Faça o seu comentário

:

:







Comentários

avatar
Haiduqque em 19 de setembro de 2013 às 19:00:45»
Problema complicado com dualidade de valor.

De um lado, o instinto territorialista humano; do outro lado, o fato de todo o planeta ser de todos e não de apenas alguns.
De um lado, aqueles que acham que deve haver controle nas populações para garantir qualidade de vida àqueles que se esforçam por a ter; do outro, todos os que não constroem pontes e apenas as usam.
De um lado aqueles que constroem, limpam, cuidam e que, com muito esforço e dedicação, defendem uma terra, mesmo em tempos adversos; do outro aqueles que saltitam de terra em terra em busca das melhores oportunidades e nunca criando raízes.
De um lado os que acham que só "pessoas qualificadas" ou com dinheiro devem poder circular pelo planeta e estabelecer a sua casa onde desejam; do outro, os que acham que isso levará a uma futura tirania feudal, em que os ricos são pessoas e o resto é apenas "gente".

Entre estes dois opostos já existe um muro. Este muro ninguém quer destruir nem transpor.
avatar
Politico Honesto em 19 de setembro de 2013 às 18:52:35»
Eliminar fronteiras só funciona por um curto espaço de tempo (variável, obviamente, levando em consideração diversos fatores), pois, cedo ou tarde, distintos grupos – cada qual com sua própria ideologia – se formam dentro do agrupamento maior, homogêneo. Quando há liberdade de pensamento, há espaço para novas ideias, que podem ir de encontro às "tradicionais". Então, a dissociação torna-se iminente.
avatar
Lyrion Matheus em 19 de setembro de 2013 às 17:36:59»
É tudo muito triste, compreensíveis os dois lados, mas tudo triste...
avatar
Dessabelle em 19 de setembro de 2013 às 16:24:58»
Propriedade particular e fronteiras são coisas que existem desde que a humanidade começou a viver em sociedade, não adianta fazer mimimi por causa disso. Além disso, se não gosta desse tipo de coisa imagino que deixe a porta da sua casa aberta para quem quiser entrar e fazer o que bem entende lá dentro não é? Afinal, comparado a muitas pessoas que não tem nem onde morar você também está vivendo no "bem-bom" não? Você realmente trabalha o dia inteiro para fazer sua casinha fofinha, cheirosinha, do jeito que tu quer para um estranho entrar na sua casa e assaltar a geladeira assim na boa? Nunca tentaria entrar ilegalmente em outro pais ou se quer invadir a casa de outra pessoa, e também não gostaria que fizessem isso no meu pais/casa. E além do mais, sem nenhum tipo de registro vai saber que tipo de pessoa tá entrando no pais? se com documentação certinha e tudo as vezes entra uns tipinhos perigosos imagina assim sem nada...
Osaminha em 19 de setembro de 2013 às 16:02:46»
O grande problema destas pessoas que buscam algo melhor é que é uma situação muito semelhante a que ocorre com a maioria dos nordestinos que vão para a cidade grande em busca de oportunidade, melhores condições, etc.
Me diga o que uma pessoa sem qualificação alguma vai conseguir na cidade grande?
A grande maioria destas pessoas não tem qualificação.
Ai chegam na cidade grande, não conseguem emprego ou se consegue é um sub-emprego e no fim das contas só aumenta o número de desempregados, dependentes de bolsa familia e até mesmo criminosos.
Isso é o que quase sempre acontece.
Assim, sou a favor da migração apenas de pessoas qualificadas e que tenham condição de se sustentar no novo lugar.
avatar
Angelina em 19 de setembro de 2013 às 14:01:15»
Imagine não existir países ou posses.
avatar
Moonwalker em 19 de setembro de 2013 às 13:07:29»
E falando nisso, ainda sonho com um mundo sem fronteiras. Tenho motivos para sonhar.
avatar
Confortably Numb em 19 de setembro de 2013 às 13:06:14»
E eu odeio M&M's marrons.... rolleyes
avatar
Moonwalker em 19 de setembro de 2013 às 11:41:39»
Ganância, supremacia... São qualidades que nunca servem ao bem comum. E mais uma vez é a população quem sofre. Odeio o capitalismo, odeio esse sistema, odeio tudo!
avatar
Nyew em 19 de setembro de 2013 às 10:55:12»
Foda estas coisas!
avatar
Moonwalker em 19 de setembro de 2013 às 10:48:49»
cool cool cool cool