Faça o seu comentário

:

:







Comentários

avatar
Haiduqque em 31 de maio de 2015 às 17:03:20»
As fronteiras na maior parte dos países da Europa apenas marcam pontos de mudança jurídica ou linguística. Sem muros ou qualquer tipo de controle, são apenas simbólicas.
São uma possibilidade de viajar no tempo - com um único passo de Espanha em direção a Portugal podemos ficar 1 hora mais novos. Na passagem de ano há quem queira celebrar duas vezes a meia-noite.
Mais do que entre países, as fronteiras mais vincadas e profundas são dentro das cidades de quase todo o planeta. Passar de uma vida em favela para outra em bairro contíguo de apartamentos de luxo é uma transposição de fronteira quase impossível.