Faça o seu comentário

:

:







Comentários

avatar
NelsonCosta em 16 de janeiro de 2009 às 14:43:47»
pode-se não gostar de um estilo musical, mas pode-se aprender a gostar. a nossa maneira de pensar muda e com o tempo os gostos também mudam. pode ser que um dia apreciem este estilo de música. =)
acho que todos os tipos de música tem o seu encanto..
Maria de Portugal em 13 de janeiro de 2009 às 12:07:02»
LOROLOKO:
Sem duvida nenhuma! O que eu não quis foi ser considerada uma "espertinha" "metida à besta" está a entender? Discutir certos assuntos por escrito é do pior. Nem sempre somos bem interpretados. Não fazemos a mínima ideia quem está do lado de lá. Eu concordei consigo totalmente e entendi-o, mas pôr isso no "papel" é...p'ra esquecer.
Juh em 12 de janeiro de 2009 às 11:50:35»
Pra quem curtiu, ouçam Blue Rondo a la Turk...e deixem o Jazz invadir suas vidas!!
em 12 de janeiro de 2009 às 00:28:27»
Jazz é + ou -
Agora reggae pagode samba forro latindo a biscate da kelly é um lixo
Maria de Portugal em 11 de janeiro de 2009 às 21:54:45»
Podes crer Kodomo!
Primeira fila.
avatar
Kodomo em 11 de janeiro de 2009 às 21:38:06»
Maria de Portugal, espetacular seria poder curtir isso ai ao vivo, estar presente...Show! clap
avatar
LoiraInteligente em 11 de janeiro de 2009 às 19:35:26»
Belíssima "viagem" musical.
Jazz não é som para ouvidos ruidosos. Sensibilidade, serenidade, sonoridade... precisa dizer mais?
Mui lindo!!!
Maria de Portugal em 11 de janeiro de 2009 às 11:08:23»
Lombradinho! Quebrava na hora?!! (fiquei triste) Vindo de si! A sério! Não estava nada à espera! Você tem de conhecer melhor o jazz e noutras vertentes. Não se ofenda, não estou a dar uma de espertinha mas, talvez a oferecer um cd que espero você não quebre. Tente Diana Krall. Ouça "Let's face the music and dance", ou "Do it again". De mim para si. Pode até ser que comece a gostar.
Um abraço.
Maria de Portugal em 11 de janeiro de 2009 às 11:05:20»
TOTALMENTE E COMPLETAMENTE DE ACORDO LOROLOKO. Não querendo dizer que é necessário muito "intelecto". Não me considero intelectual mas colocando uns fones fechando os olhos sinto cada nota que sai do saxofone, do contrabaixo, da bateria e do piano. A musica sente-se, bebe-se e come-se, enfim vive-se, por isso cada um tem a "musica"- "vida" que escolhe.
Adoro jazz, mas como em tudo, nem tudo é bom. Esta por acaso conheço à muitos anos e já a tinha perdido numa k7 qualquer. Foi óptimo reencontrar.
Maria de Portugal em 10 de janeiro de 2009 às 22:08:55»
Quem num gosta nem perca tempo...
Andor.
E S P E C T A C U L A R
avatar
R 3 N 4 T I M em 10 de janeiro de 2009 às 21:52:25»
Bom muito bom ! clap clap clap clap clap
avatar
Perfect em 10 de janeiro de 2009 às 18:38:11»
Lombradinho:

Suas palavras são as minhas concordo plenamente (!)

Obs: só a do PRIMEIRO COMENTÁRIO (!)

sha
Luciano Blues em 10 de janeiro de 2009 às 16:44:45»
Tem uma versão da Lisa Simpson no sax e o Bart na bateria, um episódio memorável.
avatar
Lombradinho em 10 de janeiro de 2009 às 16:26:50»
Hoje os cabeça de bagre são mais Chimbinha, Latrino, Créu, Eguinha Pocotó mas se me dessem um disco ou CD desse eu quebrava na hora pois eita coisa chata do karai é Jazz.Pior só axé!.
Deu foi dor de cabeça! ma ma evil evil twisted
dellylife em 10 de janeiro de 2009 às 14:48:30»
muitoooo....bommm