Faça o seu comentário

:

:







Comentários

zé rosquinha em 06 de setembro de 2013 às 20:37:44»
baderneiros! vai fundo que tu so encontras comentarios gigantes.
smile sad biggrin razz cool .



Ö logica+piada+opiniao-zé rosquinha se despede com
um eclipse de abraços e avoadoras.Ö
Generino em 20 de junho de 2013 às 04:29:07»
O problema do protesto é que ele acaba, enquanto a corrupção é infinita.
Edgar Rocha em 18 de junho de 2013 às 03:51:16»
Alan fcker, primeiro me desculpe pela demora em responder. Sinceramente ainda não mudo meu modo de pensar, com todo respeito. Meus argumentos: primeiro a ressalva de que, ao contrário do que você diz, a geração anterior não fez nada mais que consolidar as bases de um estado democrático, sem o qual não haveria parâmetros pra você me dizer que uma manifestação é legítima e que o povo tem todo o direito de fazê-la. Há uns poucos anos atrás, não era assim, não. Agora, o que ocorreu é que, a estrutura de participação política e social pós-ditadura foi minada pelos próprios agentes do poder, representantes os quais nós apoiamos de boa fé no passado e que, graças ao discurso pragmático e a preocupação central de investir na questão eleitoral (não na construção da cidadania como um todo, da qual a busca por espaço político é só uma parte ínfima), abandonaram tais mecanismos de participação com a desculpa de que, uma vez alçado o poder, o povo já estava representado e restava ao cidadão e à militância, confiar em seus representantes. Enquanto isto, conchavos de bastidor, desvios de conduta e de projetos (de verba, de caráter, etc.) ocorriam, dando espaço aos setores mais conservadores da sociedade, com o qual o governo prontamente dialogava sob o argumento de que é preciso formar bases mais amplas de aliança e garantir maior governabilidade. Enfim, o cidadão atuante e suas demandas mais diletas foram negligenciados, anulados em nome de uma governabilidade e na base de coação moral pura e simples (ou você apoia, ou então, cai fora: é isto que se entende por ética partidária e por participação política). Foi esta contradição, acho eu, de ser complacente com o opositor e autoritário com a verdadeira base política, que sustenta e apoia projetos bons como o bolsa família e tantos outros (sejamos francos, nem tudo foi uma merda como dizem) sem pedir nada em troca, que culminou nesta gritaria atual. Recomendo, se me permite, que leia o artigo do Luiz Carlos Azenha no Viomundo: http://www.viomundo.com.br/opiniao-do-blog/governo-dilma-nao-e-apenas-um-problema-de-comunicacao.html , creio que me ajudou a entender melhor o que está acontecendo. Contudo, mesmo que se elenque uma infinidade de motivos pra manifestação, falta de organização é uma risco seríssimo, tanto pras conquistas eventuais (que, sem pauta fica difícil reivindicar) quanto pro caráter e a autonomia política do movimento (não entendo ainda: a Globo apoia ou não? Estão usando a imagem do movimento pra forçar retrocessos em coisas que incomodam a elite? Olha que pode vir isto! O jovem vai pra rua, a elite define o que é que vocês estão fazendo lá e vocês passam por responsáveis por fatos que não estão na pauta do movimento. Se der merda, a culpa vai cair sobre vocês! Sentiu o drama?). Forte abraço e muito boa sorte!
AChein em 17 de junho de 2013 às 20:38:44»
então, sempre foi isso mesmo: excesso de tudo quanto é lado e assim a gente vai tentando construir alguma coisa melhor. é a briga dos inconciliáveis: governo de um lado e povo de outro o pau come solto, como sempre foi e será. não há como cobrar objetividade, racionalidade, mansidão, pureza e outros nobres objetivos mesmo: tando de um lado quanto de outro a coisa se resolve na pancada mesmo, vence quem bate mais. as consequencias nefastas no entorno da manifestação faz parte: o maior perigo da vida é estar vivo.
ajudaria muito aprendermos a votar e escolher melhor o bom combate, travar guerras mais nobres. manipulação, tudo é manipulação. somos todos manipulados. até por lobos em pele de cordeiro. o buraco é bem mais embaixo
AlanFcker off em 17 de junho de 2013 às 16:21:46»
Edgar Rocha, acho que de fato, o movimento careça um pouco de organização e objetivos, é que os objetivos são muitos, embora este seja apenas o primeiro deles e a organização fica difícil quando milhares de pessoas, de diferentes ideologias e opiniões, se reúnem para tentar mudar aquilo que, inconscientemente, todos saibam que está errado. Discordo de vc quando diz que estamos brincando de revolucionários, imitando os protestos vividos no Oriente e na Europa, é que apesar de não termos que derrubar longos governos ditatoriais e nem sofrermos como o povo grego, os abusos econômicos impostos pelo resto do continente e pelo FMI, cada um sabe onde o sapato aperta.
E nos desculpe pela forma alegórica com que protestamos, é que não temos esse benéfico costume por aqui, visto que as gerações antecessoras à estes estudantes "porralouca", falam muito hoje, mas fizeram muito pouco no passado. Talvez, e espero muito, que esta seja a primeira de muitas outras manifestações, e quem sabe um dia nossos protestos levem o selo europeu de "civilizado".
Concordo com vc, quando diz que há muitas outras coisas mais importantes para se protestar no país, só que isso não foi planejado, simplesmente aconteceu, esse motivo não foi escolhido por ser o mais importante, mas existe uma insatisfeita geral da população, e por nunca protestar contra nada e nem ter como soltar essa revolta, acabou se identificando com o movimento, e a prova é que transformamos algumas centenas de pessoas em milhares. Poderíamos sentar e esperar mais um pouco, esperar por um motivo mais nobre, só que acreditamos que se mudarmos isso hoje, se o governo recuar, podemos mudar mais coisas amanhã. Talvez não aconteça, talvez não dê em nada, mas ainda assim é melhor que simplesmente sentar e criticar, sem fzr nada para mudar.
AlanFcker off em 17 de junho de 2013 às 16:19:32»
Ulisses Sampaio, o nick é Alanfcker, mas como estou off, ficou esse palavrão aí, rsrs.
Elbereth, eu entendo oq diz, é que não temos o costume de protestar contra nada, quem sabe depois dessa as coisas mudem e possamos protestar contra coisas mais importantes, como a corrupção.
Ulisses Sampaio em 17 de junho de 2013 às 15:45:41»
AlanFcker off (Que nick, hein?)

Contando que a população veja que ficar quieto é a pior coisa, quero mesmo é que isso vá adiante.
avatar
Elbereth em 17 de junho de 2013 às 13:54:54»
Alen, concordo com você. Baixando a tarifa, devem parar essas manifestações. Se der certo, ao menos o Brasileiro terá tornado a acredita que consegue se unir por uma causa importante.

Mas não percebe que é meio estranho falar "não é só pelos vinte centavos, mas se baixar vinte centavos a passagem, as manifestações param"?

Sei lá, eu acho que só tem manifestação quando algo atinge DIRETAMENTE o bolso das pessoas. Se é algo como a corrupção, que atinge ainda de maneira mais acentuada o bolso de todo mundo, mas de uma forma indireta, aí não tem manifestação ou, se tem, não é desse tamanho ou por tanto tempo.
AlanFcker off em 17 de junho de 2013 às 13:33:25»
Elbereth, espero que não, que as manifestações não cessem. Essa que está acontecendo todos os dias na Av. paulista cessará assim que a tarifa abaixar. Mas espero que com isso o povo veja que eles estão no poder, que se saírem às ruas, podem mudar. E que muitas outras manifestações venham, agora para cobrar do Governo, todo o resto que eles nos deve.
AlanFcker off em 17 de junho de 2013 às 13:22:48»
Ulisses Sampaio: não é só pelo aumento das tarifas de ônibus e metrô. Vc com certeza já ouviu isso, mas não é simplesmente pelos 0,20 centavos. É por tudo que nos é negado a vida inteira, a falta de educação, de saúde, de segurança, de qualidade de vida, e por todo o resto que nossa constituição diz nos garantir. Os 0,20 foi apenas o estopim, uma coisa de momento. O aumento do número de pessoas nas manifestações e a eclosão de varias outras em diversas outras cidades prova isso, as pessoas sentem que essa é a hora, que pela 1° vez elas podem dizer não àquilo que o Estado nos empurra goela abaixo.
Ulisses Sampaio em 17 de junho de 2013 às 11:50:08»
Se querem um bom motivo pela qual lutar, acho que seria um bom começo pedir o fim das urnas eletrônicas. Porque senão vai continuar tudo exatamente como está.

E de fato, esse movimento precisa de um rumo mesmo, porque tá muito esquisito todos protestarem somente pelo aumento das tarifas de ônibus e metrô.

Nota: O governador do estado de São Paulo e o secretário de segurança publica depois do bá-fá-fá da semana passada resolveram chamar os responsáveis pelos protestos afim de conversarem para que haja ordem em novas passeatas. Das duas uma: Se tocaram da merda que fizeram ou o estoque de bala de borracha esta no fim.
Zick 13 em 17 de junho de 2013 às 10:03:17»
Pontos importantes:
1- A manifestação "ordeira" é legítima
2- Aproveitem para se manifestar por saúde e educação (melhores salários e condições para médicos, agentes de saúde, professores,etc)
3- Nunca se esqueçam que os políticos que aí estão foram vocês mesmos que os elegeram, cobrem promessas, lutem para acabar com os "salários" dos políticos, política não é profissão.
avatar
Elbereth em 17 de junho de 2013 às 09:58:03»
O que eu acho complicado é protesto sem um motivo definido. Começou com o aumento da tarifa - ok, motivo definido, bacana.

Daí a polícia foi burra e deu pano pra manga, esquecendo que estamos na era digital, e que não dá pra fazer tudo o que quer fingindo que aconteceu outra coisa. Mais burra ainda, atacou jornalistas de grandes jornais, começando mesmo a perder o apoio que tinha (vide folha de são paulo, que mudou completamente o enfoque depois de ter 7 jornalistas atacados, um com chance de perder a visão).

Só que, agora que "não são mais os 20 centavos" qual o motivo dos protestos? O que pode ser feito pelo governo pra parar os protestos? Se o governo chegar e falar "a passagem ficará em 3,00 por mais um ano, então sentaremos e conversaremos ANTES de aumentar. Faremos uma averiguação séria da conduta dos policiais, da existência de bombas vencidas, e puniremos os responsáveis de maneira exemplar. Investiremos XX em transporte público, com audiências públicas abertas e consideração das sugestões da população pra melhorar".

Se falarem isso, os protestos param?
Guilherme Marinho em 17 de junho de 2013 às 09:38:38»
Dos comentários que li que se se resumem nos primeiros um foi coerente com toda a tese que desenvolvi sobre este tema, comentário do Edgar Rocha.

O que pude perceber foi um movimento iniciado contra o aumento da tarifa do transporte, não havia motivos secundários, mas foi um movimento que atraiu jovens com tendências revolucionárias e serviu de start para outros grupos com foco em suas lutas a aderiram a este.

2 erros graves cometidos pelo idealizadores desta revolta foram: a falta de averiguação das receitas das empresas de transporte, será que 3,2 é um absurdo mesmo ou será que é um preço justo? Independente da qualidade e conforto que o transporte público apresenta, ele tem um custo alto e precisamos entender qual é o ponto de equilíbrio

Segundo erro, uma coisa clara que ocorreu foi a falta de apoio da sociedade, embora a maioria seja contra o aumento da tarifa, mais da metade não apoia o protesto, sendo culpa ou não da mídia, pelo vandalismo ali observado e muito importante também, a sociedade não apoia porq o movimento foi desenhado para brigar por 20 centavos.

Quando disse que outros grupos usarem isso de start, foi ai que surgiu o "não é apenas por 20 centavos" ou "vc ainda acha que é por 20 centavos?". A verdade é que o movimento inicial foi tão mal planejado, tão mal organizado que só começou a fazer sentido quando outros usurparam deste.

O único mérito que merece é em sua execução, pois o problema não é quebrar, pichar e outras coisas mais, isso faz parte de protestar contra a lei e a ordem que regem o Estado, mas no final usaram só carboidrato e esqueceram do fosfato.

Estrategicamente deveria primeiro dar um motivo verdadeiro, puro e que fizesse sentido (tanto problema ai para protestar) para assim conseguir apoio da sociedade e só depois disso quebrar tudo.
Rodiney Carneiro em 17 de junho de 2013 às 09:33:31»
Com "Quebra -Quebra" e protestos pré acontecimentos de nível mundial é que o governo precisa sofrer para o povo ser escutado,100% a favor !
José em 17 de junho de 2013 às 09:02:10»
Pior que a Ditadura Militar é a Ditadura Civil que estamos vivendo, nós mesmos nos cobramos sobre nossa passividade diante das arbitrariedades de nosso (des)governo, roubos, falcatruas, desvio de verbas e "otras cositas más", no momento que alguns heróis abnegados resolvem gritar de revolta são chamados de baderneiros, ainda não nos livramos do ranso da ditadura, nossos queridos governantes acham que serão eternos e que o país lhes pertence, são coronéis modernos e mais cruéis. Ninguém consegue enganar todo mundo o tempo todo. Tô orgulhoso desses "baderneiros" que estão se espalhando pelo país.
phsmonte em 17 de junho de 2013 às 08:49:42»
A partir do momento que que se veem bandeiras de partidos retrógrados como PSOL e PSTU no meio da manifestação, a coisa já muda de figura.Assim como o vandalismo, o enfrentamento, o fato de ir a manifestação armados de rojões, paus, pedras, pedaços de cano. O movimento das Diretas Já reuniu milhares de pessoas, sem violência e sem quebra-quebra, em plena ditadura militar.
avatar
Politico Honesto em 16 de junho de 2013 às 18:39:34»
A situação continua, com os jogos da Copa das Confederações.
Ulisses Sampaio em 16 de junho de 2013 às 10:44:24»
Pena que não tem um botão curtir aqui.
avatar
LukeSchimmel em 16 de junho de 2013 às 08:57:29»
Rogério... policiais não são soldados.... policiais são policiais, federais são policiais federais, soldados são soldados do exercito, assim vai...
O que é mais engraçado: Se eles falam que é só 0.20R$, por que, ao invés de aumentar, não reduzem o preço em 0.20R$... afinal, é só 20 centavos.... rolleyes
Ulisses Sampaio em 16 de junho de 2013 às 05:11:55»
A ironia da situação é uma só
Vaiam a presidente (presidenta é o cu dela!) mas pagaram R$ 400,00 pra ir ao jogo na nossa melhor obra faraônica.

Fora isso, agora fico imaginando quem vai se prontificar a ser nosso novo salvador da pátria, dizendo palavras de ordem e prometendo o paraíso na terra.
Frederico Cheves em 16 de junho de 2013 às 01:27:33»
Tem que ser assim mesmo , está mais que certo. Já passou a hora do gigante acordar. Estamos ao caminho do progresso !!!
Rogério em 15 de junho de 2013 às 23:05:09»
O jogo do Brasil e Japão hj definiu mto bem o sentimento atual do brasileiro.... vaiando a presidente mas cantando com paixão o hino nacional. Amamos nosso pais mas estamos cansados das imbecilidades de nossos políticos.. nossa paciência está atingindo o limite. Mas os policiais (soldados) tb são do povo, q ganham mto mal, moram em favelas, e ainda por cima levam tiro...claro q há policiais corruptos, isso sempre vai ter, mas tb é devido aos fatores citados acima e a máquina falida q é o Estado q colabora e parece que vive da corrupção.
SilD em 15 de junho de 2013 às 21:59:13»
Desde a ditadura que a força do estado é de cima p baixo e neste quesito, nada mudou no Brasil. Basta discordar, e o cacete desce. Esse meganhas grotescos não andam de ônibus, não frequentam parques (vejam a Turquia..) não comem tomates... e ainda são pagos com dinheiro do contribuinte. Todo manifesto tem baderneiros, oportunistas que se infiltram p fazer zona e a polícia sabe muito bem quem são, ou pelo menos deveria saber já que são treinados p isso. O pior é que quando os ânimos arrefecerem, o assunto decanta, todos voltam para suas vidas, daqui apouco a COPA... até o próximo conflito, que sempre acaba em grossas pancadarias, com muitas pessoas física e moralmente feridas. Todos nós perdemos com isto.
Malinha em 15 de junho de 2013 às 21:46:15»
Quando vi esses protestos imaginei, Caramba, nosso PRÓXIMO Presidente está ali, levando bala e borrachada, já pode estar até preso. Serão mais uns milhares que serão aposentados por participação nas mudanças sociais, ou porque apanharam. Como também quero ser Presidente, e talvez receber uma ação judicial de DEFESA DO DIREITO DE VIDA DO ENDIVIDADO. Eu apoio totalmente essa INDIGESTÃO SOCIAL. Vamos lutar para o bem da nação (E MEU).RSRSRRSR
(VOTAR ! NÓIS VOTA EM QUALQUER UM)
Lucas Werner em 15 de junho de 2013 às 20:29:17»
Só no aguardo..
avatar
Onde em 15 de junho de 2013 às 17:19:08»
"Se o Brasil não acabar com a corrupção, a corrupção ira acabar com o Brasil".

sad
avatar
cacafilho em 15 de junho de 2013 às 13:08:31»
o negócio ta bem pesado!
Lucas Schimmel (semlogar) em 15 de junho de 2013 às 12:56:22»
Add1: Como as pessoas querem que num pais que nunca foi as ruas por nada (caras pintadas não contam, todo mundo sabem que eles foram apenas uma desculpa para tirar um pessoa do poder, quando todos os outros já estavam preparando uma oposição) lutem por algo grande? Os 0,20centavos foi apenas a gota que fez a inundação.
Lucas Schimmel (semlogar) em 15 de junho de 2013 às 12:50:52»
Saudade da Europa... onde usar bombas vencidas na população seria suficiente para os policiais serem perseguidos em suas casas e empalados em vias públicas.
avatar
Brazuka em 15 de junho de 2013 às 02:27:46»
É O GRITO DO POVO NAS RUAS QUE TÁ DE SACO CHEIO DE TANTO ROUBO, MENTIRA, CORRUPÇÃO E SACANAGEM EXPLÍCITA NESTE BRASIL DEVASSO,ALTAMENTE INSEGURO E PERIGOSO DE SE VIVER; DE POLÍTICOS CORRUPTOS, ALIADOS DOS GRANDES CAPITALISTA QUE SE ACHAM "OS DONO DO PODER" E O QUE O POVO QUE SE FERRE!

Até me assustei com o rumo a que chegou a nefasta e vergonhosa situação, de policiais do Governo atacando violentamente uma massa pacífica de manifestantes, que só clamava por Justiça, ao ver sua passagem aumentar, quando o salário ao aumentar uns míseros trocados de mentira e consolo, vem logo acompanhado de uma série de aumentos por vezes até descabidos.

O BRASIL TÁ LEPROSO!
O BRASIL TÁ DOENTE!
O BRASIL TÁ APODRECENDO PRINCIPALMEMTE DE VALORES MORAIS!
O BRASIL TÁ ABANDONADO E A CAMINHO DO CAOS!

O grito do povo nas ruas fala mais alto que os acordos sórdidos feito nos corredores de Brasília, por um bando de corruptos contumazes, assim como em todos os Estados da Federação e seus Municípios aonde exista um político e por isto, "NUM PAÍS QUE NÃO TEM ORDEM E O PROGRESSO É PARA POUCOS", o povo tem mais é que gritar mesmo e ir à luta por seus direitos pois, "CIDADE MUDA, NÃO MUDA", como dizia uma plaquinha de papelão carregada por um dos manifestantes ensanguentados pela barbárie da Polícia, por ordem do PT e amiguinhos do Lula, o Salvador da Pátria,"que nunca mentiu tanto lá fora como no seu desGoverno", sustentado por bolsas esmolas a um povinho que ainda acha que vive na era dos coronéis e debaixo de suas botas! lol lol lol
cafa em 15 de junho de 2013 às 00:30:58»
eles lutam contra os galhos quando e no tronco que ta o coringa do baralho...da pena...na minha epoca nossos protestos sonhavam com o impossivel...essa geração ai ta orfã de grandes ideais.esperamos que isso mude e a cidade seja completamente destruida com todos os policiais mortos.
Rosi em 14 de junho de 2013 às 23:14:49»
Estou super orgulhosa dessas manifestações. Vândalos são esses políticos que estão usando a violência, aliás são monstros corruptos.
Genevieve em 14 de junho de 2013 às 23:05:02»
Se era um golpe político do PT, como aquele da bolsa-esmola, o feitiço virou contra o feiticeiro. A presidenta desgraçada não só conseguiu jogar o país no buraco, como quase faliu a Petrobrás. Parabéns PT! Parabéns eleitores ignorantes.
Ulisses Sampaio em 14 de junho de 2013 às 22:46:42»
Led, por via das duvidas, amarre um travesseiro nas suas costas. Acho que isso ajuda.
avatar
Led Franzoso em 14 de junho de 2013 às 22:27:59»
Bom, estive lá ontem. Claro que havia vândalos, não existe só um lado. Mesmo entre os manifestantes existem os que só querem confusão. Mesmo entre os policiais existem os que estavam ali cumprindo sua obrigação e sendo justos com as pessoas.
Mas uma coisa afirmo: pouquíssimos desses vândalos foram alvo da polícia. A maioria esmagadora dos detidos eram manifestantes pacíficos (com posse de vinagre, algum instrumento musical, uma faixa, ou uma camiseta no rosto para amenizar os efeitos do lacrimogêneo), a truculência foi sim desnecessária e desproporcional, atingiu os que estavam ali pela causa ou não (como é o caso de um amigo meu que levou pimenta na cara por portar uma câmera e registrar imagens para a TVT).
Faço minhas as palavras do Plinio, que apesar dos seus oitenta e tantos anos marchou lado a lado com os manifestantes, pediu que no encontro de segunda-feira a polícia não prenda ou agrida manifestantes pacíficos como ontem. Lá os arruaceiros eram poucos, quando surgia alguém pichando um ônibus, os próprios manifestantes repreendiam gritando "Desnecessário!". Quando surgia alguém demonstrando agitação agressiva, os próprios manifestantes se afastavam. Infelizmente a polícia não conseguiu distinguir criminosos de inconformados. Mas este movimento ganhou uma força absurda e espero que segunda a borracha não cante pro meu lado.
T. em 14 de junho de 2013 às 22:00:12»
Não entendi o que você quis dizer com a expressão "seguindo os babacas dos direitos humanos", pode ser mais claro? Abraço
Elson Antonio Gomes em 14 de junho de 2013 às 21:59:36»
Na minha opinião, opinião do Elson, este protesto começou camuflando uma campanha política. Neste país já teve, dólar na cueca, mensalão, filho do presidente saindo do serviço no zoo e se tornando um bilionário, milhões gasto com cartões corporativos sem explicação nenhuma, obras que nunca acabam e são superfaturadas, promessa de melhoria com o evento da copa e só melhoraram muito mal os estádios, e mais um monte de escândalos que não me veio na memoria agora. Mas são vários! Só o mensalão geraria o impeachment de Lula, mas a oposição ficou quieta. Palavras que ouvi do próprio Lula. Aí o Haddad ganha para prefeito em S. Paulo aumenta os ônibus, o besta do Alckmin vai no embalo e aumenta metrô e trem. E começa o protesto! Não é a Guarda Municipal que foi resolver os problemas, foi a PM que é do estado. Todos sabem que a PM de SP é truculenta. Que o Alckmin, pelo menos neste ponto, não dá mole. O que acontece? Haddad dizendo que vai pedir ajuda a Dilma (campanha política), que houve exagero da polícia (campanha política). O ministro da justiça reclamando da PM de SP (campanha política). Eu moro em Osasco, vizinho a S. Paulo. Aqui o prefeito do PT aumentou as tarifas de ônibus, deixando mais caras de que S. Paulo. Nos meus quarenta e poucos dias de vida que eu tenho, nunca a tarifa de ônibus de Osasco foi mais cara de que S. Paulo, sempre foi dez centavos mais barato. Que o prefeito do PT disse: "que vai pedir ajuda da Dilma" (campanha política). Só pelo que eu vi hoje e espero que isto aconteça, o feitiço virou contra o feiticeiro. Aí sim, será um protesto apartidário e digno, e eu participarei!
Ulisses Sampaio em 14 de junho de 2013 às 21:19:46»
Se a coisa toda não era pra ter tomado essas proporções, venho á publico deixar meus agradecimentos a quem pensou que iria desmoralizar a causa e causou o efeito reverso, segue a lista:

Arnaldo Jabor, por sua cronica que vexava os protestos pela insignificância do valor, mas se esqueceu que é de grão em grão que as galinhas enchem o papo.

Ao excelentíssimo governador Geraldo Alkimin, do qual ERA admirador e que me fez um favor ao chamar a população de arruaceiros, baderneiros e anarquistas sem causa.

A PM[1] que fez justamente o que sabe fazer, bater primeiro e perguntar se vinagre pode depois.

A PM[2] que não satisfeita em espancar os protestantes sem motivo justo, de quebra deu um cacete federal na imprensa que até então estava em cima do muro. Caíram feito umas jacas maduras.

A PM[3] que para justificar suas ações danificaram suas próprias viaturas para validar seus atos. Esqueceram que deveriam sorrir, pois estavam sendo filmados.

Nosso povo é de uma mansidão quase bovina, mas também quando a boiada estoura, sai da frente.
CCaarrllooss em 14 de junho de 2013 às 20:41:32»
em 14 de junho de 2013 "Para um futuro melhor do Brasil!" escreveu: "adoro meu país e não sairia daqui nem por um cacete cravejado de diamantes..." (??????????????) WTF??????? que referência é essa????????? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
CCaarrllooss em 14 de junho de 2013 às 20:36:43»
Estranho. A mídia fala que "é só por causa de vinte centavos..." Mas não é!!!!!! è por causa do descaso. O transporte é um lixo, e aumenta sempre. Vinte centavos é a gota que fez transbordar o copo. Não é pelo aumento de agora, é pelos aumentos de sempre, sem melhorar a qualidade do serviço!!!!!! O que me incomoda é o momento, que parece ser meio oportunista, coisa de partidos político. Espero que não.
Semiramis em 14 de junho de 2013 às 20:06:22»
Sem manifestações, nada nesse país assolado pelos bandidos do escalão superior será solucionado. Sou a favor das manifestações sim, porém, sem violência.
Edgar Rocha em 14 de junho de 2013 às 18:32:40»
Pode não ser simplesmente um aglomerado de baderneiros. Não sejamos reducionistas. Agora, que carece de organização e objetivos claros, não há dúvida. O que acontece, na minha opinião, é que o mínimo de fundamentação presente nesse movimento acaba eclipsado pela "porralouquice" da classe estudantil atual. É estranho pra mim a evidente ritualização dos atos cometidos, numa espécie de arremedo superficial dos modus operandi e simbologia externa dos movimentos mais do que justificados Europa e Oriente Médio. Parece que estão brincando de revolucionários, imitando de forma carnavalesca o ápice dos conflitos violentíssimos na Turquia, Síria, Grécia, etc. Só que de forma alegórica, sem metas que justifiquem tamanho furor. Comentei, no site Viomundo estes dias, que problemas sérios não faltam no país: se querem lutar por algo claro e realmente epidêmico no país, deviam começar contra a proposta de maioridade penal, contra a violência policial que mata milhares de jovens todos os anos e que já não mais se restringe à periferia, usando de forma organizada e arquitetada o acesso aos dados e informações que o meio universitário possibilita, além da representatividade de Fundações e Centros de Estudos sobre violência de posse da academia. Tenho certeza que o povo iria pra rua junto. Que diminuiria muito o espaço para atuação de baderneiros infiltrados e conscientizaria muito mais a sociedade sobre o caráter autoritário e mafioso do Governo Estadual e seu aparato opressivo. Mas, quem se habilita? Que estudante seria capaz d denunciar o envolvimento do Estado e dos agentes de opressão com o crime organizado? Como se livrar da contradição de quem pertence a uma classe privilegiada que não abre mão de s modo de vida hedonista e do evidente distanciamento do espaço acadêmico de questões que o coloque em rota de colisão com um estado que faz vista grossa ao elitismo e à inoperância (poderia se dizer inutilidade social) dos nossos "formadores de opinião", da nossa "inteligência nacional". O jeito, se querem mostrar vontade em mudar algo, é reclamar dos vinte centavos na passagem. E jovem morrendo na mão da polícia todo dia somente faz parte do mundo que nossa casse dominante insiste em promover: um mundo em que se vive o aqui e o agora, em que não se tem limite e o objetivo final é o prazer absoluto e o minuto de fama.
avatar
Nato em 14 de junho de 2013 às 18:31:04»
Governo, polícia e mídia corrupta. Vivemos numa ditadura travestida de democracia!
avatar
Angelina em 14 de junho de 2013 às 18:23:13»
Eu não sei bem o que pensar desses protestos, porque a mídia me mostra uma coisa, a internet me mostra outra.
Eu percebo o poder da mídia, que atua sobre mim, mas depois, a internet, com todos os pontos de vista, me mostra os caminhos.
Eu acho protestos algo muito válido, mas não sou a favor da violência, e não entendo o que acontece em cada revolta, que sempre tem suas rosas e espinhos.
Para um futuro melhor do Brasil! em 14 de junho de 2013 às 18:15:12»
Acredito que essa manifestação é justa e deveria ser enviada pra outras capitais do país.
A minha indignação com esse maldito sistema ja esta corroendo minhas entranhas... Adoro meu país e não sairia daqui nem por um cacete cravejado de diamantes e é por isso que temos que mudar!!
Meses, anos, DÉCADAS de injustiça. O povo servindo de espetáculo para os grandes poderosos, uma política do Pão e Circo implementada nos malditos planos "Bolsa" ...
A educação piorando cada dia mais, uma saúde que está estagnada, sem chances de crescer com médicos sem vontade de trabalhar, servidores públicos sem vontade de ajudar a população e um MALDITO sonho de muitos- "Virar servidor público pra nao trabalhar mais".
Não culpo os pobres ratos presos em ratoeiras...os policiais que estao seguindo ordens de seus superiores, sem chance de revidar pois se revidarem seus salarios deixarao de entrar e seus filhos nao terao mais um prato de comida sobre a mesa.
Não culpo os médicos que trabalham em turnos de 72 horas pois o posto de saude que deveria ter 4 médicos de plantao tem apenas 1, e ainda assim sem condições para trabalhar, sem medicamentos para receitar e sem perspectiva de vida.

JOGO INTEIRAMENTE A CULPA na mão de hipocritas como nossa "querida" presidenta que diz que não estamos passando por um processo de inflação, onde houve um aumento de 200% em compras de alimentos. Nas mãos de lideres de grandes empresas como a Petrobras que não pagaram impostos (relatados, claro) no valor estimado de 8 BILHÕES de reais, e ainda assim os preços de combustiveis, fosseis ou não, tem aumentado em aproximadamente 50% nos ultimos anos.... Agora meu caro leitor, voce não acha que um país, onde se produz cana de açucar como nos produzimos, onde é possivel ser vendido 50% da produção e ainda abastecer o próprio país, o preço do maldito Etanol com base na cana, exemplo de 'sustentabilidade' no mundo, voces acham certo ser vendido ao absurdo de R$2,10 o litro? (vide Cwb...)
Vamos colocar Curitiba em jogo agora (amo minha cidade, mas tem muita me***) ... milhoes foram investidos num plano de restauração da famosa "Linha Verde", um plano que ajudaria o transito fluir na capital, com linhas de expresso biarticulado, o famoso "Ligeirão". uma via que a cada 200 metros tem um sinaleiro, onde deveriam ter apenas travessias em nivel - trincheiras e viadutos - para que o transito realmente fluisse...caminhoneiros (é, a culpa nao é só dos politicos nao....tem muita gente dando seu jeitinho...) ... caminhoneiros que transitam em horarios ilegais, onde deveriam transitar apenas no famoso "contorno Sul", uma extensão da BR que atravessa curitiba criada para que caminhoneiros e até mesmo cidadaos comuns saiam do sul da cidade até o norte (e vice versa) sem ter nenhuma intervenção no transito curitibano ...

RETOMANDO meus pensamentos, divaguei demais...

Uma extensão do protesto deveria ser feita em todas, repetindo TODAS as capitais do país, incluindo nossa queridissima Brasília....

Agradeço a leitura e peço desculpas se falei demais, porem tenho que ir, ja estou atrazado pra reclamar um pouco mais na vida real....hahahahahaha
avatar
revolt4d4 em 14 de junho de 2013 às 17:40:31»
O negócio tá pesado.