Faça o seu comentário

:

:







Comentários

L!$@ em 16 de julho de 2015 às 18:55:53»
socram3185, exatamente, sem contar nas camisinhas e na masturbação, tanto esperma "desperdiçado" rsrsrs... Se os héteros só transassem para se reproduzir o mundo seria bem diferente não acha? Rsrsrs... Quando o assunto é a homossexualidade eu já ví tantos preconceituosos falando absurdos para se justificar, isso é só um exemplo. É triste, muito triste, como falei no meu outro comment que há coisas que outras pessoas falam que já presenciei e eu nunca falaria para ninguém, apenas por seu próximo ser o que é negro, gordo, homossexual... A lista é imensa, não compreendo pessoas assim, que machucam seu próximo se sentindo superior, quando na verdade todos somos iguais!
socram3185 em 16 de julho de 2015 às 07:20:38»
Engraçado que se veja a homossexualidade somente pelo fato de se dar o r***. A relação entre duas pessoas, seja hetero ou homossexual, baseia-se em afeto, compreensão, companheirismo e etc. Me assusta que essa relação seja definida somente no tocante sexo e/ou órgãos genitais por alguns. Pior ainda que exija-se a finalidade de reprodução. É lamentável.

Se reprodução é a finalidade da relação heterossexual, como alguns afirmam, talvez haja necessidade de reavaliar a situação. Os casos de crianças abandonadas e abortos só aumentam...
Osaminha em 15 de julho de 2015 às 10:48:26»
Querem dar o rab** que deem!!! Cada um faz o que quer com o corpo...
Agora só não venham querer que este comportamento bizzaro e antievolucionario seja aceito como algo normal.
Pois não é, se dependessemos só dos gays a humanidade estaria extinta, já que não é possivel a reprodução. Obviamente que tem algo de errado nisso.
Mas para nossa sorte a propria natureza é sabia e elimina esse individuos (já que não se reproduzem) não permitindo que esse comportamento seja propagado adiante.
Rex (Não conectado) em 14 de julho de 2015 às 23:20:29»
Eu também não entendo isso de ficar irritado com uma pessoa só por ela ser o que é! É uma coisa completamente ignorante ter raiva (raiva não) ter ódio de uma pessoa por ela ser gay, ou negro ou qualquer outra coisa, é mórbido isso! Isso é a maior ignorância e falta de no mínimo, um pensamento crítico (por parte das pessoas) que têm raiva de gays por que sua religião condena, por que sua religião diz que é pecado.
L!$@ em 14 de julho de 2015 às 22:35:10»
Faço minhas as palavras já ditas nos outros dois comment's. Realmente, a Rússia é louca, lá vc apanha por bem menos. Já vi videos deste lugar que nem acreditei no que estava vendo, esse povo é realmente estranho e violento, claro que há suas exceções, mas falando dos Russos, são poucas, bem poucas as exceções...

Com relação a religiões, não compreendo como uma pessoa ler palavras de ódio ao próximo e prega o desamor e a intolerância julgando estar fazendo o bem e distribuindo amor em nome de Deus... É realmente contraditório e desumano bater e falar ofensas a uma pessoa pelo que ela é em nome de Deus. Eu me sinto mal vendo pessoas humilhando outras e se sentindo superior a elas por algum motivo como a sexualidade ou aparência, já presenciei pessoas falando para o próximo palavras que eu jamais falaria para ninguém por esses motivos que citei, tratando o outro como um lixo, tanto pela sexualidade como pela aparência. Quando presencio uma cena dessas me sinto mal, não consigo não me colocar no lugar da pessoa ofendida. É triste o mundo em que vivemos!
avatar
PadreTorque em 14 de julho de 2015 às 15:56:52»
Bom...
Sendo a Rússia o país mais ogro do mundo, não há nenhuma surpresa...
:-/
avatar
Haiduqque em 14 de julho de 2015 às 13:52:47»
Ficar incomodado com a felicidade de 2 seres e impassível com o sofrimento de milhões, isso é humano, demasiado humano.
Depois ainda há quem fique surpreendido por muitos optarem pela companhia de animais, mantendo a máxima distância possível dos da sua espécie.
No caso do video, aquele é um preconceito fomentado pelas religiões. Um ódio milenar não desaparece numa geração. Quem acha que religião é amor e tolerância, não conhece nada de História. Nada mesmo.