Faça o seu comentário

:

:







Comentários

Isabela em 10 de janeiro de 2014 às 19:57:11»
Lindo.
maria eduarda em 24 de agosto de 2012 às 14:15:53»
e muito bonito os leoes e as leoas
victoria pilo em 12 de abril de 2012 às 21:02:58»
nao tem jeito mae e sempre mae
muito lindo hooooo!!!
avatar
Sentinela em 30 de setembro de 2011 às 23:50:20»
Isso é que é literalmente uma "mãe leoa". cool
Que nem a que eu tenho aqui em casa.. sha
Jr Junior em 28 de setembro de 2011 às 12:45:12»
Gracinha !!
avatar
Luna em 28 de setembro de 2011 às 00:42:56»
Aqui, um vídeo que mostra não humanos salvando um filhote.

http://www.youtube.com/watc...
E aqui, mostra um humano salvando seu filhote.

http://www.youtube.com/watc...

Interessante que as outras fêmeas quiseram ajudar, talvez por já terem dado cria, mas recuaram, como se tivessem avaliado o perigo, já que a cria não é delas, embora animais sociais pratiquem altruísmo. Por isso, os cães são fascinantes ao serem capazes de adotar crias que não são suas e, até mesmo, salvar uma outra espécie em seu detrimento.

Sabemos que ela correu risco de vida. Mas como a idéia do risco de vida funcionaria para o animal. Em nossa cabeça, ao avaliar o perigo, teria tbm avaliar que, se ela morresse ali, provavelmente a cria morreria, por estar numa fase vulnerável é totalmente dependente da mãe. Dificilmente, no caso de leões, o filhote seria salvo por um macho, ou adotado por outra leoa.

Ela poderia ter abandonado, mas os filhotes estimulam e induzem comportamento da fêmea (mãe). Isso tem a ver com instinto e seleção natural. É o cuidado Parental/Investimento parental. Os animais consomem tempo e energia com escolha dos parceiros, no acasalamento, na gestação e no cuidado da prole. O cuidado parental está relacionado com o aumenta da probabilidade de sobrevivência dos filhotes e sucesso reprodutivo da espécie, e continuidade da mesma. Ações voltadas para continuidade da espécie são fortes no comportamento dos bichos.

Há milhões de espécies no mundo, nem todas têm sempre ou extremo cuidado com os filhotes. Algumas fêmeas são capazes de abandonar ou matar a prole. Outras, botam ovos e largam à sorte. Há os que não abandonam os ovos enquanto a prole não nasce e esta madura para se virar sozinha. Já vimos aqui, no MDig, o caso do filhote de pinguim abandonado, e da foca peluda. Em outra situação, foi observado que em alguns grupos de animais, os animais que apresentam deficiência mental ou física, são espancados e desprezados pelos saudáveis do grupo, até pelos próprios pais. Golfinhos afogam gaivotas e as liberam depois de mantê-las sofrendo debaixo d’água. Para todo comportamento animal, há explicações e teses. Nem tudo se baseia na ideia dos genes egoístas.

Os animais já estavam aí, salvando suas crias, antes de nós aparecermos por aqui, e podermos raciocinar sobre sentimentos de compaixão/crueldade. Por isso que antropomorfismo é um pé no saco. Dizer que um animal foi mais racional do que um humano, em um dado comportamento, não anula nossa capacidade racional, mas pode subestimar a capacidade dos animais.

A nova tese é de que não se divide mais a vida entre animais e humanos, e nossas faculdades mentais se diferenciam pelo tipo, não pelo grau. Diferenças não deixam de existir. Mas nem tudo nossa espécie tem exclusividade. As descobertas científicas têm aproximado as espécies. Nós é que herdamos genes e comportamentos de outros mamíferos. Isso, para quem acredita em evolução e tals. Partilhamos genes, e existe um ponto comum a todos.

Os animais agem de acordo com uma serie de fatores, e nesse caso aqui, não se resume à palavra amor. Os cientistas acreditam que animais possuam inteligência, e algum tipo de sentimento consciente. Eu tbm creio nisso. Mas não existe uma máquina capaz de entrar na cabeça dos bichos e mostrar como eles enxergam o mundo.

Somos muito rápidos em dizer que a espécie humana é irracional. Então por que será que um individuo se doe ao ser chamado de animal, ou irracional? Sem contar os que dão coceira só de ouvir que somos primatas, e temos ancestrais comuns com os primatas não humanos. Não podemos esquecer que temos uma cultura singular, e que ela nos molda. O comportamento cruel dos humanos tem mais a ver com falha comportamental, e tem ligações com a personalidade, o caráter, ambiente etc e se analisa por meio de aspectos da biologia, psicologia e sociologia. Existe um estudo sobre todos os mamíferos terem uma área primitiva no cérebro relacionada à efeitos básicos de emoções. Sentir emoções é uma coisa, compreendê-las, é outra.

Infelizmente, eles não sabem falar, existe muito há ser descoberto e apreendido sobre os animais, e isso só é possível por nossa capacidade mental.
avatar
Gabriel Tavares em 27 de setembro de 2011 às 22:54:07»
Premio de Maternidade Mamífera (PMM) do ano: Mamãe Leoa! clap clap
avatar
Jacky em 27 de setembro de 2011 às 21:37:54»
OHHH mãess
avatar
Marya em 27 de setembro de 2011 às 20:06:58»
Mãe é mãe
Que linda !
Mark Gonçalves em 27 de setembro de 2011 às 19:20:03»
Estranho, em linhares acharam um bebê em um terreno baldio, nenhuma "mãe" apareceu para salva-lo. Nestes momentos prefiro ser irracional...
avatar
bobfernando em 27 de setembro de 2011 às 18:27:36»
Rainha Sarabi salvando Simba... Até chorei me lembrando do filme
avatar
Dominique em 27 de setembro de 2011 às 17:39:45»
Fico emocionada ao ver imagens como essa. Esse é o espírito materno.
cdr em 27 de setembro de 2011 às 16:36:32»
Animais "irracionais" 10 X 0 Animais "racionais"
avatar
Lucy em 27 de setembro de 2011 às 16:36:00»
Ahh que linda, conseguiu salvar o filhotinho, clap clap
avatar
Luiz Fernando Galiza em 27 de setembro de 2011 às 16:32:02»
[nana_mode_on] Ah!!! eu querooooooooo. Eu roubava o que caiu e ainda os que estavam tentando salvarrrrrrrrr. [nana_mode_off]
avatar
Naht em 27 de setembro de 2011 às 16:05:34»
Tadinha da leoa, ó só a cara de panico dela na primeira foto.

Obs.: não sei se cara é a palavra correta a designar pra esta espécie.
avatar
Naht em 27 de setembro de 2011 às 16:03:58»
Olhe só, proteção de mãe até no mundo animal, como eu sempre digo mãe é uma das coisas mais sagradas do mundo.
avatar
LukeSchimmel em 27 de setembro de 2011 às 15:52:31»
loool
Crianças sempre conseguem se por em lugares incriveis :s
avatar
Jess em 27 de setembro de 2011 às 15:48:29»
Isto que é amor e não aquilo que algumas mulheres tem e dizem que é, mas deixam filhos no carro fechado, trancam em casa ou batem até ficar de miolo mole igual o Tyr. biggrin
avatar
Confortably Numb em 27 de setembro de 2011 às 15:33:39»
Show de bola!!! clap

e que mãe boazinha... nem deu uns beliscões, nem deu umas havaianadas nele, nem vai deixá-lo de castigo rolleyes twisted
avatar
Tyr em 27 de setembro de 2011 às 15:29:25»
Mãe é mãe! Paca é paca!
avatar
Nessa em 27 de setembro de 2011 às 15:25:05»
1° \°/ Amor, maternal. Que coragem dela. mrgreen