Faça o seu comentário

:

:







Comentários

awa...21 em 12 de dezembro de 2013 às 13:45:50»
Hoje em dia tudo gera desconfiança, desde uma promoção no trabalho ao sorteio de grupos da FiFA.kkkkkk
E o caso do Uruguai cair no mesmo grupo com Inglaterra e Itália, o Chile cair com Espanha e Holanda? Futebol é 11 vs 11 dentro do campo!
avatar
MalditaGravit em 11 de dezembro de 2013 às 08:08:23»
Dinheiro *-*
twisted twisted twisted
Feldspato em 10 de dezembro de 2013 às 22:57:25»
trar, "coincidentemente" cidades cujo turismo é fraco, como Curitiba e Cuiabá (que na verdade são passagens para pontos turísticos), só vão receber jogos de seleções fracas ou meia boca (exceto um jogo da Espanha em Curitiba).
Curitiba: Ira, Nigéria, Honduras , Equador, Rússia, Austrália e Argelia;
Cuiabá: Chile, Coreia, Bosnia, Japão e Colombia...
Já a "queridinha" do turismo brasileiro, Salvador receberá nada menos que Espanha, Holanda, Alemanha, Portugal, Uruguai, Itália e... Brasil.
Coincidência né?
Sem contar a incrível "sorte" de Porto Alegre receber a Argentina...
Ah, vai ver que é tudo coincidência mesmo...
Diojenes em 10 de dezembro de 2013 às 17:15:11»
Ninguém mais do que eu vai torcer para a derrota do Brasil nessa copa (inutilmente caso esteja comprada),
pois se o Brasil não é bom nas coisas essenciais, que não seja nas supérfluas.
Essa copa está sendo usada pra entreter um povo lascado, um agradinho mediante a tanta miséria mascarada, +ou- como Roma com seu coliseu e seu gladiadores. O governo do brasil aprendendo a ser malandro com a história, essa parte eles estudaram!
avatar
Cheat em 10 de dezembro de 2013 às 15:49:48»
Também penso por aí. 2V

Por que a Fifa é tão "poderosa"? Por que as negociações futebolísticas são tão absurdamente caras? Simplesmente porque existe um número exorbitante de fanáticos que lotam os estádios - e os bolsos dessa indústria inútil. Hobby tem que ser visto e tratado como hobby. Me sinto realmente insultado quando, após um dia de labuta e correria, vejo, de relance, um jogo de futebol e noto as arquibancadas lotadas; lotadas de pessoas como eu, mas que não enxergam ou não se importam com o fato de que seu suado dinheirinho está ajudando a pagar milhões a um bando de imbecis para que chutem um pedaço de couro. E outra parte remunerando os sujeitos que moldam e configuram o futuro do tão amado esporte. O pior é que não vejo horizonte de mudança - não que eu me importe -, só cumpro minha obrigação moral de não fazer parte dessa patetice coletiva. Não dou ibope. Nunca fui. Nunca irei.
avatar
Marron em 10 de dezembro de 2013 às 14:09:35»
Nada a ver isso aí...
Romer em 10 de dezembro de 2013 às 13:03:38»
Eu sei que tudo está relacionado e que tudo faz parte de um todo. Mas eu estou me lixando se têm manipulação ou não. Jogo, Copa do Mundo, é hobbie. Esporte é bom quando a gente faz, sua saúde agradece, seu coração agradece e no futuro o seu bolso vai agradecer também. Devemos nos preocupar com nossos filhos, como eles estão indo na escola, com uma boa alimentação, em falar bom dia para as pessoas na rua, em plantar uma árvore na porta de casa e etc... O resto... é resto! Não vou nem falar das pessoas (marginais) se matando nos estádios.
avatar
Confortably Numb em 10 de dezembro de 2013 às 11:59:05»
Pois é, também não duvido de nada.

Na verdade, essa forma de 'potes' com que eles sorteiam ja favorece e muito as seleções 'cabeças de chave' que são o país sede e as melhores seleções no ranking da fifa de novembro se eu não me engano.
Geralmente os paises africanos e asiáticos ficam bem espalhados entre os grupos e apenas um ou dois grupos (os chamados, da morte) ficam com duas seleções realmente fortes... 3 seleções favoritas em um grupo, por exemplo, nunca vai acontecer.
Não é essa a idéia que eu tenho de sorteio, pra mim, maracutaia ou não, ele já é bem arranjado naturalmente.
.Tyr em 10 de dezembro de 2013 às 11:53:47»
Eu vou me odiar por isso, mas o que o individuo abaixo relatou faz sentido.

(Vê se não acostuma)
avatar
Politico Honesto em 10 de dezembro de 2013 às 10:34:03»
"Sempre existiu uma desconfiança que o país local é geralmente protegido no sorteio e até mesmo na arbitragem"

Copa de 1998. Na ocasião, muito se falava que o seu objetivo era fazer com que a anfitriã – a França – saísse vitoriosa (motivo: "animar" a população francesa, diante da situação em que o país se encontrava), e tal especulação ganhou força com a sua vitória sobre o Brasil, na final (onde este não jogou porra nenhuma). A polêmica se estende até hoje (muitos sites – conspiracionistas, diga-se de passagem – garantem que essa final foi comprada e que a Nike teve participação nisso), mas não se resume a isso. O boato (ou a conspiração, como queiram) que circulou algumas semanas depois era de que, para compensar a derrota do Brasil, a vitória da próxima copa ficaria com o mesmo e que ele sediaria o evento, posteriormente. Na Copa de 2002, o Brasil, na visão de muitos, conquistou facilmente o título; além disso, muito se reclamou da arbitragem, que foi acusada de favorecer as seleções anfitriãs (lembro de dois gols que foram anulados e ninguém entendia o porquê).

Enfim, são apenas especulações. Contudo, não duvido de nada.
avatar
Politico Honesto em 10 de dezembro de 2013 às 10:11:21»
Eu estava lendo isso agora há pouco.
Qualquer negócio onde há muito dinheiro envolvido está sujeito a armações – e futebol é um exemplo.