Faça o seu comentário

:

:







Comentários

avatar
PadreTorque em 22 de maio de 2015 às 10:25:26»
Tenso, heim ???
Mesmo assim, interessante...
bjorn atg em 22 de maio de 2015 às 03:26:19»
Em Manaus e Belem tambem temos bairros em semelhantes condições.
Infelizmente os nossos governantes tambem tem as mesmas atitudes .
Existe no entanto , estudo de ONGs nao governamentais , que ficaram estarrecidas com censo nesses " nossos " locais onde esmagadora maioria prefere nao sair dali . Gostariam sim de terem melhores condições , mas que fossem ali , e nao em outro local . Os motivos são os mais diversos , e acredito , comecem pela falta de cultura , conhecimento básico e excencialmente pela descrença pessoal em uma vida menos desumana .
Rogério em 21 de maio de 2015 às 20:36:18»
se os moradores vem de outras partes da Africa para morar dentro de um esgoto, imagina como eram essas áreas de onde eles saíram...
avatar
Marya em 21 de maio de 2015 às 20:19:24»
sad sad Até quando? Até quando existirá tanta injustiça?
L!$@ em 21 de maio de 2015 às 19:57:09»
"Todas as águas residuais, excrementos e sacos de polietileno vão parar na água da lagoa, que nada mais é que um esgoto a céu aberto."

Antes mesmo de ler esta parte já estava para comentar que é praticamente viver em um esgoto, só em olhar as imagens já se imagina o odor...

"A única forma possível de obter água potável é comprando dos vendedores ambulantes, já que o governo não fornece água ou qualquer outro serviço em Makoko."

O Governo não fornece nada no continente Africano inteiro, cada site que vc entra e tem uma reportagem sobre uma região diferente da Africa é a mesma coisa: Pobreza, precariedade, doença... outro dia li sobre a Somália, é pior ou igual a isso aí, creio ser pior pela tamanha violência, mas vai saber, enfim. É de revoltar!