Faça o seu comentário

:

:







Comentários

zé rosquinha em 29 de agosto de 2013 às 23:28:10»
EU SEI QUE TODO MUNDO VAI FALAR QUE EU TO ERRADO,MAS,EU FALO QUE O GOOGLE É MUITO MELHOR QUE O FACEBOOK NO GOOGLE EU PROCURO JOGOS TEM MAIS DE UM MILHAO NO FACE ELES PEGAM ALGUNS E COLOCAM LA E AGORA COM NEGOCIOS SOBRE PESQUISAS
avatar
DzHanson em 28 de novembro de 2012 às 02:35:05»
Esses dias o Google ficou fora do ar. Eu fiquei sem saber o que fazer. Desliguei o computador e tentei outra hora razz
avatar
Sentinela em 23 de novembro de 2012 às 19:07:05»
Eu não vou ser hipócrita aqui e começar a destilar ódio contra o Google. Longe disso. Eu adoro. Mas, tenho o costume de fazer tudo isso que está escrito no penúltimo parágrafo. Não sou de pesquisar no Google antes e tentar conhecer depois.
Aliás, a internet como um todo (não só o Google) nos induz às suas facilidades diariamente.
Não sou viciada em internet. Mas não condeno quem seja. Até porque internet não é boa ou ruim. As pessoas que a usam é que são.
avatar
Politico Honesto em 23 de novembro de 2012 às 12:31:10»
Lembrou aquele post sobre crianças que procuram no Google com a finalidade de fazer um trabalho escolar. No "passado", o aluno tinha que aprender a pesquisar corretamente em bibliotecas, periódicos e outros acervos impressos. Hoje, no entanto, a tarefa "principal" é como pesquisar corretamente na Internet. Com acervos cada vez mais disponíveis em meio digital (e recursos que propiciam esse avanço tecnológico e o "abandono" do papel), o padrão acaba mudando.
avatar
Moonwalker em 23 de novembro de 2012 às 09:40:45»
Eu acho legal ter esse acesso à informação nas mãos. Às vezes estou conversando com alguém, e se fico em dúvida com alguma coisa, peço licença e procuro na internet mais informação. O Luke disse certo, o Google é uma ferramenta, e tem vezes que é bem útil.
avatar
Luiz Felipe em 22 de novembro de 2012 às 23:39:21»
Existe um equivoco muito grande em achar que o Google realmente sabe o significado das relações sobre a informação a partir do nada.
Não, ele não sabe o significado, quem define o significado são as pessoas que jogam o conteudo na internet, o que faz o google parecer um oraculo magico é o fato dele usar inteligencia artifical para processar e reconhecer a rede de relações entre as informações que foram colocadas na internet. Mas se ninguem realmente souber a informação de antemão, se todos os seres humanos supostamente souberem apenas buscar no google e não souberem criar informação nova a partir do que já existe, certamente a base de dados do google vai degradar, tem a ver com o fato da ignorancia das massas em relação ao conhecimento de um especialista humano pender para o lado da maioria ignorante, pois nesse caso a democracia não é boa ideia, pois a maioria pode estar totalmente errada, enquanto que o unico especialista vai estar certo, porem vai perder sempre diante da maioria.
O que faz o resultado da maioria das buscas ser exatamente o que buscamos é o fato de milhares de outras pessoas já terem tentado encontrar a informação. Voce percebe isso se tentar buscar algo mais obscuro que não é de senso comum a varias pessoas. Voce precisa ir mudando as palavras que usa na busco e ir refinando o resultado, todos esses dados vão se acumulando e a busca vai ficando mais precisa, quando outra pessoa tiver a mesma questão que voce, vai parece que o google já sabia a resposta.
Mas na verdade quando voce fica horas tentando encontrar algo, voce esta ensinando a algoritimo de buscas a encontrar a informação, voce está trabalhando "de graça" para o google. É por isso que o sistema é tão poderoso, ele consegue utilizar milhões de cerebros humanos para processar indiretamente a informação que ele não pode entender, pois para o sistema são apenas relacionamentos matematicos.
Edgar Rocha em 22 de novembro de 2012 às 20:41:04»
A tecnologia é viciante. Isto pra mim é fato. E por razões óbvias: praticidade, síntese, eficiência. E, no último caso, o da eficiência, isto tem moldado tanto nossa vivência quanto nossa percepção de um jeito pernicioso. Eficiência é cumprir de forma objetiva alguma tarefa, sem necessariamente ser com isso satisfatório no decorrer do processo. Isto resume o Google. Imagine um funcionário do metrô, designado a ficar num determinado posto até o final do expediente, executando uma certa tarefa. Surge então, uma senhora que, por azar, estoura a bolsa amniótica e entra em trabalho de parto, diante do funcionário. Qual seria a decisão a ser tomada? Manter-se no posto e cumprir religiosamente sua tarefa? Socorrer a parturiente, abandonando o posto e assumindo o risco? O que se espera de um ser humano: eficiência ou competência? Compete a um agente público socorrer a cidadã, ou ser eficiente? Nem sempre as duas coisas são compatíveis. É quase uma opção moral entre a eficiência googleana e a competência humana. Aos que pensam ser impossível viver sem tecnologia, tente pedir socorro no 192 no caso de uma emergência. Ainda é melhor contar com o vizinho legal do lado. Enfim, ainda dependemos do poder de escolha e da capacidade criativa humana, entre outros fatores.
avatar
LukeSchimmel em 22 de novembro de 2012 às 20:05:51»
Um mundo sem o Google ou qualquer ferramenta não parece um mundo, sei lá, é tão natural para mim como qualquer outra coisa...
Sandro em 22 de novembro de 2012 às 18:06:48»
Não, saber pesquisar no Google não é a habilidade necessária. Temq eu saber também no Yahoo.
avatar
Confortably Numb em 22 de novembro de 2012 às 17:33:26»
Bom,
É dificil hoje falar de google... é uma ferramenta crucial na velocidade em que vivemos hoje em dia... as vzs não dá tempo de se buscar conhecimento em outros locais.
Eu fazendo minha pós atualmente vejo um pouco disso... se eu fosse ler todos os livros (mesmo que somente os capítulos que me interessem) e artigos, sem utilizar resumos, debates e análises encontradas no google... minha vida pessoal seria muito próxima de zero.

Quem fazia trabalho de escola em bibliotecas sabe um pouco do que eu to falando... hehehe rolleyes
avatar
Politico Honesto em 22 de novembro de 2012 às 17:30:27»
Acho que nem essa "habilidade" – saber como buscar no Google – é tão necessária, pois já vi "sugestões completas" dadas pelo buscador, o que dá a entender que o mesmo já foi abarrotado de pesquisas contendo frases como "como emagrecer sem fazer regime", "como curar ressaca de vinho", entre outras. Ou seja, em muitos casos, simplesmente digitar exatamente o que procura já é o suficiente para que o Google "entenda" o que deseja encontrar.
Carlos em 22 de novembro de 2012 às 17:19:53»
Ser um craque no Google é só questão de tempo, para que acompanha, como eu, alguns capítulos da novela Lado a Lado, uma história que acontece no ano de 1910, talvez entenda o que quero dizer; compare como era a vida naquele tempo com o que temos hoje, as casas eram iluminadas com velas, comparem a "
"técnologia" daque tempo com a de hoje, (eles sabiam o que era isso ?).
avatar
Politico Honesto em 22 de novembro de 2012 às 16:58:32»
Alguns nem isso possuem.