Faça o seu comentário

:

:







Comentários

avatar
Tyr em 14 de julho de 2012 às 07:43:05»
"Ah sim, um dos grandes investidores imobiliários de Dubai é a família saudita Bin Laden..."

O que deve garantir que os prédios aguentam se um boeing entrar com tudo em um deles. lol
avatar
Politico Honesto em 13 de julho de 2012 às 22:34:52»
A maioria dos capitalistas se interessa por investimentos, não por "gastos".
avatar
Luiz Felipe em 13 de julho de 2012 às 22:10:58»
"Com o dinheiro que foi gasto nessa cidade poderia acabar com muitos problemas do mundo, mas como não querem...
Ah a falacia do dinheiro, a maioria dos problemas do mundo não se resolvem com dinheiro, senão já teriam sido falcilmente resolvidos.
avatar
Luiz Felipe em 13 de julho de 2012 às 21:38:20»
TInha que chamar
1 - a sociedade do petroleo
2 - a unica torre
3 - o retorno do xaque
Admin. em 13 de julho de 2012 às 21:30:47»
Salve Fabiano, teno interesse sim. Por favor envia para o email do blog.

Abraços fraternos
avatar
xandy46 em 13 de julho de 2012 às 18:58:17»
Para falar verdade não gostei muito apesar de que não era o destino turístico, muito impessoal. ma
avatar
Aiga em 13 de julho de 2012 às 14:55:34»
Bom, dizer que Dubai é um dos melhores lugares do mundo aí já é d +... Sou muito mais fã da Noruega do que esse deserto artificial...Com o dinheiro que foi gasto nessa cidade poderia acabar com muitos problemas do mundo, mas como não querem...
Fabiano em 13 de julho de 2012 às 14:22:48»
Amigos

Deixe eu dar o pequeno testemunho de quem morou 2 meses lá, não é muito eu sei, mas deu pra ter uma idéia do lugar.

Pra mim, é um dos melhores lugares do mundo em alguns pontos e um dos piores pra outros (como em qualquer lugar do mundo).

Existem 4 "Dubais".

A cidade dos nativos do local. Estes são em torno de 900 mil (30%), estes têm privilégios desde ganhar um bonus para fazer sua festa de casamento (em torno de 50 mil) até empréstimos bancários de 2 milhões, sem juros e prazo praticamente ilimitado (30, 40 anos). Por toda a cidade existem “outdoores” dos bancos propagandeando isso. Além de um sistema de saúde impecável, cotas garantidas de trabalhos nas empresas, facilidades para resolverem “probleminhas na justiça” etc, etc, etc.
Existe a Dubai dos turistas, esses passam 3 a 7 dias correndo pela cidade e como não tem tempo suficiente para conhecer as centenas de atrações gratuitas e locais com comida barata, pagam um fortuna para visitar o Burj Khalifa (R$ 200,00) só pra ir no mirante (esse valor é sem agendamento, chegar na hora e entrar, se tiver tempo de 1 semana para agendar, o valor fica em R$ 50,00, quem for visitar faça reserva pela internet!). Estes também pagam R$ 10,00 por um copo de refrigerante num restaurante enquanto a latinha custa R$ 0,50 no mercado. Entre outros absurdos que são cobrados dos turistas desavisados (pechinchem sempre, qualquer coisa tem no mínimo 50% a menos do valor original se negociado, apenas os lugares que tem uma placa escrito algo do tipo “valores sem negociação” ou “valores finais” não tem a possibilidade da pechincha).
Existe a realidade dos trabalhadores “braçais”, que são quem trabalha na construção civil, estes “pobres coitados” trabalham por R$ 500,00 por mês e ainda tem que pagar por sua estadia e comida, é um trabalho escravo, não por acaso os ônibus dos trabalhadores tem grades nas janelas, para ninguém fugir pelo caminho, literalmente.
E existe a cidade dos trabalhadores e estudantes, ou seja, os residentes, com certa instrução e trabalho razoável. Meu caso era de estudante. A cidade para as pessoas que tem condições de pesquisar por preços, encontram um cidade que oferece um padrão de vida muito acessível e de qualidade. Abaixo enumero algumas coisas que sinto muita saudade:
COMIDA BARATA: McOferta por R$ 8,00 – 10,00 e refeições em torno de R$10,00 – 15,00, além de comida de toda parte do mundo na mesma praça de alimentação (de tacos a churrasco mongol).
TRANSPORTE MUITO EFICIENTE: e também barato (para usar o transporte público de ônibus/trem, se compra um cartão, muito parecido com nosso passe eletrêonico, que cobra as passagens por trecho utilizado, mas com um “teto máximo” de R$ 8,50 por dia, ou seja, pode andar o dia inteiro de trem e pagar um preço fixo muito baixo (passagem individual em torno de R$ 1,50). A corrida de táxi, também é muito barata, e são Corollas, não Fiat UNO.
INTELIGÊNCIA NA QUESTÃO DO ABASTECIMENTO: Este ponto foi um dos que mais me surpreenderam. Obviamente todo mundo sabe que no deserto a água é um artigo de luxo, mas em Dubai isso não é um grande problema. A cidade fica às margens do Golfo Pérsico, a água potável utilizada é a do mar, que passa por um processo de dessalinização, por vaporização (bem simples) e a energia que é gerada nesse processo é utilizada para produzir energia elétrica. É uma solução simples, se fosse no nosso país, iriam fazer uma usina de dessalinização e outra de geração de energia (assim tem 2 licitações e não precioso salientar, como nossos governantes adoram uma licitação né?).
Desculpem ter escrito tanto, é que sou apaixonado por esta cidade.
Admin, se quiser alguma fotos, e mais informação, pra fazer um post, posso mandar. Adoro seu site e mesmo não sendo cadastrado, visito diariamente. Vc (s) faz (em) um excelente trabalho.
Estela em 13 de julho de 2012 às 13:26:45»
Não é um dos melhores lugares do mundo. É, sim, um lugar totalmente sem vida. A cidade suntuosa foi construída no meio do deserto, onde não há uma plantinha no chão. Todos os jardins são "montados" (plantas naturais trocadas a cada 4 dias). É triste ver esse lado. A água é escassa, racionada e caríssima. A população é composta por 2 tipos somente: os árabes (protegidos pelo governo com programas sociais) e os estrangeiros pobres (peões de obra) que moram em alojamentos e não tem qualquer assistência. O resto é para turista ver -e gastar.
avatar
Fabio em 13 de julho de 2012 às 12:47:55»
dubai eh um dos melhores lugares du mundo *-*