Faça o seu comentário

:

:







Comentários

avatar
Sentinela em 03 de setembro de 2013 às 14:57:05»
A foto dez parece mais um tombo do que um desmaio. E, na maioria das fotos, se a pessoa é socorrida, não é por companheiros, pois a farda de quem está ajudando nas fotos é diferente.
Sei lá, eu acho válido. Ninguém acode por que os soldados (ou seja qual for o posto) estão lá para cuidar de terceiro (o presidente, a rainha, o povo, depende da situação da foto) e não uns dos outros. Se prestaram a isso quando vestiram a farda.
avatar
KaiserThel em 03 de setembro de 2013 às 03:08:59»
Eu não teria tal frieza de ver um companheiro caindo e continuar na formação!
AChein em 01 de setembro de 2013 às 20:37:12»
de novo: Anízio, baioneta calada era pavoroso. a recomendação era segurar o fuzil e deixar cair.
AChein em 01 de setembro de 2013 às 20:33:22»
o rosinaldo é do ramo. e dentro do coturno ninguém vê nada, ficamos paradinhos. maior mico cair, de gala então nem se fala! o pior mesmo é o depois, no quartel, o povo todo gozando, o cabo de dia te escalar para limpar o alojamento com palha de aço, encher uma lata de óleo com bituca, lavar e secar todas as bandoleiras dos mauser m1. tempo bom, grandes amizades até hoje. qualquer um pode elencar um milhão de prós e contras, mas só sabe do sabor quem esteve lá, o resto é elocubração.
prisca em 01 de setembro de 2013 às 18:17:53»
Como combater numa guerra, que uma companheiro cai ao seu lado e ninguém faz nada!!!!
avatar
Tyr em 01 de setembro de 2013 às 13:41:27»
Anisio
Leia o quarto capitulo que trata da manutenção da paz da Arte da Guerra e depois me diga quem copiou o que de quem.
Fora isso, vale para qualquer um disposto a não derramar sangue á toa.
avatar
Anizio em 01 de setembro de 2013 às 09:44:23»
Tenso, o cara com o fuzil, de baioneta calada, desabar dessa forma. E Tyr, a frase " Si vis pacem, para bellum" é um provérbio latino. Pode ser traduzido como: "se quer paz, prepare-se para a guerra" (geralmente interpretado como querendo dizer paz através da força — uma sociedade forte sendo menos apta a ser atacada por inimigos).1 do autor Latino do quarto ou quinto século Publius Flavius Vegetius Renatus. Desculpe por parecer chato, mas não acredito que um general formulasse mais corretamente que um filósofo. E não é por incompetência, mas pela maneira com que esses últimos são levados a raciocinar em termos mais pragmáticos. (definição copiada da Wikipédia)
CCaarrllooss em 01 de setembro de 2013 às 09:15:48»
Tem de cair em diagonal para não atrapalhar a formação.
Mas como assim, "..aguentem firmes, em pé, às vezes, durante horas "sobre" um sol escaldante..."? Cai por que queima o pé? Já vi soldados sob o sol escaldante, mas sobre o sol é difícil... kkkkk
avatar
Moonwalker em 31 de agosto de 2013 às 17:13:42»
Hehe... é difícil segurar o riso quando um desconhecido cai... Mas eu não serviria para ser soldado, porque jamais deixaria de ajudar um amigo por honra a uma pátria que não faz nada de bom pelo povo (não conheço alguma que faça)...
avatar
LukeSchimmel em 31 de agosto de 2013 às 15:59:10»
Eu passo longe do exercito. Tenho meus motivos.
avatar
Tyr em 31 de agosto de 2013 às 10:11:09»
...
_ SOLDADO!?
_ POIS NÃO, SENHOR!
_ POR QUE DESMONTOU E MONTOU O SEU FUZIL TÃO RÁPIDO?
_ PORQUE O SENHOR MANDOU SENHOR!
_ VOCÊ É O SOLDADO MAIS INTELIGENTE QUE EXISTE NESSE QUARTEL! PROVAVELMENTE CHEGARÁ A GENERAL!
_ OBRIGADO, SENHOR!
...
Forest Gump, o contador de histórias. lol
avatar
Tyr em 31 de agosto de 2013 às 10:07:17»
Luke:
Nenhuma, a função do exército é estar preparado. Se quer manter a paz que esteja preparado pra guerra. - Frase de algum general de artilharia sem ter o que fazer.
avatar
LukeSchimmel em 31 de agosto de 2013 às 09:59:44»
Tyr, que guerra?
avatar
Haiduqque em 31 de agosto de 2013 às 09:14:47»
...e deve haver no planeta uma permanente competição silenciosa para ver qual exército consegue ter os chapéus mais ridículos.
Nunca nenhum atinge o limite do ridículo, porque esse limite não existe.
Gosto particularmente dos das fotos 14 e 29...
Só os cabecilhas da Igreja Católica com os seus ornamentos dourados conseguem disputar competição tão feroz.
avatar
Haiduqque em 31 de agosto de 2013 às 09:06:11»
E há também os que, enquanto na parada, sofrem estoicamente com vontade de urinar (ou da outra) de sede implacável, boca seca, tédio... e aguentam, aguentam, aguentam, o tempo não passa, o tempo pára...
E há os que, como eu, questionavam o ridículo daquilo tudo, as tradições obsoletas, os costumes bizarros dos humanos, os mesmos humanos que ficam surpreendidos com rituais e hábitos bizarros dos outros povos "atrasados". E as roupas ridículas; e a obediência cega a uma autoridade sem sentido; e a submissão degradante da dignidade humana; e o ter sempre, sempre, sempre de usar chapéu... por que razão os exércitos e as religiões odeiam cabeças a apanhar ar fresco? Porquê?
Enquanto nas paradas, minha mente divagava.
Hoje sou ligeiramente anarquista graças a elas.
Digo "ligeiramente" porque não estou usando proxy.
avatar
Tyr em 31 de agosto de 2013 às 08:59:56»
"Se não manter a ordem em exercício também não o fará em batalha" - Sun Tzu
Rosinaldo em 31 de agosto de 2013 às 01:48:14»
Basta beber agua bem antes e em pequenos intervalos mexer os dedos do pe
E triste ver essa juventude nao dar valor ao que foi conquistado com muita luta preferindo entrar no jogo de dividir para continuar do jeito que esta procurem estudar historia do Brasil 1930 para ca infelismente o governo e o espelho do povo
Matheus em 31 de agosto de 2013 às 01:08:30»
Quando tive que fazer o alistamento por fazer 18 anos resolvi faltar no dia de jurar a bandeira, 3 meses depois fui lá e peguei o certificado como se nada houvesse ocorrido. biggrin

Chupa povo brasileiro. Se São Paulo entrar em guerra contra o resto do Brasil eu defendo o meu estado, se não prefiro lutar pelo outro lado, contra o povo brasileiro.
avatar
LukeSchimmel em 30 de agosto de 2013 às 21:56:44»
O Exercito brasileiro defende o que de quem? Se o povo sofre... e pelo que sei, durante toda a história da humanidade, os exércitos servem a quem comanda o país, não ao país. É uma falsidade que não quero tomar parte.
zé rosquinha em 30 de agosto de 2013 às 21:09:56»
na foto 14 o cara gostou,he,he.zuando eu estou ,zuandodesmaiou,zueira se o cara gostou problema dele
zé rosquinha em 30 de agosto de 2013 às 21:07:38»
sad quem se alista,se ferra smile
so os sobreviventessobrivevem cool
avatar
Tyr em 30 de agosto de 2013 às 19:04:12»
Meio que vou dar uma resposta, pois ja participei disso.
No meio militar a pessoa tem a opção de pedir pra sair caso não aguente o tranco. Então fica a vontade contra o corpo. Ninguém é obrigado a se indispor. Caso o corpo peça água, é a mente quem vai dizer se é hora de parar ou não.
Também tombei feito jaca na primeira aula de educação fisica. O FDP do sargento fez a primeira sessão e quando terminamos em forma ele disse "Excelente! Gostei! Agora vamos de novo e tudo dobrado!"
Mais de 70 passaram mal! lol - Do que eu to rindo? É que não me ferrei sozinho! lol lol lol lol
jacona em 30 de agosto de 2013 às 18:51:00»
Acho muita babaquice não poder ajudar.
Porra, no reflexo, eu nem lembraria que não pode ajudar. Os que não reagem são piores do que os que inventam essas regras imbecis.
avatar
revolt4d4 em 30 de agosto de 2013 às 18:11:34»
Agora entendo como aqueles jovens recrutas morrem nos testes físicos "de rotina".
Nyew em 30 de agosto de 2013 às 15:22:40»
E o sorrisinho do companheiro na foto 14...
avatar
Angelina em 30 de agosto de 2013 às 15:15:33»
Eu fico com peninha desses soldados que não podem se mexer.
Diojenes em 30 de agosto de 2013 às 15:07:58»
Por essa merda de pátria nao dou uma lasca de unha.
Se os EUA quiserem invadir aqui eu me alisto, mas no exército deles.
avatar
Politico Honesto em 30 de agosto de 2013 às 14:54:59»
Yare, yare.
avatar
Tyr em 30 de agosto de 2013 às 14:32:30»
Jacas uniformizadas. Quando despenca, despenca mesmo, só que em forma!!!! mrgreen
avatar
PREDADOR em 30 de agosto de 2013 às 14:26:42»
Roar