Faça o seu comentário

:

:







Comentários

mangarosa em 09 de julho de 2013 às 10:50:12»
faltou os 5m de piso :'(
avatar
KaiserThel em 09 de julho de 2013 às 01:39:00»
Além do que, ele não pode ser processado, ele só quebrou o que comprou! KKKKK Você pode fazer o que bem entender com o que é seu!
avatar
KaiserThel em 09 de julho de 2013 às 01:36:28»
Bem, aliciar clientes a não comprar e quebrar coisas da loja é prejuízo para o burguês... Acho que foi uma atitude drástica, de alguém que já tentou todos os recursos como o próprio diz em seu facebook! Não é legal, mas as vezes, as circunstâncias fazem da gente o que fazem
avatar
Politico Honesto em 06 de julho de 2013 às 10:47:45»
Agora ouvi. Gosto de destruir coisas (e, também, pessoas, mas não vem ao caso, agora), mas não sei se concordo com atitudes do tipo para solucionar problemas ou mesmo reclamar de incômodos dessa natureza. O sujeito do vídeo teve sorte, pois se fosse pego por policiais, arrumaria um problema maior. Protestar/reclamar é um direito do consumidor, mas deve ser feito com inteligência e planejamento, e não somente por raiva e impulso (mesmo quando os responsáveis – no caso, a loja – agem com falta de respeito). Existem diversas formas de protestar, sem se arriscar desse jeito, como a que descreveram aí embaixo.
Ulisses Sampaio em 06 de julho de 2013 às 09:51:43»
Concordo em parte com a atitude do rapaz. Como disseram logo abaixo, uma hora dessas isso pode dar merda. Olha o caso do juiz do maranhão que revidou uma agressão e acabou virando um playmobil desmontado.
Fiz uma compra de um aparelho celular em fevereiro desse ano e só recebi o produto em maio. Quando havia vencido o prazo para entrega me cadastre no reclameaqui e todo dia postava uma reclamação lá o que era publicado no facebook e twitter e pra minha grata surpresa recebi mais de 1000 curti, ou seja, as pessoas viam minha reclamção e por conseguinte não comprava na dita loja. É o melhor a ser feito, reclamar, mas não dessa maneira.
avatar
cacafilho em 06 de julho de 2013 às 01:14:22»
soluciou? não, mas estou satisfeito..
isso.. vai nessa rapaz.. vai nessa onda de se satisfazer e fazer cagada, q numa dessas faz cagada das grandes e se ferra de vez...
Kya em 05 de julho de 2013 às 21:23:56»
Só uma dúvida: ele, antes, procurou os meios legais de agir (tipo o procon ou até uma delegacia?). Porque isso não ficou muito claro pra mim no vídeo. É fato que esse orgãos não agem da melhor forma, quando agem, aliás. Mas 11 dias me pareceu pouco tempo de espera para uma atitude tão radical. Um prejuízo não justifica o outro...
avatar
Elbereth em 05 de julho de 2013 às 11:36:53»
ADOREI a ideia da Amanda hahahaha
avatar
Politico Honesto em 05 de julho de 2013 às 10:55:20»
Não deixa de ser uma retaliação: um prejuízo para compensar outro.
avatar
revolt4d4 em 05 de julho de 2013 às 10:45:29»
twisted
Quebrou pouco, queria mais emoção.
avatar
headbanger em 05 de julho de 2013 às 10:37:27»
Bom, esses aí aprenderam da pior maneira.
avatar
amandaponso em 05 de julho de 2013 às 10:34:05»
Poxa, aqui em casa aconteceu algo parecido. Na loja Favorita (de móveis planejados), compramos 'um quarto', eles demoraram 3 meses para entregar, mais 2 para irem montar, e quando montaram, simplesmente fizeram de qualquer maneira, de modo que o guarda roupa ficou torto e o chão cheio de cola. Tirei fotos de tudo e fui na Favorita, ao invés de ir reclamar (como já tinha feito umas outras 3 vezes), sentei no sofá e fiquei esperando. Cada cliente que chegava, eu mostrava as fotos e falava sobre a situação. Conclusão: todos os cliente que conversei foram embora imediatamente, trazendo prejuízo para a loja, e em uma semana eles foram lá em casa se desculpar e fazer o possível para nos ajudar, pois grande parte já não tinha mais volta.
avatar
negresco em 05 de julho de 2013 às 10:13:49»
Concordo plenamente com ele, só assim para eles respeitarem os clientes!!!
avatar
Politico Honesto em 05 de julho de 2013 às 09:50:45»
Sem som agora, vejo mais tarde (se o vídeo não for removido).
avatar
Elbereth em 05 de julho de 2013 às 09:45:43»
André, ele acabou quebrando outras coisas também, porque não conseguiu chegar nas que tinha comprado.

Pode parecer idiotice, mas as vezes eu prefiro comprar algumas coisas pela internet, porque ao menos tem leis específicas sobre reembolso e tals. Não que ele não fosse ganhar se entrasse na justiça, mas sei lá, vai que o juiz falasse "a loja disse que devolveria o dinheiro entre 15 a 20 dias, então aguarde esse prazo antes de falar que não recebeu o dinheiro de volta".

Eu sei lá...
André em 05 de julho de 2013 às 09:40:32»
Tá certo que tá errado mas....
Em teoria ele apenas quebrou o que era dele e já estava pago.
E pelo jeito ele ainda possui saldo de itens a receber, hahaha.
avatar
Confortably Numb em 05 de julho de 2013 às 08:45:43»
Admin caiu da cama... rolleyes

Ja vi o vídeo, e gostei.
Dentro dos nossos direitos, também acho que de vez em quando a gente precisa ter estas reações... senão a vida entra no piloto automático e a gente passa a engolir sapo achando que é bife.