Faça o seu comentário

:

:







Comentários

Natan Castelano em 19 de julho de 2015 às 03:10:46»
Todas essas perguntas são respondidas subjetivamente. Logo cada ser sabe sobre aquela pergunta.
Todos os seres que questionaram, que queriam falar sobre o que sabem , eram o Eu Ego.
O Eu Ego é apenas uma, de várias facetas do EU.
O Eu está contido em todos os seres humanos.

Eu posso ser como você em algumas facetas do EU, então algumas vezes podemos ser iguais, e se somos iguais logo estaremos sabendo o que o outro está sentindo ou fazendo.

Eu sou você , você é EU
weslley de aguiar tiburcio em 08 de abril de 2015 às 13:30:28»
meu email é weslleyatiburcio@hotmail.com que suber a resposta me mande!!!!!!!!!
weslley de aguiar tiburcio em 08 de abril de 2015 às 13:28:55»
Então me responda: se ações são mais fortes que palavras, então por que a caneta e mais forte que a espada?
Isabelle Monteiro em 27 de março de 2015 às 17:05:57»
3-Não acho que somos livres,sempre terá algo que vai nos impedir de fazer alguma coisa. Nascemos livres,mas vivemos em prisões!
Meninho10 em 23 de janeiro de 2014 às 00:45:25»
Pessoal, acho que eu errei ao dizer que o nada é imcompreenssível (ou não). Para ser sincero, eu estava refletindo no banheiro (número 2) parei e pensei e logo soltei, o nada é o que nos permite ver o que é concreto (mesa, parede,sua cara no espelho...etc.) Ex: O que existe entre a sua visão e o que você está vendo é o nada. Conclusão: O que não existe não tem nome. Apenas outro ponto de vista interessante que eu achei. Qual o seu ponto de vista ?
Meninho10 em 22 de dezembro de 2013 às 14:49:08»
O ser humano em busca da perfeição e do conhecimento. A perfeição só cabe a Deus e o conhecimento está matando nosso planeta. Realmente temos conhecimento ? Necessitamos apenas do conhecimento de Deus que é perfeito e nele não há efeitos colaterais.
Menininho10 em 22 de dezembro de 2013 às 14:43:28»
Por que há algo em vez de nada ?
Mas o nada seria imcompreensível para nós humanos, não compreenderiamos o nada. Como a fé é imcompreenssivel para os agnósticos. A evolução da razão é a lógica e depois a Fé.

Temos livre arbitrio ?
(Risadas) Sempre tivemos livre arbítrio. Livre arbítrio é como a atitude, vc pode usa-la para o bem como também para o mal. Os ladrões usam para o mal os honestos usam para o bem. Alguns políticos fazem leis para facilitarem suas más atitudes como roubar o povo.E o povo está quieto.Temos o direito e livre arbítrio para ficar quieto ou vamos a luta e tiramos eles do poder ( Esta ultima bem utópica kk).

Deus existe ?
Quem conseguiria criar um Universo tão grande(talvez infinito)? Com sempre um porque, com ações e reações tão diversificadas? O fato de não sabermos o porque, não significa que não há "porques"? Somos muito limitados para compreender coisas de Deus.

Qual o melhor sistema moral ?
Ao ler alguns comentários ví que algumas pessoas diziam que estávamos evoluindo em sistemas morais. (??)A verdade é o seguinte, o ser humano sempre tenta criar um sistemas morais que acaba por dar certo por alguma gerações ou apenas algumas décadas. Mas chega uma hora que não dá mais certo e mudamos de rumo.Nenhum sistema moral é tão perfeito quanto o de Deus. Todos os seus ensinamentos dão certos até hoje(E sempre darão). Tanto é que "Não matarás" é perfeito. E todo mundo concorda até hoje, nunca mudamos de opinião em relação a isso por entendermos que isso faz mal. Quando entendermos quanto, e em que áreas os outros fazem mal, aí sim pararemos entenderemos e louvaremos a Deus.
O que são números ?
Quantidades ? (kkk) Tão simples né ? "No caos, a solução está na simplicidade" Concordo com isso. As vezes somos nós que não queremos encontrar a resposta por saber que se encontrarmos sofreremos uma pressão da consciência por saber que temos o dever de melhorar e sabemos que realmente poderemos melhorar juntos é claro.
de um comentario a mais em 23 de agosto de 2013 às 22:08:25»
1-eu nao sei
2-sim
3-sim
4-sim
5-sim
6-nao
7-?
8-sim
Headbanger em 17 de junho de 2013 às 22:19:05»
Luiz Felipe,

Sim, todo efeito tem uma causa. Se há uma causa para Deus (e eu não penso que haja), certamente está muito além de qualquer compreensão. Mas não acho que isso desabone a causa. A ciência não sabe dizer com exatidão o tamanho do universo, mas isso não a desabona. Correto?
Quando analizamos a perfeição que nos rodeia, desde a máquina incrível que é o nosso corpo, que se regenera e opera até nas mais adversas situações e mesmo repleto de falhas continua seu funcionamento. Diria que é culpa da seleção natural, não é?
Mas esta perfeição vai além, se estende a todos os campos da ciência: está na química, na física, e em tudo o que rege o mundo e o universo.
Seria ainda isso tudo um "caos" fruto do "acaso"? Que caos mais ordenado e que acaso mais inteligente, não acha?
Quanto mais o homem conhece a ciência, mais deveria perceber as comprovações da existência de uma inteligência superior.

Desculpe a demora em responder, não acessei o pc durante o final de semana.
Haiduc (alhures) em 15 de junho de 2013 às 11:45:23»
Os crentes existem e, desde os tempos do Genesis, fazem sempre muito barulho onde estão e por onde passam. Com tantas certezas que carregam, da mais abrangente à mais insignificante, sobre a imensidão do Universo e sobre o que é legítimo ingerir à sexta-feira, sobre as peripécias da "vida eterna" e sobre a vida sexual alheia, bem que os crentes podiam evitar ler escritos "duvidosos" como este do Admin, pois, além de não lhes servir para nada, a sua leitura pode ser considerada abominável heresia e, consequentemente, irão arder nas chamas do Inferno sem necessidade.
Se se trata de mero proselitismo, sendo eu agnóstico, duvido da possibilidade de conversão de ateus em piedosos cristãos apenas com retórica. No entanto, para aqueles que acreditam que foi possível a alguém transformar água em vinho e que um casal de cangurus viajou um mês e tal numa arca com um casal de anacondas... tudo é possível.
avatar
Luiz Felipe em 14 de junho de 2013 às 23:02:45»
" A prova da existência de Deus reside na simples evidencia de que não há efeito sem causa."
Isso não é uma evidencia, porque não se pode ver todos os "efeitos" do universo e saber se realmente todos eles tem causa, na logica aberta isso não é falseavel. E se continuar, voce implica que deus deveria ter uma causa tambem, mas ele obviamente não tem.
E se algo pode existir sem causa, o universo existe sem causa, portanto deus não existe. Claro que tambem não se pode provar que algo realmente pode existir sem causa, caso se prove, poderia se construir coisas apenas imaginando. Todos seriamos deuses nesse caso.
Talvez todo o universo seja falso, seja apenas uma imaginação coletiva de todas as consciencias que entram na Matrix apenas como um jogo.
Mas por outro lado, existem teorias que todos os processos do universo são apenas programas, por isso que a matematica é cheia de equações, que na realidade são tão aleatorias quanto o universo.
Tudo se resume ao problema da parada, que é provar se um programa realmente trava ou termina. Teoricamente todas as equações e problemas da matematica deveriam ser possiveis de solução, mas não são, e o motivo é que são incomputaveis. Mas os matematicos não admitem que não podem resolver todos os problemas, exceto alguns como o Wolfram.
O universo é apenas um programa incomputavel que não termina, e não pode ser modelado por equação alguma. Primeiro porque ele é um programa que se auto altera, e segundo porque a matematica não pode descrever programa algum corretamente, ela pode apenas descrever programas computaveis, ou seja, as equações com solução.
No fim das contas a computação não é uma subarea da matematica, é o contrario. Alguns iriam me bater por isso, mas é o que acho. O universo é um computador "Universal" que computa programas incomputaveis.
Headbanger em 14 de junho de 2013 às 16:35:20»
Diojenes

O que é um Deus fodão? É tipo o Chuck Norris?

Hehehehehehehehehe

Abraço!
Diojenes em 14 de junho de 2013 às 15:26:24»
Para os que estão afirmando que deus existe, tudo bem!
Então nos apresentem um deus fodão, não aquele personagem mitológico fanfarrão descrito na bíblia.
Esse universo é incrível demais pra ser atribuído a um deus tão burro e sem moral.
E estorinha por estorinha eu ainda prefiro a do saci que bem mais legal.
George Fox em 14 de junho de 2013 às 14:40:13»
1.-Da instabilidade do nada nasce a primeira partícula que deu origem ao que hoje existe e compreende o universo, a matéria e a energia trabalham conjuntamente se expanden e evoluem…

2.-Tudo o que existe em uma mente consciente é real. Com os sentidos podemos perceber tudo que nos rodeia, ao contrário, o que não é assim simplesmente NÃO EXISTE.

3.-Não há livre arbítrio, porque o mundo é administrado de maneira ineficiente, para prender as pessoas e condenar suas vidas.

4.- A palavra deus existe, o resto é crença sem significado de um senso popular medroso que criou um ser todopoderoso para castigá-lo quando fizesse algo errado.

5.- Depois da morte do corpo humano, se a memória e os pensamentos pudessem ser registrados e aplicados a um humanoide, talvez dessa maneira poderia existir. Reencarnação é outra bobagem de mentes vazias…

6.- A realidade é objetiva e é uma só, O DNA da realidade é a informação. Nós precisamos de toda essa informação.

7.- A moralidade simplesmente deve basear seus fundamentos na liberdade e no compromisso de construir felicidade no mundo e mais além.

8.- Os números são uma ordem, uma série de códigos, é como a linguagem de programação que constitui tudo o que existe.
Entendedor Anonimo LOL em 14 de junho de 2013 às 13:09:12»
1. Por que há algo em vez de nada?
Essa pergunta é irrelevante, uma vez que nada fosse a norma essa pergunta não existiria, então devemos ser felizes por que há algo ao invés de nada, seja por quais motivos forem.

2. Nosso universo é real?
É tao real quanto eu e você, a não ser que você seja um deus, e o universo apenas um sonho seu.

3. Temos livre arbítrio?
Claro que temos, somos tao livres quanto nossos governos querem que sejamos.

4. Deus existe?
Irrelevante. A existência ou inexistência de deus não deve afetar a vida de um homem, se deus existe simplesmente devemos seguir as leis de nossas nações(que se enquadram nas leis divinas( em sua maioria )) e sermos bom indivíduos, se deus o mandar para o inferno por isso, então ele não é um deus bom. Se deus não existe devemos seguir as leis de nossas nações e sermos bom indivíduos. De uma forma ou de outra devemos viver o melhor possível respeitando os outros.

5. Há vida após a morte?
Irrelevante, vivam a vida da melhor forma e deixem para pensar no que fazer apos a morte depois que morremos.

6. Há algo que em realidade possamos experimentar objetivamente?
Bem não podemos visualizar todo o quadro de uma só vez, nos o olhamos daqui, dali, desse angulo, daquele angulo ate o entendermos inteiramente, se não podemos ver algo ainda devemos simplesmente evoluir, que venha a manipulação genética.

7. Qual é o melhor sistema moral?
Não existe um melhor sistema moral, a moral evolui junto com nós, certo e errado podem mudar, tudo depende de nos, e do que passamos adiante.

8. Que são os números?
"construções bem definidas de pensamento abstrato com base em matemática" concordo com isso.
Headbanger em 14 de junho de 2013 às 10:54:18»
Muitas pessoas abandonaram a crença em Deus por causa de ficaram decepcionadas com as injustiças do mundo.
Outras irritaram-se com os absurdos e dogmatismos de algumas religiões.
Mas as injustiças do mundo não são injustiças. São na verdade a tão falada justiça divina. Tudo o que fizemos, de bom ou de ruim em vidas anteriores, reflete-se nessa. O objetivo do homem é atingir a perfeição moral e intelectual, e isso seria impossível em uma só existência. É no encadeamento de centenas de encarnações que o espírito vai desenvolvendo o seu intelecto e a sua moralidade. Mas para isso, às vezes precisa sofrer para compreender certas questões.
Aquele que é rico e oprime os pobres, por exemplo, precisará sentir na pelo o peso da miséria para compreender a posição daqueles que oprimiu. Da mesma maneira com aquele que matou. Parece uma "lei de talião", mas é diferente.
Então, neste mundo, NINGUÉM é vítima, pois o homem é que faz o seu próprio destino.

Leituras complementares:
http://livrodosespiritos.wordpress.com/mundo-dos-espiritos/cap-4-pluralidade-das-existencias/i-da-reencarnacao/
http://livrodosespiritos.wordpress.com/mundo-dos-espiritos/cap-4-pluralidade-das-existencias/ii-justica-da-reencarnacao/

OBS: Não estou criticando a posição de quem é ateu. Cada um faz o que quizer da sua vida. Estou apenas propondo o tema para observação e reflexão. Eu também já fui ateu por anos, até que encontrei respostas para as minhas perguntas.
Headbanger em 14 de junho de 2013 às 10:28:53»
1. Por que há algo em vez de nada?

R: Na verdade "parece" ser o nada, mas não é. É algo que nossos sentidos humanos e nossa tecnologia não conseguem distinguir. Todo o universo é permeado pelo fluido cósmico universal, material de toda a criação. Quando o espírito está desencarnado compreende melhor essa realidade, ainda que seus sentidos seja mais ou menos apurados de acordo com o seu grau de evolução intelectual e moral.

2. Nosso universo é real?

R: Sim. Nossas percepções limitadas que nos fazem duvidar disso.

3. Temos livre arbítrio?

R: Certamente. Apesar de como já mencionado nos outros comentários, Deus saber toda nossa jornada, ele não interfere em nossas escolhas, sendo por isso o homem o artífice de sua própria felicidade ou infelicidade.

4. Deus existe?

R: Com certeza. A prova da existência de Deus reside na simples evidencia de que não há efeito sem causa.
Para tudo existe uma causa, e negar a existência de Deus seria o mesmo que dizer que "o nada" pode fazer alguma coisa.
Todos os povos trazem inconscientemente a sensação de que um Deus existe. De onde surgiria isso? Alguns afirmam que são crenças passadas de geração em geração. Mas como então os povos nativos e aborígenes, sem qualquer contato com a civilização possuem também o mesmo sentimento?
Olhando para o universo, muitas pessoas dizem que a origem de tudo é um acaso da matéria, que originou o Big Bang. Estaríamos aí mais uma vez a olhar o efeito em vez de olhar a causa. Seria atribuir ao acaso um poder que até hoje a ciência é incapaz de precisar.
Diz-se: "pela obra se conhece o autor". Conhecendo as perfeitas leis que regem o universo, a física, a química, a biologia, a botânica e todas as demais ciências, não seria um tanto inocente atribuir tudo isso ao acaso?
Um acaso inteligente não seria mais o acaso.

5. Há vida após a morte?

R: Não só vida após a morte como também a reencarnação. De que outra maneira se explicariam as injustiças do mundo? Porque uns sofrem enquanto outros são felizes? Sem buscar a causa disso nas existências anteriores, não há como explicar essas aparentes injustiças.

6. Há algo que em realidade possamos experimentar objetivamente?

R: Tudo experimentamos com os sentidos limitados que o corpo físico nos dá. Após a morte, nossas percepções se ampliam, e quanto mais progredirmos intelectualmente e moralmente, maiores serão nossas percepções e a compreensão do todo.

7. Qual é o melhor sistema moral?

R: "Faz ao outro o que gostaria que te fosse feito, e não faz ao outro o que não gostaria que te fizessem".

8. Que são os números?

R: Na criação divina tudo é exato. Senão, Deus não seria perfeito. Portanto os números são representação gráfica dos sistemas de exatidão. Por isso que a matemática está presente nas demais ciências. Não tenho conhecimentos suficientes para uma resposta mais aprofundada dessa questão.

---

Conclusão: Já que o post é sobre filosofia, respondi de acordo com a filosofia que sigo. Quem quizer contestar ou debater alguma das respostas fique à vontade. Sei que muitos aqui são ateus, mas nem por isso precisam ser haters.
avatar
Politico Honesto em 14 de junho de 2013 às 09:45:09»
Quando criança, após assistir a um documentário que mostrava como seria a visão de muitos animais, me perguntei se a nossa seria realmente a "verdadeira". Construímos objetos e nos orientamos com base na nossa visão, na nossa percepção, mas quem garante que o mundo e a realidade, como um todo, são, de fato, assim? São perguntas que eu costumava fazer a mim mesmo. Percebemos somente 3 dimensões espaciais e uma temporal – o tempo seria a quarta dimensão (segundo alguns teóricos, podem existir até 26 dimensões, "dobradas" umas sobre as outras). Aliás, a nona pergunta dessa lista poderia ser esta: "O que é o tempo?"
avatar
Elbereth em 14 de junho de 2013 às 09:29:11»
Eu estive pensando esses tempos.

Eu gosto da minha vida. Nem sempre tudo está bem, e já passei por umas dificuldades bem grandes. Apesar disso, superar as dificuldades me faz muito bem, me deixa mais feliz, mais forte. Aprender, de modo geral, é algo que eu gosto - não só academicamente falando, mas na vida também...

De qualquer forma: para mim, o paraíso poderia ser parecido com minha vida, hoje. Não perfeita, porque a perfeição não deixaria que eu crescesse e melhorasse.

E agora, será que já "morri" e essa vida é meu "paraíso"?
Luan em 14 de junho de 2013 às 09:22:31»
Crianças, parem de falar bobagens sobre o que não conhecem bulhufas. É um post interessante. Poderia sugerir mais algumas questões indecidíveis. Como a lógica de fundo de nosso Universo. De qualquer forma, quem escreveu o ponto 2 ou não leu, ou não compreendeu Baudrillard.
Aleluia em 14 de junho de 2013 às 09:08:17»
Equipe do Mdig:
https://www.facebook.com/photo.php?v=587756934589384
Video que mostra a PM de SP quebrando a própria viatura. Não é dificil entender pq tem tanto quebra quebra nessas manifestações: com vandalismo a pm tem carta branca pra sair dando porrada.
Ulisses Sampaio em 14 de junho de 2013 às 01:26:10»
Insônia é fogo!

Até o Nada absoluto tem sua representação, segundo dizia o poeta Drummond "A prova material da existência do nada é o ZERO!"

Boa noite!
avatar
cacafilho em 14 de junho de 2013 às 00:46:51»
gosteiiii!!!
a essencia do pensamento nos coloca em prisões mentais.. como o caso da onipotencia.. o pensamento expremido lah eh puramente lógico! =]
avatar
Politico Honesto em 14 de junho de 2013 às 00:02:50»
"Simplificando, não podemos saber se deus existe ou não. Ambos os ateus e crentes estão errados em suas proclamações, e os agnósticos estão certos."

"Deus" é um conceito (ou uma hipótese) que não pertence ao cognoscível, pois nem mesmo possui uma definição; e se é indefinido, não há como provar sua existência ou inexistência. Esta é a linha de raciocínio de um agnóstico (pelo menos é a minha).
willwab em 14 de junho de 2013 às 00:00:59»
interessante:
O nosso universo e real, com certeza e real, mas provavelmente sofre influencia de um mundo paralelo, que para compreende-lo precisamos de um sexto sentido , algo alem da percepção dos nossos sentidos, Deus nada mais é do que uma influencia psíquica incondicional aceita como uma existência, e nosso arbítrio é estabelecido por influencia de variáveis, que somos expostos, desta maneira os números são vistos irracionalmente, tornando-se algo necessário não complementar, que por nosso entendimento aceitamos com invariáveis concretas.
então: como dito tudo pode ser um descrito como um numero, então o nada e somente o nada não pode existir, Deus e uma influencia psíquica que pode ser um numero, assim um mundo paralelo também pode existir, e que pode nos influenciar, e como a morte também e um numero, ela pode gerar outro numero porem não necessariamente neste mundo.a moralidade e uma forma dos números se organizarem então não existe uma moral certa.
Semiramis em 13 de junho de 2013 às 23:10:01»
Está bem complicado. Estou muito velha para gastar os poucos neurônios que me restam. Prefiro ler Pato Donal, Brasinha, Recruta Zero, etc, etc.
O que ainda me faz pensar um pouco é a pergunta 5: quando o sujeito é mala, vai ser mala até quando morrer: vira alma penada e sai assombrando vivos, mortos e sobreviventes. Rá!!
Ulisses Sampaio em 13 de junho de 2013 às 22:32:04»
1 – Nem imagino.

2 – Deve ser! Pelo menos o meteorito que caiu na Rússia e fez aquele estrago era bem real.

3 – Temos, embora muitos usem constantemente o dos outros. É meio que empurrar com a barriga.

4 – Tenho comigo uma idéia assim: Uma parte que diz – Sim! Existem outras formas de existência. – E a outra parte sempre responde – Ok!

5 – Só morrendo pra saber, mas creio que sim. Minha vida começou novamente depois que meu casamento morreu.

6 – O desenvolvimento de um 6º sentido para ampliar a percepção? Por que não?

7 – O meu.

8 – Representação quantitativa de praticamente tudo.

P.s.: Adoro enquetes!
Sylvinha em 13 de junho de 2013 às 22:02:56»
1- Para que tenha nada tem que ter tudo.
2- O universo é real, o que não é real é a linguagem que o descreve, é um mundo imaginário.
3- A liberdade é relativa a nossa capacidade de imaginação.
4- Se existisse seríamos seu maior erro. Como se manifesta apenas através da crença, é o nosso maior erro.
5- Há vida antes da morte.
6- Nossa própria vida ou percepção da realidade.
7- Evoluir consiste em uma infidelidade a nosso passado e a nossas antigas crenças.
8- Entre outras, uma forma que tem a mente para ortganizar.
avatar
Politico Honesto em 13 de junho de 2013 às 21:33:27»
1. Segundo Lawrence Krauss, o universo teria surgido através de partículas que "pipocavam" no vácuo.
2. E o que seria a realidade? Aquilo que compreendemos e está ao nosso alcance seria a realidade?
3. De certa forma, sim, pois mesmo ações destrutivas são passíveis de acontecer e a consciência delas é obtida mais cedo ou mais tarde. Por outro lado, os seres vivos têm suas limitações.
4. Até o momento, deuses não passam de uma hipótese idealizada por seres humanos.
5. A vida, de forma resumida, é constituída de matéria e uma consciência – produto dos sistemas sensoriais. Quando ocorre a morte, a matéria pode ter diferentes destinos, mas a consciência é perdida (pelo menos é o que se sabe, até o momento).
6. Minha resposta à 2ª pergunta.
7. O teórico denominador comum de pensamentos, que deveria se renovar com o passar do tempo, mantendo os mesmos princípios.
8. Um dos alicerces da natureza e uma prova de que o infinito é possível.
avatar
Nordestino em 13 de junho de 2013 às 19:17:05»
1= o que prevalece é o nada...o que existe é raro
2=é
3- sim
4-não
5-ninguém vivo sabe
6-sim...não completamente...mas objetivamente
7-impossível de saber
8-uma linguágem
avatar
revolt4d4 em 13 de junho de 2013 às 19:14:16»
Leio quando a dor de cabeça passar.
avatar
LukeSchimmel em 13 de junho de 2013 às 18:29:05»
1- Há o inexistente e há o existente. Somos parte do existente, por isso damos mais enfase ao existente, porém o inexistente não pode ser medido porque obviamente não existe. É difícil explicar... mas é que existe por existir, sem causa. Coisas não precisam necessariamente de causa para existir.

2- Ele é real. A prova mais simples é que você e eu estamos aqui. "Uma mente superior simule..." ainda seria real. O MDig é irreal? Não, ele existe, estou escrevendo ele, mesmo ele sendo visto como só um emaranhado de dados processados pelo computador, armazenado num servidor ou como um site concreto.

3- Sim... não. Depende do seu ponto de vista, mas um exemplo pode se dar sobre um cristão: Não há ponto de vista, uma vez que Deus o cria, como um ser onisciente, sabe o que irá acontecer com ele então não importa qual decisão ele tome pois Deus o criou sabendo o que ele iria escolher. É um exemplo complicado de metafisica, mas é só um dos modos de ver isto.

4- Existe? Segundo a descrição da entidade, ele/s se mantem bem passivo/s a intervenções diretas em nosso mundo... ao que se pode ver, na mente superior dele/s, é melhor ver o mundo pegar fogo que no dia de hoje se revelar a todos e não a um grupo especifico.

5- Isso é algo que eu nunca entendi.... primeiramente eu nunca entendi a obsessão humana pela morte. Por que tanto medo pelo cessar da vida biológica? Por que a necessidade de se fazer eterno? A vida efêmera não é suficiente? VocÊ não tem amor a sua própria vida e por isso não pode simplesmente deixá-la, tem que ter outra.... eu prometo responder quando eu descobri o motivo pelo qual os humanos buscam tanto essa coisa de "sentido para a vida" porque até a ultima vez que chequei não há motivo interpessoal para a existência... mas o conceito de vazio, inexistente, existente, causa, eficiência, finalidade parecem ser incompreensíveis para as pessoas.

6- Suas capacidades biológicas alteram sim como você observa o mundo ao seu redor, mas não alteram em si o mundo ao seu redor. Vou tentar dar um exemplo : A realidade é uma parede vermelha... um cão pode ver, com sua visão de cores diferente da nossa, a parede em um tom de cinza, mas se pintar ela de azul, uma cor que o cão pode ver por se encontrar no espectro de cores distinguíveis para ele, ele verá ela azul... mas é uma parede nova ou só a realidade por baixo de uma camada de tinta?

7- Moral é subjetiva... não sei como responder isto.

8- O numero é uma representação simbólica para quantificar algo.
Isso me lembra que talvez existam aliens que não saibam o que é matemática, uma invenção humana, mas conseguem quantificar, e coisas muito superiores ao que a humanidade pode fazer e que o único motivo para a matemática ser considerada universal é que a mente humana não foi capaz de achar outros métodos.
avatar
Angelina em 13 de junho de 2013 às 18:16:54»
Bom post Admins, nada de extraordinário, mas bom post.
Sabe, eu tinha melhor capacidade de questionar toda essa questão existencial há uns anos atrás, quando as portas estavam abertas na minha mente, por birra talvez.
Agora, parece que se fecharam um pouco, e meus questionamentos vem sendo mais sobre a psicologia humana; e mesmo não sendo muito boa em matemática, ela me impressiona, pelo fato de ser muito perfeita; e sobre ser destino ou acaso o que move nossas vidas.
E bem... Um texto filosófico, deve ser mais constituído de perguntas de que respostas.
Boa tentativa, admin, de tentar nos fazer pensar.
Osaminha em 13 de junho de 2013 às 18:01:44»
1- O que predomina é o nada. Nós somos apenas poeira cosmica.
2- Sim, bem real. Uma realidade que as vezes nos machuca mas que as vezes também nos proporciona enormes prazeres.
3- Sim. As pessoa são o que merecem ser. Nen mais nem menos, apenas o resultado do que fizeram por merecer.
4- As evidências/fatos apontam que não.
5- Não. É muita prepotência de um ser vivo que só porque consegue compreender e modificar o mundo a sua volta, achar que mereca ter vida após a morte. Morreu, acabou! Somos exatamente como aquele cachorro querido da familia que viveu 12 anos sempre sendo um bom cachorro, mas que quando morre acaba sua historia. Teremos o mesmo destino que ele.
6- Só a evolução biologica poderá nos proporciar enxergar/sentir coisas que hoje somos limitados.
7- Essa é fácil. Lute por seus sonhos, mas nunca prejudique nínguem. Quem vive assim anda pra frente e consegue dormir a noite de consciência limpa.
8 - Números são uma necessidade. Cedo ou tarde alguém "descobriria" com representá-los. Até os animais "irracionais" contam.
Anonimamente em 13 de junho de 2013 às 16:55:55»
Quem compra o cd do latino?
avatar
Politico Honesto em 13 de junho de 2013 às 16:55:31»
Já imagino.