Faça o seu comentário

:

:







Comentários

Sinsi em 23 de dezembro de 2011 às 23:22:41»
não chorei...mas tava sem som aqui, tinha musiquinha emocionante, tinha, é
lindo, adorei
avatar
Celio C N em 23 de dezembro de 2011 às 19:20:49»
Oi Maria,

Bom ver você também.

biggrin
avatar
Evandro Eloy em 23 de dezembro de 2011 às 18:27:06»
Linda mensagem, e digo, não fantasiosa... podemos fazer muito com pouco.
avatar
Marya em 23 de dezembro de 2011 às 16:51:59»
Célio!

Que bom te ver aqui meu lindinho!
avatar
Luna em 23 de dezembro de 2011 às 14:54:19»
Mendigos estadunidenses (acho) e seus carrinhos de supermercado, uma harmoniosa relação interespecífica que precisa ser estudada pela sócio-psicologia.

Dólar me lembra o cão do menino rico do desenho. Que as pessoas vão para os EUA receber salários em dólar. Os consumidores vorazes, que jogam até os enfeites de Natal no lixo, tudo no lixo, sem remorso, porque espírito de Natal só dura um dia, querem nos emocionar. Tá, eu generalizei. Na verdade, eu quase chorei. Se não fosse esse meu senso critico pobre e sarcasmo maligno. Sai do meu corpo insensibilidade, eu ordeno, deixa o espírito de Natal entrar.

No Natal, as pessoa ficam com um brilho terno no olhar, principalmente nos comerciais da Coca-cola. Droga, fiz de novo.
Bem, é como se ele tivesse existindo para a função especifica de colher moedas e depois sair resolvendo problemas alheios com as mesmas moedas. Não parece justo para um humano viver assim, sem tentar melhoras para si mesmo. Ele é um anjo? Porque ele vai nos lugares certos, no momento certo e consegue achar soluções com apenas uma moeda, então ele percebe o que as pessoas não percebem. Nós criamos muitos dos problemas do mundo, quase todos tem solução, podem ser resolvidos facilmente com boa vontade política e generosidade e responsabilidade por parte de todos. E por que as coisas não se ajeitam, se é tão simples assim? Porque enquanto um menino arrasta um barril com água pela terra seca do Quênia, muitos pensam que a água vem da torneira e lavam seus carros do ano com ela.

Nos somos o mais perigoso dos predadores. Tão capazes de atitudes formidáveis quanto ordinárias. Nos alastramos por cada canto da Terra e transformamos o mundo numa merda socialmente desigual. Como se não bastasse, estamos acabando com nosso mundo natural pelo nosso antropocentrismo, irresponsabilidade, ganância e abuso sobre bichos e plantas aos recursos naturais, e tudo isso que já me cansa dizer. A ambição de ter coisas além do que se precisa, desejo de poses e riquezas, os maus governantes, são a fonte da miséria humana e degradação da natureza, é uma frase de Frédéri Voltar. Mas é Natal.
avatar
Celio C N em 23 de dezembro de 2011 às 14:47:46»
Impossível não chorar, mas é bom lembrar que coisas desse tipo ocorrem diariamente. O ruim, é que muitos não enxergam ou não querem enxergar.
Vivemos em um mundo de ódio e de desesperança, onde pessoas que, para alimentar seu ego, procuram menosprezar e ofender às outras. Só assim se sentem superiores, mas na verdade não passam de verdadeiros crápulas insensíveis e desprovidos de amor.
Lucas Werner em 23 de dezembro de 2011 às 14:28:20»
Nossa.. Muito legal o curta.. Se o mundo fosse feito de pessoas como esse cara, não preciso falar mais nada.
Abraço a todos e Feliz Natal..
avatar
Marya em 23 de dezembro de 2011 às 14:06:42»
Papai Noel?
Lise em 23 de dezembro de 2011 às 11:30:23»
Hummm, dólar..... : )