Faça o seu comentário

:

:







Comentários

Ulisses Sampaio em 10 de setembro de 2013 às 09:09:53»
Como diria Malcon X "Para criar inimigos basta dizer o que pensa"
...
Ou seria o Martin Luther King????
Gi em 09 de setembro de 2013 às 22:34:26»
Estatistico, exemplo dentro do contexto, se vc acha que é certo matar e eu faço só para te agradar mesmo sabendo que isso é errado, sou tão idiota quanto vc e vai acabar com a minha auto-estima. Pronto desenhei.
avatar
Politico Honesto em 09 de setembro de 2013 às 21:25:36»
"Como quase tudo, o conceito de certo e errado é muito relativo."

Lembra o meu primeiro comentário neste post: http://www.mdig.com.br/index.php?itemid=27240

Uma pequena história que pode ilustrar essa transitoriedade:

Um velho descansava tranquilamente numa floresta, quando é interrompido por um rapaz que fugia desesperadamente de um grupo de caçadores. Curioso, o velho indaga ao rapaz o porquê dessa perseguição. Este, então, explica que havia roubado dos caçadores uma grande quantidade de dinheiro, com a finalidade de comprar comida para os habitantes da vila onde morava. Disse, ainda, que os caçadores - conhecidos na região por serem implacáveis com qualquer um que os afronte - não poupariam sua vida, caso o capturassem, já que esta não era a primeira vez que eram roubados por ele. Infelizmente, o rapaz não teve tempo de continuar, pois o bando estava cada vez mais próximo. Sem pensar muito, o velho diz para o tal fugitivo se esconder numa caverna que ficava perto dali. O rapaz, então, corre até a tal caverna e, instantes depois, o bando chega ao local onde o velho estava e seu líder lhe pergunta sobre o fugitivo. Calmamente, o velho apenas diz que viu um jovem seguir em direção ao riacho (a direção oposta à da caverna em que ele se escondeu). O líder agradece e o bando segue pela direção indicada pelo velho. Instantes depois, com o bando já distante, o rapaz vai até o velho, o agradece e segue em direção à sua vila.

Estaria o velho certo – ao salvar a vida de alguém – ou errado – ao mentir e proteger um ladrão? Se estiver certo e errado ao mesmo tempo, então os conceitos são mesmo relativos, transitórios e, nem sempre, excludentes.
avatar
Cheat em 09 de setembro de 2013 às 20:49:14»
Analise dentro do contexto apresentado, e não sob o primeiro que lhe vier em mente e possibilite um comentário tosco e limitado como esse.
Gi em 09 de setembro de 2013 às 19:15:30»
o conceito de certo e errado é muito relativo

Ok, então vou ali matar alguém e já volto. As pessoas falam cada merda viu
avatar
Cheat em 09 de setembro de 2013 às 18:39:33»
Como quase tudo, o conceito de certo e errado é muito relativo. E não é fazer o certo de alguém (que me importe, é claro) de vez em quando que vai atacar minha autoestima; muito pelo contrário, talvez.
Besteira isso aí.
avatar
Angelina em 09 de setembro de 2013 às 14:33:40»
Pelo visto, é assim mesmo que funciona por ai...
Não importa.
avatar
Moonwalker em 09 de setembro de 2013 às 13:02:21»
Eu procuro fazer as coisas do meu jeito, mas não acho errado abrir mão do nosso jeito para agradar aos outros. Este é um dos comportamentos que mais nos difere dos animais, e é uma coisa bonita.
Claro, não pode se anular. É preciso certificar-se de que ao dizer "sim" para algo, não estamos dizendo sempre "não" a nós mesmos.
avatar
Tyr em 09 de setembro de 2013 às 13:01:45»
Não sou unanimidade.
avatar
revolt4d4 em 09 de setembro de 2013 às 12:32:52»
Interessante.
avatar
Politico Honesto em 09 de setembro de 2013 às 11:16:44»
Eu sigo minhas regras, o resto que se foda.