas, mas eu diria que aqui no Brasil tambem temos situações semelhantes, com a única diferença que lá eles vivem uma situação de guerra declarada, e aqui temos visto verdadeiras situações de guerra civil não declarada, quer seja nas favelas, onde traficantes dominam o povo, fazendo o que querem, quer seja em outras situações, onde o próprio estado se encarrega de massacrar seu povo e jogá-los em situações bem semelhantes a essa aí relatada.
avatar
msp1500 em 23 de março de 2013 às 18:50:23»
Edgar Rocha;
Sofrida sua história, mas faço questão de aplaudi-lo pelo seu ponto de vista e pelo brilhante comentário.
Meus parabéns, amigo.
avatar
Politico Honesto em 23 de março de 2013 às 13:18:56»
Novidade. V
avatar
LukeSchimmel em 23 de março de 2013 às 13:07:49»
Eu não entendi... confused
Edgar Rocha em 23 de março de 2013 às 12:08:02»
Há certas coisas que a humanidade não supera. Fica a mensagem que toda esta fartura que nós, diante dos computadores, temos hoje, é passageira e frugal. Nosso mundo nem de perto e nem de longe, é expressão da realidade. E sob a luz terrível da realidade, podemos até morrer antes de vermos nossa derrocada, mas em hipótese nenhuma, podemos ter garantias de que nossa situação se estenderá aos nossos filhos. Estas pessoas da foto não merecem a humilhação de nossa pena. Eles são fortes e obstinados. Receio que, numa situação semelhante aqui no Brasil, só gente assim sobreviveria e deixaria descendentes. A boa vida relaxa, não nos prepara pra nada. É só olhar nosso passado. No meu caso, quando vi estas fotos, veio-me num sopro o cheiro de corpo humano, de sujeira e de roupa sem lavar há dias, que reconheci logo de cara. Nós éramos muito pobres, mas felizmente nunca chegamos a este ponto. Sei desta realidade porque uma das obrigações de minha família era participar de trabalhos nas áreas mais miseráveis da cidade. Meu pai participava da irmandade Vicentina e, desde pequeno olhávamos nossa vida com feijão, arroz e couve como abastada diante da miséria e das dificuldades de favelas, bairros recém-formados... era tudo muito triste e, ao que me consta poucos sobreviveram embora, estejam hoje entre nós, trabalhando, lutando, vencendo. É bom não esquecermos estas experiências. tudo é passageiro, o que é bom e o que é ruim.
avatar
revolt4d4 em 22 de março de 2013 às 23:46:55»
Triste.
ANDREAAG em 22 de março de 2013 às 20:44:13»
Hoje meus filhos de 5 e 6 anos estavam chorando que não têm brinquedos sendo que têm um quarto lotado de brinquedos caros que mal usaram....realmente temos que repensar a sociedade que vivemos...
avatar
Angelina em 22 de março de 2013 às 18:00:41»
Interessante o tema escolhido, deram boas fotos.
As vidas são o que levam primeiro.
avatar
Politico Honesto em 22 de março de 2013 às 17:04:44»
Às vezes, nem isso.