Faça o seu comentário

:

:







Comentários

AChein em 04 de abril de 2014 às 20:29:44»
o riso é fantástico. absolutamente fantástico e contagiante. assiti o vídeozinho por tres vezes seguidas. tks, admin, salvou um dia ruim.
Paulo Rogério em 04 de abril de 2014 às 08:24:16»
Para o pessoal do segundo vídeo já pode fechar todas as escolas de medicina e hospitais. Encontraram a panaceia universal. Vão todos consultar com a pastora. Quanta ignorância.

Sabe qual remédio para todas as doenças? O conhecimento.
George Fox em 03 de abril de 2014 às 16:06:58»
O bom humor do primeiro vídeo se desfaz totalmente ao ver o segundo. Devia evitar isso admin. Mas..... eu não tenho pena deste bando de ignorantes, eles procuram isso, gostam de ser enganados. Tem mais é que se ferrar!
Elson Antonio Gomes em 03 de abril de 2014 às 15:17:54»
Uma pena como ultimamente surgiram pessoas que usam 'antolhos'. E pior, a maioria delas tem que usar focinheira senão mordem.
Sylvinha em 03 de abril de 2014 às 13:15:20»
Eu não disse que você é ignorante, você está dizendo.

Continua parecendo "estória" mal contada.

Um bom enredo fantasioso para filmes tipo B.

Você parece confuso.

Repito: eu não disse que você é ignorante, você que está dizendo.

Procure um médico, ele poderá te ajudar com seus problemas de saúde.

O velho mimimi de se fazer de coitado. Ninguém te agrediu, só duvidei (e continuo) da sua "estorinha". Mas vai um dia no céu, filma seu deus e depois posta no youtube pra gente ver. Do contrário fica bem difícil acreditar.

Não vou mais perder tempo, senão daqui a pouco vai dizer que estou ferindo sua liberdade religiosa.
avatar
LukeSchimmel em 03 de abril de 2014 às 11:56:31»
Canadenses são brasileiros no Norte, acredite. rolleyes

Mulheres e mulheres.
Elson Antonio Gomes em 03 de abril de 2014 às 05:13:31»
Cara Sylvinha, só fico triste de as pessoas acharem ignorantes quem tem uma fé. Eu não acho ignorante quem não tenha. Não acho ignorância não acreditar em um dos cinco mil deuses. Até acredito nos cinco mil ‘deuses’, mas aí já é outra história que alongará muito. Muito mesmo! Eu acredito em um Deus e não estou pedindo a ninguém para acreditar, não estou pedindo a ninguém para pagar o “trízimo” + oferta + o dízimo do “trízimo” + o dízimo da oferta. E nem pedindo também para ir à Igreja, pois eu não vou desde que não seja casamento.

Este pastor (que não curto muito usar o título de pastor, pois para mim não é. Como não curto usar o título padre, pois padre é pai em italiano, então o cara não é meu pai.) nunca mais o vi. Só quis contar uma curiosidade que aconteceu comigo. Não é mentira, pois o que eu ganharia vindo aqui escrever uma estória (ainda uso as palavras história e estória para diferenciar).

Posso contar outra de quando fui num terreiro e a mãe de santo disse que iria tirar o espírito maligno que estava em meu irmão e fazer baixar numa tiazinha que estava com ela. Esta tiazinha era uma senhorinha pequena, aparentando ter uns 70 anos, magrinha e banguela. Quando a mãe de santo disse que mandou o espírito para esta tiazinha, ela começou a falar coisas com uma voz diferente (até aí tudo bem), e depois pegou uma galinha que estava no terreiro (ai começa a complicar, pois creio que todos saibam que pegar uma galinha não é fácil), arrancou a cabeça da galinha como ela fosse de plástico ou de papel, e começou a comer a cabeça com pena, bico e tudo. A tiazinha era banguela! Se alguém me contasse isso, eu ficaria meio duvidoso, mas não, eu vi!

Tem um vídeo no ‘Youtube’ de um dono destas Igrejas grandes dizendo que se o fiel der o dízimo de mil Reais, ele passará a ganhar 10 mil Reais. E ele fica nesta conversa. Vc acha? Agora tem coisa que vc vê e que não tem explicação, e se não tem explicação, pessoas como eu se prende em algo que também não tem explicação, mas que acreditamos que é Deus.

Eu lei o site “Ateus do Brasil” do Patrick. De vez em quando escrevo um comentário e nunca fui chamado de ignorante. E ele sabe que não sou ateu e dialogamos numa boa, sugiro até postagens para ele.

Eu creio em Deus, não creio em tiozinho dono de Igreja. E até me uso, pois tenho depressão, síndrome do pânico, síndrome do cólon irritável (que não tem cura) e ansiedade. Então eu vou nestas Igrejas por a palavra destes tiozinhos em prova, mas não a de Deus. E desde que eu vi o vídeo que indiquei da mesma senhora do vídeo da postagem, quero ver onde ela fica para poder ir lá e ver se ela tem esta fé toda.

Minha crença em Deus não é motivo para eu ser agredido, como também minha crença em Deus não me faz besta de acreditar nestes charlatões. Ma vai um dia a Paris e toque na Torre para ver se realmente ela é de metal.

Abraços a todos!
avatar
Politico Honesto em 03 de abril de 2014 às 01:23:58»
"Assim esses descarados curam aidéticos, cegos voltam a enxergar, paralíticos andam, curam pessoas com câncer... enfim."

Só não curam ignorantes de sua ignorância; afinal, se fizerem isso, perderão sua clientela. Se bem que alguns ignorantes não têm cura.
avatar
Politico Honesto em 03 de abril de 2014 às 01:12:38»
1º Vídeo: simples.
avatar
PadreTorque em 02 de abril de 2014 às 20:58:37»
Esse vídeo do mágico alegrou minha noite !!!
Ver essa gente sorrindo, deixa a gente feliz !!!
smile
Agora...
O da "pastora" é pra fuder com o cú do palhaço !!!
Quando essa gente vai ser exterminada ???
:-/
Sylvinha em 02 de abril de 2014 às 20:32:03»
Desculpe Elson, não é nada contra você nem é aborrecimento, é pena da história mal contada e do argumento.

Se você não tem certeza peça para o pastor levantar a minha mão. Pronto, é coincidência!

Pois eu não acredito em um deus só a mais do que você, já que com certeza você não acredita nos outros 5000 deuses. Antes que venha me corrigir... “deus” é um substantivo comum, não é nome próprio, por isso deve ser escrito em minúscula e com um complemento como “deus do trovão” ou Thor, “deus cristão” ou Jeová, “deus da guerra” ou Ogum, etc.

Andanças e experiências não são sinônimos de sabedoria.

Eu não preciso ver a Torre Eiffel para saber que é de metal, vi seus vídeos e li sua história. Porém nem eu nem ninguém viu ou assistiu a imagem de quaisquer deuses, só contaram.

Tais bolas pretas e laranjas estão parecendo testemunhos que fazem nos cultos. Aleluia!
Matahari em 02 de abril de 2014 às 20:26:12»
E as pessoas morrem por deixar de procurar atendimento médico acreditando nesses bandidos.
Eles deviam ser julgados por homicídio .
Elson Antonio Gomes em 02 de abril de 2014 às 16:39:26»
Poxa Sylvinha, se eu te aborreci, sinto muito, não foi minha intenção. Mas o cigarro não me fazia nenhum mal aparente. Jogava futebol e praticava corrida. Eu sabia que o vicio me faria mal, e queria muito parar de fumar, mas quem fuma sabe que é um vicio maldito e difícil de largar, ainda mais se a pessoa for fraca e ignorante como eu.

Por isso que no final deixo em dúvida se foi a oração do pastor ou se foi uma coincidência. O importante para mim é eu não ter mais este vicio.

Mas creio em Deus, creio que Ele exista como creio que ele me odeia. Quando uma pessoa religiosa chega para mim e diz que Deus me ama, eu peço para essa pessoa dizer para Ele deixar de ser sadomasoquista, pois eu não sou masoquista. Se Ele nos deu o livre arbítrio de escolher entre o bem e o mal, eu escolho o bem para todos e para mim.

Não nasci na era da internet, minha educação foi feita em andanças por aí, e nestas andanças vi muita coisa.

Vi! Não assisti e nem me contaram. Então não desacredito de Deus nem do diabo. Mas sou um ignorante, fazer o que? Quem sabe algum dia o Deus que eu acredito ignorantemente me faça deixar de ser um ignorante.

Mas deixo uma pergunta: alguém tem no estômago para por para fora bolas pretas e laranjas sem que tenha ingerido-as antes?
Sylvinha em 02 de abril de 2014 às 15:12:01»
Eu parei de fumar porque me fazia um mal danado. Não precisei de ninguém para me dizer isso. A ignorância é realmente uma bênção.
Elson Antonio Gomes em 02 de abril de 2014 às 14:18:01»
Luisão, esta mesma senhora 'tira para fora e opera' (como diz o título) o coração de um homem.
Link:https://www.youtube.com/watch?v=vJkFIk-4uHc

Mas também preciso dizer o que aconteceu comigo. Aí fica a critério de cada um em acreditar ou não: em 1996 uma promotora que trabalhava comigo, me chamou para ir na Igreja que ela ia dizendo que o pastor iria me ajudar num problema que tinha. Para não desfaze-la, aceitei o convite e ela me levou num senhor que tinha uma Igreja evangélica numa garagem de uma casa. Conversamos, contei meu problema e de tabela esta minha amiga falou para ele que eu fumava. Ele me pediu o maço de cigarro, segurou, fez suas orações e pediu para mim cheirar. Cheirei e nada. Ele orou de novo, me devolveu o maço e me disse que iria para de fumar.
Para mim, entrou por uma orelha e saiu por outra. O problema que me levou a ser convidado a ir lá nada aconteceu até hoje e sei que nunca irá acontecer. Mas o cigarro, alguns dias depois no meu serviço, comecei a passar mal, muito mal que pedi para alguém me levar embora, pois sozinho não conseguia. Chegando em casa, depois de um tempo, eu vomitei umas bolas pretas e outras laranjas. Coisa que nunca vi na minha vida. E na hora melhorei e amassei meu maço de cigarro e dei meu isqueiro para alguém e até hoje não suporto o cheiro de cigarro.
Foi a oração do pastor, foi coincidência? Não sei, só sei que rolou assim e sou muito grato por não ter mais este vicio que é horrível!
E adorei o "trízimo"! Este não conhecia ainda.
avatar
xandy46 em 02 de abril de 2014 às 12:01:14»
O primeiro vídeo é divertido, porém não me admiro mais com cenas do segundo. Deixa os idiotas irem se curar nas igrejas, menos burros no mundo.
avatar
xandy46 em 02 de abril de 2014 às 11:57:02»
First! mrgreen