Faça o seu comentário

:

:







Comentários

avatar
Angelina em 08 de agosto de 2013 às 14:16:02»
Que interessante.
Legal, legal.
avatar
Confortably Numb em 06 de agosto de 2013 às 13:23:23»
Eles enterraram o véio??? vai ver é ele!!!
O coroa queria ser mumificado e pediu a um egiptólogo pra fazer isso as escondidas.... rolleyes
Fbernardo em 06 de agosto de 2013 às 11:07:05»
Não sou nenhum especialista, mas os objetos estão muito "bonitinhos" pra parecerem originais, eu acho que são réplicas. Uma múmia teria ao menos uns 7.000 anos, ou seja, nessa caixa que parece novinha... é de se deconfiar.
avatar
Moonwalker em 06 de agosto de 2013 às 10:40:47»
Até poderia acontecer de nos privarem da propriedade do Karst, mas não acredito que isso mudaria muita coisa. Quem polui continuaria poluindo, quem faz poços continuaria fazendo... Assim como não é tãaao difícil encontrar objetos de escavações sendo vendidos em feirinhas pelo Egito.
Seria chato, claro... Afinal, é nosso.
avatar
Politico Honesto em 05 de agosto de 2013 às 22:37:19»
Interessante.
E entendi aonde quer chegar, Admin; uma pergunta que se aplica a uma gama de situações – políticas, em sua maioria.
Edgar Rocha em 05 de agosto de 2013 às 22:06:41»
A discussão final é mais do que válida. Dizer que não devolve algo roubado porque o dono verdadeiro não pode cuidar do bem, abre um precedente no mínimo controverso. Já tentaram dizer o mesmo sobre a Amazônia brasileira. Me lembro disso. Mas, não colou. Isto porque havia muito "benfeitor" querendo "cuidar" da plantinhas e "salvar" macaquinhos da extinção. Acharam melhor não comprar esta briga. Mas, voltando ao início, é algo realmente instigante poder fuçar nos tesouros de família e encontrar algo assim. Mexe com o imaginário de qualquer um. Ainda mais se for parente. O que diabos este velho foi fazer com isto guardado por tanto tempo?!
Causo! Causo: eu já fiquei muito, mas muito curioso quando tive de mexer nos documentos e pequenos "tesouros" de minha mãe quando ela faleceu. Foi uma bomba! Descobrimos, eu e meus irmãos, que nenhum de nós sabia o verdadeiro nome da dita cuja. Isto mesmo! Dá pra imaginar? Ela tinha RG, CPF, certidão de casamento... e nenhum destes documentos tinha o verdadeiro nome de batismo, constante logicamente, no batistério e na certidão de nascimento. Não era erro de escrivão, não. Os nomes eram completamente diferentes e, pelo jeito, só ela e meu falecido pai, sabiam na família seu nome verdadeiro. Tirando, claro, meus tios e avós, que não moravam conosco e nunca comentaram o assunto. Porque? Mistéééério...
Vai ver, ela era agente da CIA.
avatar
LukeSchimmel em 05 de agosto de 2013 às 19:54:28»
Meu avô tem relógios de rico... não deixa eu sequer tocar sad
avatar
revolt4d4 em 05 de agosto de 2013 às 19:01:12»
Mas hein?
avatar
Mary em 05 de agosto de 2013 às 18:44:41»
Nossa! eek
avatar
Moe em 05 de agosto de 2013 às 18:32:08»
Interessante.
avatar
Fabio em 05 de agosto de 2013 às 18:09:24»
a vó dele devia ser like a Indiana Jones