Faça o seu comentário

:

:







Comentários

CB em 15 de julho de 2009 às 19:40:49»
em q mundo esse cara vive??

nunca ouvi tanta asneira duma vez soh...
Beck em 25 de junho de 2009 às 22:20:53»
O nobre deputado certamente também está "com as mão sujas de sangue" por alimentar a industria do alcool e do fumo que matam milhões todos os anos...pimenta nos olhos dos outros...
pietro em 25 de junho de 2009 às 18:04:53»
meu deus que cara tapado!
James em 25 de junho de 2009 às 12:16:47»
Chamar Minc de "bixo grilo" porque?
James em 25 de junho de 2009 às 12:14:49»
Meu sem comentários!!!!!!!!!
Essa planta é o futuro da nação!
Para o meio ambiente, Economia, medicina!!!!!!!
Renner em 25 de junho de 2009 às 07:03:47»
Bom, vale ressaltar que a maconha é uma dentre várias "drogas" existentes e o ministro Minc não é o primeiro político a defender a descriminalização da maconha, que o diga o nosso glorioso FERNANDO HENRIQUE CARDOSO (agora, ex-político - em seu favor pode-se dizer que aguardou o fim da carreira para se manifestar - mas sempre contando com a boa vontade da nossa mídia gorda). Não tenho posição a favor, mas também acho que muita gente vai atrás disso pelo simples fato de ser proibido. O deputado disse que ainda é crime o porte de maconha, porém o usuário não será preso ser for pego com pequena porção para uso próprio. A polícia já não autua há tempos o infrator com a medida de prisão em flagrante e sim lavra apenas um termo circunstanciado e encaminha ao Juiz. O "consumidor" não será preso e já vi várias sentenças de juízes que simplesmente não receberam a denúncia do ministério público (ou seja, consideraram que não era crime o porte e uso próprio de entorpecentes), o máximo que o juiz poderá fazer é condenar o infrator a alguma medida punitiva alternativa, menos cadeia. Para finalizar "bicho grilo" porque? Pelo que sei o ministro Minc é um defensor da ecologia, ou seja, contra o desmatamento (lembram-se quando a mídia desce o pau no governo por conta dos desmatamentos?) e favorável à medidas que dificultem a vida daqueles que querem colocar uns "boizinhos" em áreas devastadas da Amazônia.
lucas10demais em 24 de junho de 2009 às 13:47:23»
Primeiramente sem entrar no mérito da decisão judicial (quem vai definir se ele violou a lei ou não é a justiça), o ministro tem o direito de participar do movimento autorizado judicialmente independente da opinião deste ou daquele deputado.Segundo realmente nos cafés-maconha holandeses é proibido tanto o álcool como o tabaco, é local exclusivo para consumo de maconha, vários estudos comprovam que o tabaco e o álcool são muito mais danosos que a maconha, o deputado parece não saber disso."Usuários com dedo sujo de sangue"Quem planta maconha para o próprio consumo não está com dedo sujo de sangue. Porque então não se permite o plantio.
avatar
Angelik em 23 de junho de 2009 às 23:35:21»
Putz, viajei mesmo.

E ainda deixei passar vários erros, não acredito que escrevi hollywood errado... foi mal, estava com muita pressa... neutral

Mas o recado foi dado...é claro que cada um tem uma visão diferente, mas todos têm razão em alguns pontos... wink

Deeh... quando citei o exemplo da propaganda da cerveja e de cigarros, apesar de ficar um pouco fora do contexto, eu quis dar um exemplo de que não é tão simples assim (fuma quem quer)...

... As empresas sabem muito bem como atrair os clientes para consumir o produto que estão vendendo, mesmo que ninguém precise... wink

Beijos.
avatar
Deltafox em 23 de junho de 2009 às 23:20:20»
É nois qui paga!!
Boca Maldita em 23 de junho de 2009 às 20:16:47»
Putz que viagem a de vocês heim. Esta campanha aí é para liberar a maconha e não "as drogas". Traficante não tá nem aí com isso, já que fumante de maconha é viciado eventual e não precisa fumar um baseado a cada hora ou todo dia. Traficante quer saber mesmo de vender cocaína e crack e isso nunca vai ser liberado.

Existem poucos tipos fumadores de maconha: o incauto imbecil que se acha na moda por fumar um cigarrinho do capeta e que ainda não foi apresentado ao crack, o universitário, rebelde sem causa -quem é que não foi-, que pensa que está na época da revolução ou os patéticos bichos-grilo que se recusam a envelhecer. Somente o primeiro tipo interessa aos traficantes já que ele pode se tornar um viciado em potencial. E é isso que torna a maconha uma grande droga, além do fato que causa disfunção sexual - menos mal que estes tipos jamais tenham descendentes.

Uma dica aos adolescentes que lerem isso aqui: o prazer proporcionado pela maconha (em geral uma viagem de palermice) e a consequente fuga da realidade não compensam os problemas futuros. Fiquem longe desta porcaria, isto é coisa para fracos.
xyz em 23 de junho de 2009 às 19:26:40»
Deeh
casa comigo?
xyz em 23 de junho de 2009 às 18:53:16»
msp1500
puts cara analiza oque eu escrevi.
vc acha que pra ser piloto de aviao eh só querer?
tem uma coisa chamada teste pisicotecnico
tem profissões que se vc usar certos medicamentos vc não pode ser.
ademais vc acha que se for legalizada não vai ter nada no codigo de aviaçao ou seja la oque for . dizendo que depois de consumir x substancia vc não pode sem emvolver em pilotar por y horas.?

tanto que se fosse como vc fala . e se todo piloto que bebe fosse pilotar bebado ia ter bem mais acidente do que tem. e adivinha o alcool não eh ilegal.
avatar
Deeh em 23 de junho de 2009 às 18:36:52»
Risoriso lol
Loro, meu caro, seria bom se tudo fosse tão simples como você gostaria. Mas sabemos bem da existência do, às vezes injusto, Direitos Humanos. E este vale até pra quem não merece ser considerado humano, meu amigo.
avatar
Deeh em 23 de junho de 2009 às 18:34:44»
Msp, me perdoe a intromissão, mas se a maconha afeta a capacidade do trabalhador, é lógico supor que as leis trabalhistas iria proibir o uso durante o exercício do trabalho. Imagino que seria como direção e álcool. Existe uma lei que proibe que o motorista dirija caso este esteja com um percentual de alcool no sangue mais alto do que o prescrito em lei. Sinto muito, mas isso não seria um problema, em minha opinião.
avatar
msp1500 em 23 de junho de 2009 às 18:19:15»
xyz;
Só me responde uma perguntinha. Se é que você não sabia, ao liberarem o uso da maconha ou de qualquer outra droga, ela passa a ser lícita, bem como o seu consumo.
Assim como um piloto de avião pode tranquilamente fumar um cigarro, acionar as turbinas e fazer o vôo, ele poderá cheirar uma carreira de cocaína ou fumar um baseado. VOCÊ VOARIA NESSE AVIÃO E COM ESSE PILOTO?
Se você for corajoso o suficiente prá responder que sim (e isso tem que ser respondido com sinceridade, não prá fazer média), aí sim você poderá defender a bandeira da liberação. Eu, particularmente sou contra e me negaria a ser um passageiro desse maluco.
avatar
Deeh em 23 de junho de 2009 às 18:17:49»
Angel...
Entendo seu ponto de vista e seus receios frente à essa possibilidade, embora discorde deles. Penso que legalização nada tem a ver com banalização e sou favorável a liberação pelos motivos já citados. Enfim, com ou sem legalização, seguirei desaprovando o consumo de drogas.
avatar
Angelik em 23 de junho de 2009 às 18:00:56»
Eu entendo Deeh... mas no Brasil é complicado.
A população é facilmente manipulada e não é só a camada mais pobre não... quer um exemplo:

Há alguns anos as propagandas de cerveja mostravam apenas homens bebendo.... e os maiores consumidores de cerveja "coincidentemente" eram homens.

Resolveram colocar mulheres saradas, com corpão, bem bronzeadas e bonitas... resultado: aumentou (e muito) o número de mulheres que começaram a beber cerveja socialmente.

Todo mundo sabe que, com aquele corpão, aquela modelo nem toca em um copo de cerveja, mesmo assim, as mulheres ficaram mais desinibidas e começaram a beber como homens.

Entende o que eu estou dizendo?

As empresas só querem lucro, independente do produto que estejam vendendo. Pensam assim:

Tem um jeito de trazer mais clientes? Então vamos convencer mais gente a fazer o que queremos, vamos trazer primeiros os homens, depois as mulheres e por fim as crianças, quando mais consumidores, maior o lucro.

Que se dane a ética.
avatar
Deeh em 23 de junho de 2009 às 17:48:38»
Angelik...
Veja bem, eu disse, à princípio, que sou contra o uso de drogas, mas não contra a liberação das mesmas. Acredito que a responsabilidade maior cabe aos pais. Estes devem orientar seus filhos a não consumirem drogas e,assim como o cigarro, os meios de comunicação devem falar sobre os males das drogas em suas propagandas, isso se as drogas forem legalizadas.
Como disse no outro coment, legalizar não significa fazer apologia ao uso. Usa quem quer. Simples assim.
avatar
Angelik em 23 de junho de 2009 às 17:44:23»
Mesmo que os pais cuidem dos filhos será difícil lutar contra todas as propagandas que farão apologia as drogas.

Principalmente quando os ídolos da garotada começarem a assumir publicamente que são usuários, uma cambada de adolescentes vão começar a imitar os "artistas" e esportistas que assumirem o vício.

Eu entendo o ponto de vista de vocês, mas antes da liberação, é preciso dar educação ao povo.
avatar
Angelik em 23 de junho de 2009 às 17:35:42»
Deeh, o consumo do cigarro só caiu nos últimos anos por causas das muitas medidas "inibitórias" que o governo (finalmente) começou a impor.

Você é muito novinha e não deve lembrar, mas na década de 90 as propagandas LEGAIS que associavam o cigarro ao esporte e a vida saudável (quem não lembra das propagandas do Hollywood) transformaram muitas crianças e adolescentes em viciados.

Mesmo sendo legalizado, há muita pirataria de cigarros, toneladas entram no país de forma ilegal, sem pagar impostos, principalmente do Paraguai.

Legalizar as drogas e fazer apologia ao uso só vai piorar a situação.

Se liberar com várias medidas restritivas, pode até ser positivo em alguns pontos, mas tenho minhas dúvidas.
avatar
Deeh em 23 de junho de 2009 às 17:24:17»
xyz...
Entendo seu ponto de vista e concordo com ele. Francamente, sou totalmente contra o uso das drogas, inclusive o cigarro, mas creio que a legalização pode trazer impactos positivos aqui, no Brasil. A liberação das drogas reduziriam em muito o poder dos traficantes pelo motivo que você já citou. Já vimos que a repressão não está se mostrando eficiente para acabar com o tráfico de drogas. Penso que a legalização não implica em indução ao consumo. Utilizando o seu exemplo do cigarro, este é uma droga liberada e nem por isso todo mundo usa. Cocaina, maconha e crack fazem mal à saúde, sim, mas o cigarro também faz e tá liberado. Outra coisa, manter a repressão não vai impedir que as pessoas usem drogas. Essa medida só faz com que eles se arrisquem mais para obtê-la e que os traficantes(não só os favelados, mas muito "peixe grande" também) continuem no poder.
Sou a favor da legalização,sim! Papai e mamãe que se imponham em casa para evitar que seus rebentos encham os bolsos dessas pessoas.
xyz em 23 de junho de 2009 às 17:23:42»
claro que tem.
a multinacionais roubam pessoas
roubam paises
mais elas não assasinam pessoas (se bem que exisste o assasinato corporativo . mas ele nao se aplica a este contexto)

os traficantes roubam pessoas
fodem o idh do pais
e assasinam pessoas
torturam pessoas
prostituem crianças
.

podendo diminuir o poder dessa cambada de fdp vale tudo
avatar
Angelik em 23 de junho de 2009 às 17:14:21»
Bem, para quem defende o consumo, realmente, a legalização vai balançar o mercado paralelo, mas para quem é contra o consumo, como eu, não tem muita lógica transferir o lucro dos traficantes ilegais para os criminosos de colarinho branco.

Legal ou não a droga continuará fazendo muito mal a saúde e quem vai pagar pelo estrago são os contribuintes (todos nós) afinal o sistema público de saúde é que vai segurar a bomba.
xyz em 23 de junho de 2009 às 17:08:22»
mesmo que não façam.

isso ainda sim vai tirar mercado consumidor dos traficantes .afinal vai ter interesse de multinacionais em jogo.

e não se esquesça que as multinacionais são donas do mundo .(embora seja muito injusto)
avatar
Angelik em 23 de junho de 2009 às 17:05:17»
Será xyz?

Eu também pensava assim, mas mudei de idéia com uma simples ida ao supermercado.

Só para dar um exemplo:

Algumas frutas produzidas no pais são bem mais caras do que algumas importadas.

Apesar do Brasil ser um grande produtor de frutas, algumas são absurdamente caras no Brasil (considerando a renda do brasileiro) porque o governo e os produtores valorizam as exportações.

O que garante que não farão os mesmo com as drogas?

Quem vai lutar contra isso?
xyz em 23 de junho de 2009 às 16:55:03»
angelik
vc tem certa razão
mas pense bem
as drogas são um produto
um produto no brasil vendido atrasvés de um unico mercado
o ilicito
para um publico consumidor.

mesmo que com a legalização nao acabem com os traficantes .ela vai roubar mercado consumidor . pois tem sim os que vão aderir a consumir o produto de forma licita. e isso diminuira os lucros dos traficantes.como dinheiro eh poder .diminuira o poder dele.

fora que eu estimo . que se a droga passar a ser produzida em territorio nacional eh possivel que a mesma droga na condiçao licita seja mais barata que a mesma droga em condiçao de venda ilicita.

entao mesmo nao acabando com os traficantes seria uma puta medida contra o trafico
Boca Maldita em 23 de junho de 2009 às 16:49:47»
O mais medroso aqui é você xyz que prefere nem se identificar para fazer apologia às drogas.

Fracos e covardes são aqueles que precisam se esconder atrás de uma bagana fedida para enfrentar o mundo real.

Pare de se achar um novo hippie do primeiro mundo, a Holanda não é aqui!
avatar
Angelik em 23 de junho de 2009 às 16:34:28»
XYZ não é bem assim não... O Brasil é bem diferente da Holanda.

Veja aqui no Rio por exemplo:

A tv a cabo, o gás de cozinha e transportes alternativos, mesmo sendo produtos e serviços legais e administrados por empresas privadas, são pirateados por traficantes e por "milícias"

As milícias estão dominando o Rio de Janeiro, extorquindo a população, cobrando por produtos que são "legais".

O mesmo vai acontecer com as drogas, mesmo legalizadas, sempre vai ter "alguns" tentando se dar bem a qualquer custo e o poder paralelo vai continuar.

Antes de liberar as drogas, o povo precisa ser educado.

A população precisa aprender que tem direitos, que não pode ser tão submissa ao poder paralelo, precisa aprender a se impor e não deixar nenhum grupo, armado ou não, tomar conta das cidades.

Quando o Brasil tiver a qualidade de vida que a Holanda tem, a liberação das drogas terá um impacto positivo no País.
xyz em 23 de junho de 2009 às 16:08:49»
e só pra contradizer o msp

realmente deve ser uma merda viver na holanda.

ah cara se fulano quer se drogar problema dele contanto que ele faça isso lonje de vc .
fora os usos beneficos das drogas. por exemplo a ritalina que eh legal com receita medica . tem composiçao similar a da cocaina . ja li algo na internet que se fosse usado cocaina ao inves de ritalina no sujeito hiperativo os resultados são melhores ainda . e eh só um exemplo

a maconha por exemplo . tem propriedades terapeuticas.

vcs que são contra a liberaçao . eh por um simples motivo

vcs tem medo!
xyz em 23 de junho de 2009 às 15:56:04»
se legalizarem as drogas acaba as coisas nocivas que o trafico tras.

porque vai ser uma industria que vai pagar impostos e vai ter leis trabalhistas.
antes uma multinacional cuidando de maconha como cuida de cigarro que um traficantes assasino.
se legalizaçem e a maconha fosse produzida aqui tambem tirava boa parte do mercado ilicito de cocaina e outras drogas na america do sul

quem eh contra a legalizaçao . eh por achar que ela signifca que os traficantes vão poder andar no meio da rua vendendo.

imaginem a maconha e etc sendo vendida qnem o cigarro eh vendido . com tudo certinho dentro dos padroes da lei . vc podendo comprar legal por um preço mais barato nao vai comprar do traficante. e o poder deles vai diminuir consideravelmente.
Canabraba em 23 de junho de 2009 às 14:59:53»
Tá ok. Mas vamos falar do alcool também.
TOTAL ALIEN em 23 de junho de 2009 às 14:39:15»
Drogados tem que se FUDEREM !!!
TOTAL ALIEN em 23 de junho de 2009 às 14:35:49»
"ministro" bicho grilo.............fudeu de vez !!!
Estamos no rumo certo do CAOS !!!
avatar
msp1500 em 23 de junho de 2009 às 12:12:40»
O deputado foi extremamente feliz no seu pronunciamento. A liberação nunca foi e nunca será a solução para os problemas, ela apenas iria institucionalizar os malefícios que a droga trazem.
A comercialização do álcool é lícita, mas tem ceifado vidas a todo instante pelo país todo. Tem que se levar em conta que o uso de maconha, cocaína, LSD, ou qualquer outra droga, trazem sério risco à sociedade pelo fato de serem alucinógenos, tiram o senso de raciocínio, enchem marginais de coragem prá praticar crimes dos mais bárbaros possíveis, e por aí vai.
Já o cigarro não traz nenhum malefício prá sociedade ou coloca ela em risco, apenas ao próprio usuário.
Sou radicalmente contra a liberação do comércio e do consumo de drogas porque penso na segurança minha própria, de minha família e da sociedade como um todo.
Sou a favor de pena mais rigorosa para traficantes e produtores de drogas, uma vez que com a atividade por eles exercida, estão realmente matando pessoas inocentes, ingênuas, pais de família e trabalhadores que não tem nada haver com a criminalidade, que só pensam em viver e sustentar suas famílias.
avatar
Marii em 23 de junho de 2009 às 11:53:05»
Que droga hein?
avatar
guizul em 23 de junho de 2009 às 11:01:37»
Não vou nem comentar ¬¬
avatar
Cearense em 23 de junho de 2009 às 10:55:19»
Pata disse tudo... as vezes grandes influência vem dos "grandes", é a força maior... infelismente. sad surprised
Picaço em 23 de junho de 2009 às 10:49:58»
Moonwalker, a idéia é essa...O álcool é droga e é vendido livremente.
Ah...não tenho opinião formada a respeito.
lucaslmgv em 23 de junho de 2009 às 10:44:23»
Esse cara é foda xDD
Só num é mais foda que o lula que disse na cara do gordon brown que a crise é culpa dos brancos de olhos azuis lol
Pat@ Put@ em 23 de junho de 2009 às 10:35:08»
Usuário tem sim dedo sujo de sangue... e por falar em dedo: "Senta o dedo nessa porra" e se não gostou "Pede prá sair".
Depois traficante arrasta criança no RJ e tudo quanto é playba Zona Sul fica fazendo passeata pela paz... fala sério.
Díficil é fazer cumprir a lei se as novelas da Globo tratam drogado como doente e coitadinho.
avatar
Cearense em 23 de junho de 2009 às 10:25:08»
"...usuários de drogas estão com as mãos manchadas de sangue pelas mortes..." melhor não dizer nada confused
assunto pra quem entende
Alana defensora da natureza!!!! em 23 de junho de 2009 às 10:23:51»
eu tambem naum vou fazer comentarios diessica
avatar
diessica em 23 de junho de 2009 às 10:21:41»
sahushaushuashuas
sem comentarios por hj
avatar
Rei do Pop em 23 de junho de 2009 às 10:20:58»
Gostei do 1º comentário