Faça o seu comentário

:

:







Comentários

Isabela em 04 de novembro de 2015 às 00:51:08»
Tão fofinhos...e tão perigosos.
Bruno Cunha em 02 de novembro de 2015 às 16:11:47»
Oque aconteceu foi que o Psyduck Usou Confusion contra seu oponente e ele começou ficar maluco inventando essas besteiras !
avatar
Luiz Felipe em 10 de março de 2014 às 23:53:29»
Que bunitinho.
A vida devia ser bem bruta na Australia para que precise de tanta defesa.
Muito exotico.
Pelo menos a "teoria", digo, o mito local é mais plausivel quanto ao surgimento dos bixos, tem um pingo de criatividade pelo menos. Não é apenas um velho chato brandindo palavras ao vento e todos os bixos simplesmente surgindo, isso é ridiculo.
avatar
Angelina em 08 de março de 2014 às 19:13:23»
Gostei do post [2] + comentário do m4gnUm.
Muito legal. Quer dizer, não pra esse cara, coitado, mas foi bem informativo.
avatar
LukeSchimmel em 07 de março de 2014 às 00:01:32»
O veneno do ornitorrinco causa dor... que pode durar anos.
Chamam-no de pato-castor-venenoso por algum motivo... é conhecido como o animal com o pior veneno, porque não mata só causa agonia.
avatar
m4GnUm em 06 de março de 2014 às 21:06:41»
O post começou meio, "oin que munitinhu, um castor com bico", e terminou mais ou menos "se eu vejo um capeta desses esmago a cabeça desapoha, dps taco fogo e enterro essa disgrama só pra garantir" confused
avatar
Semiramis em 06 de março de 2014 às 18:09:45»
Por esse e outros posts é que não fico um dia sem acessar o MDIG. Diminui a produtividade, mas aumenta o conhecimento. A D O R O !!! clap clap clap
avatar
PadreTorque em 06 de março de 2014 às 18:08:26»
Gente...
Deu medo, agora...
:-o
avatar
revolt4d4 em 06 de março de 2014 às 15:49:57»
Já sabia que tinha veneno.
Mas gostei do post, quase um "Singularidades ordinárias de um animal extraordinário"
avatar
Confortably Numb em 06 de março de 2014 às 15:49:04»
Quase um pokemón... rolleyes
avatar
Politico Honesto em 06 de março de 2014 às 15:26:48»
A Austrália tem uma fauna bastante peculiar: o grande número de espécies que são encontradas somente nessa parte do mundo faz pensar sobre o tipo de isolamento geográfico (ou reprodutivo) pelo qual passou, há muito tempo.