Faça o seu comentário

:

:







Comentários

avatar
Cheat em 19 de setembro de 2013 às 19:20:53»
Escrevi três parágrafos, voltei pra ler tudo, não concordei com nada e apaguei.
avatar
headbanger em 19 de setembro de 2013 às 17:41:57»
Se é engraçado, dou risada.
Se é chato, tento ver o lado bom.
Se preciso de foco, a música me ajuda.
Não me envergonho de amar.
Amo sem esperar.
E todas as pequeninas coisas boas, formam um conjunto tão grande, que só me resta agradecer.
Tyr 100 Logar em 19 de setembro de 2013 às 16:37:45»
É Moon, veja o que eu vi. Ter espiritualidade não é, simplesmente, fazer esperando retorno, é simplesmente fazer.

Que bom que existe que faça.
avatar
Moonwalker em 19 de setembro de 2013 às 11:21:01»
Bem... No fim das contas, medir a felicidade através de hábitos é como perguntar a um homem se ele ama mais a mãe ou a esposa; talvez tenha a mesma intensidade de sentimento por ambas, mas os sentimentos são diferentes. É uma coisa complicada de medir, porque cada um vê o que sente de um jeito. Eu acho difícil ser feliz sem espiritualidade, por exemplo. Mas Buda não achava. Algumas pessoas preferem o silêncio à música, e até usam isso para se desconectar.
avatar
Elbereth em 19 de setembro de 2013 às 09:58:00»
Haiduqque, eu não consigo concordar com você. Já pensei assim, quando era adolescente, mas daí percebi que pensar assim seria me condenar à infelicidade.

Não vejo problema algum em, as vezes, pensar em todas as porcarias que tem no mundo e se deixar afetar por elas. Não é fácil manter uma postura feliz quando pensamos em tanta gente com tanto problema...

Mas fazer isso não vai adiantar nada, pra elas e pra mim. Então, em vez de ficar se afundando em uma espécie de "auto-promoção depressiva", é melhor pensar em formas de ajudar, e fazer. Daí qualquer angustia vai passando.

Marron, se é verdade isso ou não eu não sei, mas é uma frase bacana =D
avatar
Marron em 19 de setembro de 2013 às 07:55:32»
'Amanha...amanha fico triste, amanha. Hoje não. Hoje fico alegre. E todos os dias, por mais amargos que sejam, eu digo: amanha fico triste, HOJE NÃO!'

[Poema encontrado na parede de um dos dormitórios de crianças do campo de Auschwitz].
Tyr 100 Logar em 19 de setembro de 2013 às 07:02:23»
Sou feliz e não sabia!
avatar
Haiduqque em 18 de setembro de 2013 às 22:06:19»
Sinto dois limites para a felicidade - a sua própria intensidade e o implacável tempo.
Sinto um inibidor da felicidade - a lucidez.
Sinto alguma felicidade quando abdico inconscientemente da racionalidade e troco todas as minhas dúvidas por certezas improváveis.
Ao contrário dos crentes, a minha espiritualidade nunca é fonte de felicidade.
Quanto menos racional é um ser, mais feliz parece ser.
Um post feliz.
Sublinharia que uma consciência limpa e tranquila é fundamental. Acrescentaria que cada um tem os seus próprios caminhos da felicidade - uns sentem ela ao "gastar o dinheiro com outras pessoas", outros ao gastar o dinheiro das outras pessoas; para uns é "saber escutar" e para outros é não ter de aturar gente chata...
avatar
Politico Honesto em 18 de setembro de 2013 às 21:32:29»
Mantenho minha opinião.
Talyta em 18 de setembro de 2013 às 20:34:23»
Se essa pesquisa mostra o hábito dos felizes, eu sou triste então, pois não me encaixei em nenhum desses tópicos. :/
avatar
revolt4d4 em 18 de setembro de 2013 às 19:55:37»
confused
avatar
Sentinela em 18 de setembro de 2013 às 19:48:03»
Gostei dessa lista. Me considero uma pessoa muito feliz (o que não quer dizer que não tenha momentos tristes). Mas eu prefiro conversar sobre coisas engraçadas do que sobre coisas profundas.
avatar
Elbereth em 18 de setembro de 2013 às 17:41:17»
Hm... eu dificilmente lembro do sonho, mas costumo lembrar da sensação que ele me traz.

Passa rápido. Qualquer sensação ruim evapora ao ver minha cadelinha rebolando querendo brincar.
avatar
Moonwalker em 18 de setembro de 2013 às 17:28:25»
É uma observação interessante, Niew... O curioso é que eu dificilmente lembro dos sonhos que tive, mas com certeza eles afetam a minha percepção das coisas de alguma forma então...
avatar
Nyew em 18 de setembro de 2013 às 16:55:18»
Moonwalker, a gente sempre ouve falar que pensamentos positivos trazem pensamentos positivos, e vice versa. Certa vez li (não sei se faz sentido) que os sonhos também têm esse "poder", ou seja, se você sonha com coisas boas, acorda humorado, se não, acorda mal.
avatar
Elbereth em 18 de setembro de 2013 às 16:31:42»
Eu tenho me sentido uma pessoa feliz. Não porque tudo está bem, não porque tenho mil amigos, mas porque, de um modo geral, tenho conseguido me virar bem com os problemas que surgem.

Gosto das coisas que tenho, mas se fico sem não me incomodo. Amo demais da conta música, mas as que me deixam mais feliz são as tristes. Faço pouco exercício, mas é um que ajuda muito a felicidade: dança.
E sou pessimista pra caramba, mas tudo bem.

Ah, sim, quando estou triste me forço a sorrir. Fingir que estou bem é me recusar a pensar que estou mal, e isso ajuda...
avatar
Moonwalker em 18 de setembro de 2013 às 16:10:24»
Sim, CN... Científico, bíblico, filosófico e tudo mais. Eu não sou eremita, desapegado, essas coisas. Pelo menos não ainda. Tenho conseguido me virar com menos e evitar comprar coisas desnecessárias mesmo que tenha dinheiro para me dar esse luxo. Assim, quando não tenho dinheiro, não sinto falta de nada, nem dele. Sei que é difícil explicar, estou pensando um monte de coisas ao mesmo tempo agora.
avatar
Elbereth em 18 de setembro de 2013 às 16:01:18»
Ah, a felicidade...
avatar
Confortably Numb em 18 de setembro de 2013 às 16:01:08»
Moon, acho essa questão do desapego as coisas materiais algo quase científico... Quanto mais bens, mais preocupações e mais trabalho árduo para mantê-los... e isso mina nossa felicidade uma vez que, geralmente, as pessoas ao adquirirem algo, não se deleitam integralmente com aquilo, mas sim voltam seus esforços pra proxima aquisição, "pro próximo passo".
Recentemente li uma matéria de um milionário norte americano que trocou uma mansão, barcos, varios veículos e empregados por um pequeno AP em Manhatan onde vive apenas ele e a mulher.... Ele se diz muito mais feliz hoje em dia e a maneira como ele expõe leva a uma reflexão muito interessante.
avatar
Angelina em 18 de setembro de 2013 às 15:47:19»
Eu tenho alguns desses "hábitos".

Até que tenho aprendido a apreciar mais o momento, esses anos.
Digo...Gosto pelos prazeres simples da minha rotina.
Acho que tenho estado muito melhor sabendo agir e ser assim, mesmo não sendo muito extrovertida.
Faz bem, faz bem...
avatar
Moonwalker em 18 de setembro de 2013 às 15:45:04»
Esqueci de falar: ia escrever cedo ou tarde aqui no Mdig sobre a relação entre simplificar a vida e ser feliz. Eu me sinto melhor quando tenho menos coisas materiais para me incomodar.
avatar
Moonwalker em 18 de setembro de 2013 às 15:42:57»
Concordo com a maioria. Não entendo, tem dias que acordo feliz da vida já, mas tem dias que eu simplesmente não me sinto feliz, não importa o que aconteça de bom. Apesar de cultivar a espiritualidade, tenho dificuldade para me desconectar das coisas. Tambem dou risada de coisas bobas mesmo quando não me sinto bem. Durmo mal pra caramba, faço poucos exercícios, sou pessimista. Não conheço pessoalmente alguem que aprecie a música tanto quanto eu.
Valorizo pequenos prazeres, celebro pequenos triunfos...
De acordo com a pesquisa, talvez eu não seja tão feliz assim, só um pouco louco. Se me dissessem isso eu até concordaria.
avatar
Moonwalker em 18 de setembro de 2013 às 15:33:20»
cool cool cool cool