Faça o seu comentário

:

:







Comentários

avatar
Marya em 19 de outubro de 2015 às 21:10:17»
Concordo com a nicinha.
Outra pessoa no lugar dela teria se descabelado, estrebuchado, cortado os pulsos, desmaiado, tido um enfarte, ou coisas assim. Depois, começaria maquinar uma forma de vingança, talvez amassar o carro do noivo com marteladas, furar os quatro pneus do carro do noivo, postar fotos do noivo pelado na internet, pôr fogo na casa do noivo, mandar uma carta bomba para o noivo, ou coisas assim.
Depois então entraria em depressão, se trancaria no quarto e devoraria 20 caixas de bombos, 300 barras de chocolate ao leite e 12 tortas de limão com chantili e recheio de chocolate.
E levaria anos e anos até voltar ao normal e querer se aproximar de algum homem novamente sem sentir o desejo de furar seus olhos.

Mas essa noiva do post mostrou uma tremenda presença de espírito e sangue frio, combinados com uma grande ideia de aproveitar toda aquela comida da melhor forma possível.
Ta de parabéns.
.Tyr. em 19 de outubro de 2015 às 20:23:12»
Ou muito corajoso. Melhor a brevidade do que prolongar algo que não vai pra frente em certos casos.

A moça é altruísta. O que já ganhou meu respeito. A dor é inevitável, mas o sofrimento é opcional.
avatar
nicinha em 19 de outubro de 2015 às 14:02:30»
Ela foi muito generosa ao dar o banquete de casamento às pessoas famintas.Ao invés de ficar choramingando pelos cantos teve essa atitude linda,que fez a diferença na vida de muitas pessoas , pois para muitas delas talvez aquela seria a primeira e única refeição do dia.
Já o noivo, no mínimo foi covarde por terminar o casamento à última hora.