Faça o seu comentário

:

:







Comentários

Isete M.Quevedo Leal em 16 de setembro de 2013 às 21:37:07»
a natureza é fantastica,mas...quando o homem dá uma maozinha pra cuida-la,é maravilhoso,é um colirio para os olhos e um afago pra alma,Abençoadas mãosque plantaram essas glicinias,eu tbm plantei em meu jardim.são lindas
MARIA DOS REIS SANTOS em 27 de junho de 2013 às 15:50:20»
é de tirar o fôlego, fantastico!
Madalena O'Neill em 01 de junho de 2013 às 12:10:04»
Sempre gostei destas flores e algumas fotografias são fantásticas.
avatar
Politico Honesto em 16 de março de 2013 às 02:32:37»
Serve como "fuga da realidade". V
avatar
Angelina em 06 de março de 2013 às 20:11:06»
O efeito fica legal, mas o cheiro deve ser deveras enjoativo.
avatar
Elbereth em 06 de março de 2013 às 16:43:33»
Edgar, não perca a esperança. Pra cada coisa ruim que você ver, tenta se lembrar de uma boa, ou a gente desespera...
Edgar Rocha em 06 de março de 2013 às 14:56:09»
Os dois extremos GERAM descaso. Saco. Desculpa. Tô bravo comigo.
Edgar Rocha em 06 de março de 2013 às 14:54:34»
Obrigado por responder, Elbereth. Acho que no país, principalmente nos lugares onde a exploração e a truculência de quem manda em relação ao povo é maior, o senso de coletividade é menor, já que ninguém se sente parte de nada. Quanto mais periférico e proporcionalmente, quanto mais abastado, menos respeito pela cidade e pelo espaço coletivo. Os dois extremos geral descaso. Historicamente, no nordeste, quem manda tem nojo de povo e prefere manter distância, assim como nas grandes cidades do Sudeste. O resultado é um desastre. Institui-se o ódio pelo coletivo e a lei do mais forte prevalece. Quanto mais sem educação, truculento e ameaçador, mais espaço você garante. Dane-se quem não age assim. Não fosse pela família, já tinha saído desta bomba relógio chamada São Paulo há muito tempo, como tantos que conheço já fizeram. Que bom que no teu pedaço não é bem assim. Faço votos que não se deixem deslumbrar pelo poder da violência como o povo da periferia de São Paulo. São bichos, reproduzem exatamente o que fazem os mais abastados, mas atingem apenas o entorno, os vizinhos... queria ver esta truculência toda com quem os agride de fato: o governo, a polícia corrupta, que espanca, depois coopta e ganha por fora pra deixar rolar de tudo. Desculpe o desabafo. Já não aguento mais. Acabei me tornando meio misantropo por isto. Embora não ache certo ser assim.
avatar
Elbereth em 06 de março de 2013 às 11:09:15»
hm, o "meio desigual" ficou brando demais hahahahaha
avatar
Elbereth em 06 de março de 2013 às 11:08:16»
Edgar, apesar de não ter algo parecido com essas fotos aqui por perto, posso dizer que sou afortunada.

Moro em Curitiba, e os parques e praças daqui são lindos. Esse ano ainda passarei a morar perto do Jardim Botânico, e não tem ideia da minha alegria de saber que poderei caminhar lá todos os dias.

Um amigo meu, baiano, esteve comigo esse fim de semana. Visitamos o Parque Tanguá e ele comentou comigo... "se fosse em Salvador, já tinha umas 5 rodinhas, cada uma tentando atrapalhar a outra com música alta, e turista ia ter medo de ficar sentado tranquilo como a gente está, porque pode dar briga entre as rodinhas qualquer hora, fora o lixo que iam deixar por todo o lado".

Eu acho o país meio desigual, mas olha, posso te falar de cidades no mato grosso do sul que tem bem o senso de coisa pública, e aqui no Paraná e em Santa Catarina, que eu conheço, existe um bom respeito.

Só espero que isso se alastre pro resto do país porque beleza natural não nos falta...
avatar
Politico Honesto em 05 de março de 2013 às 21:33:37»
Luke, menos. Daqui a pouco aparece algum conspiranoico corroborando isso.
avatar
KaiserThel em 05 de março de 2013 às 19:41:15»
Magnífico...
avatar
LukeSchimmel em 05 de março de 2013 às 19:07:25»
Muito estanho, deve ser um campo de captura dos aliens.
Cdr em 05 de março de 2013 às 18:57:56»
Algumas parece aquela arvore magica de Avatar.
Edgar Rocha em 05 de março de 2013 às 16:31:29»
"contato com a natureza" (entre outros errinhos. Desculpe. É a pressa pra não perder a conexão).
Edgar Rocha em 05 de março de 2013 às 16:27:25»
Elbereth, excelente indagação. Moro próximo a um dos locais mais lindos de São Paulo: o Parque do Carmo. O Jardim das cerejeiras é um espetáculo quando flore, os lagos são lindos e a vegetação Atlântica um desbunde. Mas, como diziam meus pais, é anel de ouro em focinho de porco. Tanta lata de lixo e quase ninguém usa, tanta beleza, e o sujeito prefere fazer rodinha com som alto de funk e puxar um baseado pelos cantos; tanta flor, tanto pássaro, e o cara vai com gaiola na surdina tentar pegar um canário ou um esquilo pra vender ou trocar por pedra. Enfim, num país onde não há senso da coisa pública, não há senso de coletividade, não há educação, não se dá valor nem a beleza, nem a tranquilidade, nem ao direito ao lazer (sabem o que é lazer, de fato?), como esperar que algo como esta paisagem seja erguida. É preciso desejar ter coisas belas em torno de si. Infelizmente, a autovitimização, a baixa autoestima do brasileiro, a falta de caráter, etc. alimentam o discurso que algo assim só é feito pros ricos, que o "coitadinho" da periferia não tem acesso, não tem direito... Tudo retórica de quem prefere viver na merda pra ter benefício de vítima perante a sociedade e manipular a culpa diante do lixo humano que recusa o que é bom, o que é digno e depois vai chorar na chuva quando tem enchente, vai pedir justiça quando o próprio tiro sai pela culatra. Tenho medo de ir no Parque do carmo, até porque num lugar daquele, não se consegue ter nada do que se espera: sossego, lazer, contado com a natureza.
avatar
Politico Honesto em 05 de março de 2013 às 16:06:24»
Não gosto de flores, mas achei interessante.
avatar
Elbereth em 05 de março de 2013 às 15:42:59»
Por que isso não fica a tipo, 20 minutos da minha casa? Sério, é surreal... queria muito um lugar desses que eu pudesse visitar a qualquer tempo
avatar
msp1500 em 05 de março de 2013 às 15:41:02»
Admim;
Sem querer ser um chato de galocha, mas a título de sugestão, no primeiro parágrafo temos: "que permite aos visitantes caminhar sobre um encantador céu repleta de cor e perfume.", onde o correto seria "que permite aos visitantes caminhar SOB um encantador céu repleta de cor e perfume."
avatar
msp1500 em 05 de março de 2013 às 15:39:14»
Muito lindo. Um maravilhoso mundo criado a partir da paciência oriental e do capricho com as plantas.
avatar
revolt4d4 em 05 de março de 2013 às 15:38:58»
Flores bonitas, mas não gostei dos túneis.