Faça o seu comentário

:

:







Comentários

Matheus em 04 de outubro de 2016 às 14:33:40»
Deus criou macho e fêmea tudo que for contrário a isso é incoerente aos principios da propria natureza humana..triste as pessoas existe em coisa abissurdas
José Roberto em 22 de novembro de 2015 às 22:46:47»
As crianças sempre sofrem pelos erros dos seus pais, por mais que queiram seu bem, as vezes cometem erros sem querer.
Yess em 12 de fevereiro de 2015 às 21:57:14»
Como alguém se dá o direito de fazer um experimento com pessoas que nem têm condições de responder por si próprias? Simplesmente absurdo. Se fosse o médico, não ia conseguir viver na minha própria pele. Lastimável.
avatar
PadreTorque em 24 de dezembro de 2014 às 20:11:27»
Repito...
Que vida desgraçada....!
:-/
zé rosquinha em 24 de dezembro de 2014 às 18:38:50»
Trágico.(2x)
Isabela em 28 de junho de 2014 às 23:59:27»
Trágico.
arilucia em 23 de junho de 2014 às 21:28:25»
Nada na vida deve ser forçado, o curso natural e o amor é o caminho a ser seguido.
avatar
Dominique em 23 de junho de 2014 às 12:04:19»
Esses pais devem se culpar se pelo resto da vida, se bem que eles foram muito inocentes, e não fizeram por mal.
Jeferson Moura em 20 de junho de 2014 às 14:04:22»
Essa história é um tapa de luva na cara de quem insiste que a homossexualidade pode ser curada, que a transsexualidade é uma opção.
Cláudio da Silva em 16 de junho de 2014 às 10:07:44»
Saudações.

Isto não tem nada a ver com a história da psicologia. Este foi um "tratamento" concebido por um médico que não entendia nada sobre psiquismo e muito menos sobre sexualidade, que quis fazer um teste com humanos.
L!$@ em 14 de junho de 2014 às 20:28:03»
Mas tentaram mudar sua mente, sua sexualidade também, inclusive faziam seções com ele tentando mudar sua cabeça,o criavam como uma menina mas não conseguiram faze-lo mudar, claro... Isso não existe, cada um já nasce com sua sexualidade e o garoto mesmo como uma menina agia como um menino, sofria preconceito na escola e o médico acabou abandonando tudo e fugindo!!! Não mudaram só seu corpo, também tentaram mudar sua mente.
Diego em 14 de junho de 2014 às 11:35:23»
Isso é uma maluquice total, mas o que mudaram foi o gênero do garoto, e não a "sexualidade" dele, mesmo que ele fosse homossexual, é provável que não se sentisse bem sendo uma menina
avatar
Nana em 11 de junho de 2014 às 13:44:26»
fool Impressionante!
L!$@ em 11 de junho de 2014 às 13:25:27»
E ainda existem pobres mentes q afirmam d todas as formas ser a criação q forma um indivíduo em homossexual, esta história é a prova mais contundente de q vc já nasce com sua sexualidade! O tanto q lutaram para q esta pessoa desde criança se tornasse uma mulher, mudaram seu corpo, o criaram com brinquedos de garotas, o tratavam como uma mas ele era um menino e nada o fez mudar!

Da mesma forma é um homossexual, ele nasce assim, todos querem q mude o criam como um garoto, com brinquedos de meninos, o forçam mas não dá... Ele é assim e pronto! Quando que a sociedade aprenderá a respeitar as pessoas do jeito q elas são? Sem juga-las, maltrata-las, apenas por não fazerem parte daquele padrão perfeito q todos impõem? Muito triste a história.
avatar
Haiduqque em 10 de junho de 2014 às 14:43:12»
Perante a eloquência das palavras do Edgar Rocha, só me resta nada acrescentar...
Talvez apenas mencionar que a circuncisão de crianças, por questões de tradição e não de saúde, é absurda e prepotente.
Edgar Rocha em 09 de junho de 2014 às 22:24:34»
Nenhum período histórico foi tão prolífico para o conhecimento tanto da fisiologia quanto da psiquê humana do que o período entre-guerras. O nazismo definiu parâmetros e paradigmas a respeito da psicanálise, da psicologia e da psiquiatria. Os experimentos e todo o conhecimento aduirido por este regima foram transferidos para as nações vencedores da Segunda Guerra, graças ao translado dos gênios a serviço de Hitler para os Estados Unidos, sobretudo, mas sem dúvida para todo o restante do Continente Americano. O Brasil teve a honra de receber Mngele.
Quando escuto certos aforismos de especialistas de inúmeras áreas do conhecimento, percebo o quanto este período foi crucial para a construção de paradigmas científicos, filosóficos, políticos... e sociais, sobretudo. As perguntas que devemos fazer são: o quanto somos permeáveis a este mundo e o quanto contribuímos para sua manutenção?
Não sei vocês, mas, depois desta questão, olhei em torno, li o Google notícias, fechei os olhos e dentro de mim, lá bem no fundo de minha mente, vi um pontinho de luz, quase apagado, me mostando o caminho ao regresso. Olhei pra frente e não tinha fim. Devems continuar?
Davi em 09 de junho de 2014 às 22:04:11»
O final está estranho.Brian não virou Brenda? Ali no final faz a inversão.
avatar
Politico Honesto em 09 de junho de 2014 às 21:25:00»
"Pior a emenda que o soneto" – neste caso, até as últimas consequências.
avatar
PREDADOR em 09 de junho de 2014 às 19:07:55»
Roooaaarrr... Que triste história...
avatar
PadreTorque em 09 de junho de 2014 às 18:55:12»
Que doido....
Puta que pariu. Que vida desgraçada...
:-/
avatar
PUBI em 09 de junho de 2014 às 18:36:59»
Humanos... confused