Faça o seu comentário

:

:







Comentários

avatar
Rex em 25 de janeiro de 2015 às 21:29:58»
Oras, se quer um nome original por que não vai no sitio ou em algum lugar com pessoas de escolaridade baixa e você vai encontrar vários nomes "únicos" tais como "Malcoljéquison, xerox, fotocopiadora, chaquira, Róliudi Maik, Jhennifer Karolyne Kristenne da Chica" e o melhor "Lucicleide" lol lol
Isabela em 24 de janeiro de 2015 às 23:23:49»
Exclusividade custa caro.
avatar
Nyew em 24 de janeiro de 2015 às 16:59:01»
Se for pela grafia, minha mãe perdeu dinheiro!

Assinado: Nyewton biggrin
zé rosquinha em 24 de janeiro de 2015 às 08:07:01»
De nome raro é só ir pra Euskadi e pronto!
zé rosquinha em 24 de janeiro de 2015 às 08:06:18»
Só sei que na Espanha teve uma época que todos deviam se chamar Jesus e Maria.
isaisayan em 24 de janeiro de 2015 às 03:58:56»
darei dicas pra alguem que pensa em gastar com bobagem( katonsho!
zertusco!Arbiantro!Guiquas gente ajuda ai vai
avatar
Haiduqque em 24 de janeiro de 2015 às 02:05:50»
Enquanto os humanos tiverem nomes, sejam eles originais, banais ou absurdos, ainda há esperança na humanidade. Quando um dia os nossos descendentes forem designados por números e um códgo de barras, então olharão para o passado com estranheza por ter havido tantos "mohameds", tantos milhões de "diegos", "marias" "johns", "joões"... e tão poucos "marcongeksons".
avatar
PadreTorque em 24 de janeiro de 2015 às 01:36:25»
Eu faço isso por 1000 pilas, se quiserem...
:-/
avatar
PREDADOR em 23 de janeiro de 2015 às 22:06:04»
Roooaaarrr... Rogério... Casa de ferreiro, espeto de???
Rogério em 23 de janeiro de 2015 às 20:36:30»
pagar 80 mil para um empresa q tem como nome Erflogswelle, escolher um nome pro meu filho .... fica difícil ...
avatar
sol em 23 de janeiro de 2015 às 18:06:54»
Não sei se a primeira palavra que veio à minha cabeça cabe no assunto mas ela foi: individualismo (no mau sentido).

Andei pensando sobre a forma como estamos vivendo agora.
Não há incentivo ao coletivismo, à união.
Estamos vivendo uma época de segregação ou dissociação, não sei bem ainda.
Sutilmente as pessoas estão sendo levadas a isso. São "repartidas" em grupos de forma errada, com ênfase nas diferenças e não agrupadas pelas similitudes.

Posso estar fantasiando...mas agora é tudo: eles e nós.
Em várias situações. Seja qualquer "eles" ou qualquer "nós".
Uns contra os outros.
Acho que dessa forma perde-se muito em amor, cooperação, solidariedade, afetividade e espiritualidade.

Ai, saí do tema mas...que há de errado com os nomes que usamos hoje?
Richarlison, Grace Kessy, Ramon Pablo, Christianderson e outros? mrgreen
zé rosquinha em 23 de janeiro de 2015 às 17:30:15»
Bem o meu nome é Tristán.