Faça o seu comentário

:

:







Comentários

Edgar Rocha em 06 de dezembro de 2012 às 22:31:25»
Valeu! Bem lembrado, PH.
avatar
Politico Honesto em 06 de dezembro de 2012 às 22:23:53»
Eugenia. V
Edgar Rocha em 06 de dezembro de 2012 às 22:16:38»
Tentei assistir ao documentário, mas não tá abrindo. Enfim, considerando o texto, tem lá um fundo de verdade. Lembram do mico de Higienópolis? Não queriam o metrô por perto por causa da gente "diferenciada". E se lembrarmos de algumas teorias sociais, fica ainda mais evidente: o fascismo, com a eliminação não só de judeus, mas ciganos, gays, deficientes físicos... a política pública do PSDB (vide massacre do Pinheirinho, eliminação da cracolândia, deportação de moradores de rua pra outras cidades...). Acho que há um certo argumento "higienizador" nisto tudo. Sem contar um certo padrão "clean" de estética bem evidente nos dias atuais. São tantos exemplos que podem corroborar esta teoria. Não me parece tão esdrúxula assim. Não assisti ao filme, pode ser que a coisa extrapole. Mas, é algo a se pensar.
diell em 06 de dezembro de 2012 às 13:31:14»
Tenho de rever com mais tempo e pausas no vídeo, por isso ão sei ainda se ele comeu cocô. Só não o beijaria, e lavando o prato não me incomodo de comer no mesmo.
Sou de esquerda portanto.
avatar
Moonwalker em 06 de dezembro de 2012 às 13:27:24»
Eu acho que ele comeu cocô! Mas se ele estiver certo, hipoteticamente falando, eu não comeria no mesmo prato, porque me encaixo na definição direitista que o post menciona. A esquerda faz muito barulho por quase nada.
avatar
Politico Honesto em 06 de dezembro de 2012 às 12:41:43»
Título ambíguo.
Já conhecia algumas correlações do tipo - não na política, mas na área de negócios e nos relacionamentos.