Faça o seu comentário

:

:







Comentários

avatar
msp1500 em 14 de maio de 2013 às 10:57:53»
Realmente tocante essa imagem do abraço.
avatar
Politico Honesto em 10 de maio de 2013 às 16:42:50»
Uma coisa é mostrar ao mundo a realidade, mesmo que seja algo impactante; do contrário, ficaríamos à mercê da ignorância. Outra coisa é a indevida exploração dos fatos, para conseguir audiência, como fazem alguns meios de comunicação.
De qualquer forma, isso não faz diferença, para muitos.
avatar
Angelina em 10 de maio de 2013 às 16:23:17»
Essa tênue diferença entre o sensacionalismo e sensibilização ou critica real, eu não entendo mais.
Edgar Rocha em 10 de maio de 2013 às 14:46:26»
Um recado àqueles que não ultrapassam os limites da crítica escrota ao sensacionalismo e à busca de fama da parte do fotógrafo: vão... e não voltem! Francamente, o que esperam que o fotógrafo faça? Que se mate após deparar-se com tal drama, como fez o ganhador do Politzer, após fotografar aquela criança moribunda, assistida unicamente por um abutre a espera de alimento fácil ?Lembram-se desta imagem? Será esta a única leitura possível diante do fato de alguém ter registrado momento tão emblemático? Picasso deveria se matar por produzir a Guernica? Se ninguém registra tal fato pra não parecer oportunista, como saberíamos, como seríamos tocados, sensibilizados por esta realidade? Este mundo cão introjetado na nossa consciência hoje é a raiz de todo o cnismo, de toda a frieza com a qual nos deparamos diante de fatos e situações terríveis. Este sim, é o promotor do fisiologismo, do oportunismo e da desumanidade vigentes. Quem questiona o caráter do profissional que produziu esta imagem esta nivelando por baixo, provavelmente no nível em que o acusador se julga estar. afinal de contas, se todos são cínicos, não há porque aceitar qualquer crítica. se ninguém denuncia, se ninguém age, não há porque sentir-se alienado, excluído, vazio. E pressupor que tudo que o moveu a imortalizar esta cena deprimente tria sido o dinheiro, a audiência, os prêmios, nos redime do fato de que provavelmente agiríamos por estas motivações "como todo mundo". Se ele fez motivado por isto, não cabe-nos avaliar. Apenas pensar, o que ele fez foi capaz de mobilizar, de denunciar, de levar à reflexão? Se foi por algum motivo positivo, mesmo que misturado com motivos fúteis, já valeu à pena. É melhor do que não fazer nada.
avatar
LukeSchimmel em 10 de maio de 2013 às 14:22:42»
Sono dos justos?
avatar
cacafilho em 10 de maio de 2013 às 13:23:17»
se abraçaram na hora do desespero para tentar alguma proteção Iza! =]
avatar
ICTUS em 10 de maio de 2013 às 13:14:32»
mulher achada viva depois de 17 dias do desabamento

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2013/05/resgate-diz-ter-achado-sobrevivente-em-desabamento-em-bangladesh.html
avatar
Confortably Numb em 10 de maio de 2013 às 12:52:57»
Imagem forte... da um nó na garganta mesmo. neutral
Isabela em 10 de maio de 2013 às 12:33:16»
Chorei muito ao ver a foto.
avatar
Politico Honesto em 10 de maio de 2013 às 12:30:39»
Típico dos sensacionalistas. 2V
avatar
Layla em 10 de maio de 2013 às 12:17:21»
Uma imagem doce e amarga ao mesmo tempo, muito bela.
avatar
revolt4d4 em 10 de maio de 2013 às 11:41:33»
Enquanto isso, a Globo só fala em números do tal acontecimento.
avatar
Tonis em 10 de maio de 2013 às 11:38:31»
Uma triste cena, morreu abraçado a quem ama. wink