Faça o seu comentário

:

:







Comentários

avatar
Angelina em 27 de dezembro de 2012 às 18:02:41»
Realmente... O humano foi quem criou Deus, e gosto da letra dele.
avatar
Firelow em 27 de dezembro de 2012 às 17:43:54»
Maria - Segundo essa regra, "deus" deve ser escrito com letra minuscula. Pois "deus" não é o nome do deus judaico-cristão, senão Javé/Jeová. fool fool fool
Edgar Rocha em 26 de outubro de 2012 às 12:49:30»
Luís Felipe,
Devemos analisar a ciência como fenômeno social e político também. Embora com posturas diferentes, ciência e religião, em princípio não têm a pretensão de explicar tudo. A diferença é que a primeira, quando não obtém respostas, protela a conclusão, aguardando que se obtenham dados conclusivos no futuro, enquanto que a segunda transfere o inusitado para a esfera divina e pronto. Mas, ambas possuem "a priori" uma ética mínima que as protegeria (em tese) do totalitarismo. A questão é que, na prática, ambas são instrumentalizadas para finalidades e interesses que extrapolam a simples compreensão dos fatos. O ato de fé nunca foi empecilho para a legitimação do pensamento religioso. O ceticismo vem da instrumentalização do ato de fé e do condicionamento deste a uma "fé" institucional cada vez mais contraditória e corrupta. A ciência tem também uma tendência totalitária, uma vez que, a academia cada vez mais vem substituindo a função que antes era da instituição religiosa. O mais grave disto é que o faz com todos os mecanismos conhecidos de controle. E os utiliza abertamente, criando assim um paradigma que legitima o comportamento antiético. Um bom exemplo disto são as políticas de manipulação de massas, coisa de domínio da psicanálise. A genética também, "para o bem da ciência" pode fazer coisas que até o diabo (!!!) duvida. Onde há poder, há sempre os que o desejam. Mas, concordo com o fato de que a ciência não tem culpa do que fazem com ela (assim como a religião). Um grande erro deste século é jogar a água suja da bacia junto com o bebê. Para questionar as estruturas de poder, tenta-se destruir os instrumentos que estas utilizam para manterem-se, como se estes não fossem necessários e, em princípio benéficos. Foi assim com a moral, com a religião, recentemente com a ética. O pensamento científico é nosso último esteio para garantir um certo equilíbrio social. Falo em defesa deste, não em detrimento deste. É preciso tomar cuidado com a ideologização do pensamento científico. Isto, acho eu, é um perigo. Desculpe-me por ser prolixo. A questão é muito complexa.
avatar
Luiz Felipe em 25 de outubro de 2012 às 23:17:50»
"mesmo um ateu que não crê em deus, deve escrevê-lo igualmente com letra maiúscula"
Eu sou anti-gramatico tambem.
avatar
Luiz Felipe em 25 de outubro de 2012 às 23:16:46»
Edgar Rocha, concordo com o fato que o extremismo é ruim. Mas a ciencia não tem a pretensão de querer dar respostas a todas as questões, voce se engana se pensa assim, o objetivo da ciencia é construir conhecimento, ou seja, fazer as perguntas, e não achar todas as respostas para tudo.
E o que conduziu a fé ao ceticismo foi justamente o fato de ser fé e não ter prova alguma, na verdade foi o contrario que ocorreu, o ceticismo é uma lanterna iluminando a escuridão, que é a fé.
avatar
m4GnUm em 25 de outubro de 2012 às 15:41:48»
Abstenho-me do assunto "religião".
avatar
O briam em 25 de outubro de 2012 às 14:24:55»
Quem dá mais? Quem dá mais?

Temos 9,50...eu ouvi 11,00? 11,00 pessoal?

Dou-lhe uma...dou-lhe duas...
avatar
Marya em 25 de outubro de 2012 às 14:07:50»
lol
avatar
Tyr em 25 de outubro de 2012 às 13:17:34»
Maria... Não faz isso mulher!
Fica no campo da física que é mais negócio! rolleyes
avatar
Marya em 25 de outubro de 2012 às 13:10:43»
O interessante nisso tudo é que através da letra dele é possível detectar o caráter, inclinações afetivas, honestidade, nível cultural e intelectual, tendências sexuais, vontade, iniciativa, libido, humor, controle emocional, energia, adaptação, desequilíbrios psíquicos, vícios etc.
Através da Grafologia
avatar
Tyr em 25 de outubro de 2012 às 12:34:45»
Well...
E eu, por minha vez, acho que os Dois Velhos (um com barba e outro sem) se desentenderam e pronto!
A carta tem valor histórico, não serve como ponto de referencia, a menos claro, que tenha algum idólatra por ai que sai fazendo á torto e direito tudo que seu ídolo faz. O que é perigoso. Já imaginaram se nessa carta ele também conta que gosta de dar ré no quibe? E ai? Como fica?

Enfim, era o Einstein! clap
avatar
Moonwalker em 25 de outubro de 2012 às 12:27:02»
A frase destacada pelo Luisão são palavras de um homem revoltado com a religião e a Bíblia. Acho que isso vai acontecer com quase todo mundo pelo menos uma vez na vida.
Apesar de ser cristão, tenho que admitir que isso já aconteceu comigo. Se eu tivesse conservado um ou outro texto dessa época da minha vida e mostrasse a alguém, esta pessoa diria que sou ateu. Mas, de fato, não sou.
De qualquer forma, se eu fosse muito rico, teria comprado esta carta.
avatar
Politico Honesto em 25 de outubro de 2012 às 12:24:19»
Isso é irrelevante, pois existem crenças em diversos deuses. Ateus, agnósticos e não-cristãos em geral escrevem "deus" com letra minúscula não por birra ou teimosia, mas sim como uma generalização, referindo-se aos deuses de diversas religiões/crenças (não é um nome próprio, portanto). O status de nome próprio só existe para algumas crenças, não é uma regra universal.
avatar
Marya em 25 de outubro de 2012 às 12:10:20»
Quero parabenizar o Admin por ter escrito ' Deus ' com letra maiúscula no título do post, até que enfim, pois Deus, sendo Deus, deve ser escrito com letra maiúscula... e, mesmo um ateu que não crê em Deus, deve escrevê-lo igualmente com letra maiúscula, pois é uma regra gramatical,([ todo nome próprio deve ser escrito com letra maiúscula,nomes de pessoas, reais ou fictícios, ou de seres mitológicos, nos nomes que designam instituições, nos nomes de festa e festividade, nos títulos de jornais, revistas e publicações periódicas, nos nomes dos pontos cardeais ou equivalentes, quando empregados absolutamente, em siglas, símbolos ou abreviaturas internacionais ou nacionais, com maiúsculas iniciais ou mediais ou finais ou o todo em maiúsculas)], pois se até 'Hitler' é escrito com letra maiúscula... rolleyes
avatar
Tyr em 25 de outubro de 2012 às 11:44:37»
R$ 9,50!!!! biggrin
avatar
O briam em 25 de outubro de 2012 às 11:04:37»
Minha carta "Eu acredito em fadas!" esta a venda!

R$ 10,00

Algum lance?

biggrin
Eliezer em 25 de outubro de 2012 às 10:22:20»
Se Einstein estivesse aqui pediria que meditasse em Apocalipse 11:18, mas como já morreu, onde está agora não há lugar para arrependimento.
Detalhe: Deus vive para SEMPRE.
Nóstravamus em 25 de outubro de 2012 às 10:19:46»
Edgar Rocha.
Me fez lembrar das reflexões de Platão que pendia para o 'Eter' - Espiritual - e Aristóteles, que por sua vez procurava explicação das coisas no que era material. E quem seguia essas correntes de filosofia alternavam entre os dois no decorrer dos tempos.

Pouco tempo atras: Desígnios divinos, dogmas.
Hoje: Busca do pensamento crítico e lógico descartando crenças.
Amanhã: Quem sabe?
Hugo Heggedorn em 25 de outubro de 2012 às 10:17:57»
Mais de 3 milhões por uma opinião. Bem que meu pai dizia, filho, vire consultor!
Edgar Rocha em 25 de outubro de 2012 às 09:50:00»
Agora farão do ateísmo de Einstein uma bandeira anti-religião. O problema não é o ateísmo, ou a comprovação da inexistência do Deus bíblico. O problema é transferir à ciência as mesmas limitações do pensamento religioso: fundamentalismo, dogmatismo, ou um poder institucional capaz de conduzir a vida de simples mortais ou até mesmo se apropriar dela. A ciência tem de tomar cuidado. As mentiras inerentes à fé conduziram a mesma ao ceticismo generalizado e à sua previsível derrocada. Se a ciência tomar para si o ônus de se resolver todas as questões e dar respostas a tudo, pode ir pro mesmo buraco. E o retorno a fé acaba sendo inevitável.
avatar
Politico Honesto em 25 de outubro de 2012 às 08:44:37»
Aff! V
prisca em 25 de outubro de 2012 às 00:22:01»
É por isso que vai para o fogo eterno , pois conheceu a palavra e não obedeceu, "Aquele que crer e for batizado, será salvo, e aquele que não crer será condenado" disse o Senhor Jesus.
avatar
Politico Honesto em 24 de outubro de 2012 às 22:33:00»
Há ordem no caos e, de certo modo, o contrário também. As leis da Física funcionam bem no mundo macroscópico (até certo ponto), mas não se pode dizer o mesmo em relação ao mundo quântico (o qual, ironicamente, é a "base" do universo). Essa hipótese da aleatoriedade do universo é sustentada por alguns físicos teóricos, que acreditam que até mesmo a causalidade pode ser imprevisível no mundo quântico.
avatar
Luiz Felipe em 24 de outubro de 2012 às 22:07:19»
Penso que Einstien falou que "deus não joga dados" no sentido de que o universo não é totalmente aleatorio, mas dizem que ele estava errado. Pelo menos até que se prova o contrario, o universo é sim aleatorio, porem não tão aleatorio quanto poderia ser, há ordem no caos, esse é o principio da incertesa de heisnberg.
Se o universo for realmente aleatorio, significa que nossos cerebros de macaco reconhecedor de padrão nunca vão poder entender completamente a realidade, somente enxergarão pareidolias.
avatar
LukeSchimmel em 24 de outubro de 2012 às 22:05:36»
Legal.
avatar
revolt4d4 em 24 de outubro de 2012 às 21:12:18»
Abaixo do esperado.
Mas independente do meu credo, eu não a compraria, estaria a favor de sua divulgação.
avatar
Marya em 24 de outubro de 2012 às 20:51:32»
Concordo com o Tyr
avatar
Tyr em 24 de outubro de 2012 às 20:49:48»
De fato! Lá vamos nós!
Mas quer saber? Tudo isso é relativo mesmo!
Se era ateu, agnóstico, crente, fanático, viado, viciado em jogo ou o raio que o parta, deixou sua marca.
E também um monte de assunto pra gente debater!

lol
avatar
Politico Honesto em 24 de outubro de 2012 às 20:22:07»
Pelo que li na Internet, o "debate" era sobre ele ser ateu ou agnóstico (este tinha mais "votos" ), pois somente uma minoria de crentes o enxergava como um teísta, por causa dessa frase.

"Deus não joga os dados com o universo" – A meu ver, um comentário descontraído (que muitos irreligiosos fazem), como se quisesse dizer que todos os fenômenos do universo têm uma explicação lógica, seguindo o princípio da causalidade, e que poderiam ser compreendidos, por mais "aleatórios" que parecessem.
avatar
Politico Honesto em 24 de outubro de 2012 às 19:46:45»
Uma doida emplumada aí enviou o link sobre o seu leilão, há algum tempo.
Bom... Lá vamos nós.