Faça o seu comentário

:

:







Comentários

Edgar Rocha em 28 de abril de 2016 às 02:35:12»
Achei incrível. Mas, acho que a leitura vai um pouco além disto que o texto do administrador propõe. O final me levou ao sentido de uma existência cíclica, mas ao mesmo tempo me fez lembrar da lei do retorno. Creio que a retomada da natureza ao seu espaço, não extinguindo a humanidade, mas a colocando em seu devido lugar - um lugar restrito ao de partícipe do mundo natural - não levará muito tempo para acontecer. Não se trata de ser apocalíptico. Apenas, verdadeiro.
Epidemias, catástrofes, degelo, esgotamento de recursos, desertificação, intervenção humana na força maior da vida que é a evolução (meu Deus! Que vespeiro!), tudo isto tem acelerado o descontrole da civilização sobre seus atos. Estamos chegando num ponto em que não há mais tempo hábil para superar os desastres gerados pelo próprio homem. A tecnologia teria que atuar em várias frentes, investindo tempo, dinheiro e vidas para a busca de soluções cada vez mais complexas.
Me lembro das epidemias geradas pelo aedes aegypti. Estão tentando contê-la com mosquitos transgênicos. Precisam avisar aos vírus pra diminuírem sua capacidade de adaptação. Será que não basta o que já fizeram com a era dos antibióticos? O paciente vai se tratar de algo gravíssimo e o médico o libera quase imediato pra evitar uma infecção hospitalar incurável. Vi isto inúmeras vezes. Vale mais a pena se tratar em casa. É mais seguro. Se estas infecções conseguirem sair do ambiente hospitalar, o que será de nós? É só uma questão de tempo, se é que já não ocorreu.
avatar
msp1500 em 27 de abril de 2016 às 14:34:24»
Fabuloso. Muito bem montado.
Elson Antonio Gomes em 27 de abril de 2016 às 12:21:11»
Me lembrou a série 'O Mundo sem Ninguém' do History Channel.