Faça o seu comentário

:

:







Comentários

Página 2 de 2 (57 comentários)
« Ant. | Primeira | 1 | 2 | | Última | Prox. »

Jonas em 16 de agosto de 2012 às 23:04:23»
Muito bom, mas a pergunta que fica: Que regime substituiria o capitalismo?
avatar
Grumete em 16 de agosto de 2012 às 21:57:44»
Faço coro ao comentário da Revoltada: Aaaaaahhh... O Capitalismo.
Se for pra arrolar só defeitos poderia ficar anos falando mal do comunismo.
"Quem não foi comunista antes dos dezoito não tem coração, quem ainda o é depois dos trinta não tem cérebro". Exemplifica direitinho o que o comunismo representa na vida das pessoas.
O comunismo é uma chaga maligna na história do homem, só comparado à inquisição e aos regimes totalitários da II Guerra. O comunsimo proposto por Marx e Engels é realmente lindo, o único problema é que é impossível de ser estabelecido sem uma revolução, geramente sangrenta, o que já é um contra. Pelo meio correto, humano e racional proposto pelos gregos o comunismo vira no máximo uma social-democracia que gera uns vermelhos muito rosados (e gordos, e saudáveis, e felizes, e preguiçosos, e mensaleiros e...OPS!)
Depois vem a Dilma dizer que não vai privatizar, só vai corrigir uns erros antigos.
Balela! Com pressão por aumento dos militares e de vários setores de servidores federais, greve... (por coincidência em ano eleitoral confused ?) é claro que o governo precisa de caixa. A coisa mais sensata que ouvi esse ano é que o governo vai fazer concessões da malha ferroviária. Só que não incluiu o trem bala na conta! Pode?!?
O comunismo causou mais mortes e destruição e tristeza e lágrimas e ranger de dentes. Pra isso ele foi criado.
O Liberalismo Econômico proposto por Adam (Jonh? sei lá) Smith previa evoluções. Assim como esse Darwin da fotinha aqui do lado propôs também. O Capitalismo evolui junto com o homem. E o comunismo? O comunismo é um primo problemático e tímido que nunca teve namorada.
Jorge Luis em 16 de agosto de 2012 às 21:54:39»
Na minha juventude li um livro chamado "Capitalismo para principiantes" e nele o autor discorria os vários sistemas vigentes (vários o cacete! Isso é como ser cristão, acredita ou não. Simples assim) e em dado momento o que ele deixou claro era que esse sistema econômico só funciona porque é o melhor quebra-galho. Tem quem quer mandar porque acha quem só sabe obedecer. No dia que cada um (utopia, eu sei!) começar a usar de fato a cabeça, talvez (utopia²) as coisas mudem.

"O capitalismo é a exploração do homem pelo próprio homem, o comunismo é justamente o contrário"

"O mundo será mais justo quando o ultimo capitalista for enforcado com as tripas de um comunista"

Tem mais umas trocentas frases de efeito no livro. Inesquecível.
Edgar Rocha em 16 de agosto de 2012 às 21:52:06»
Se entendi bem, a única coisa capaz de destruir o capitalismo é o próprio capitalismo, e por exaustão. Só discordo que esta destruição possa ser definida como "caos". Acho que o caos pode ser definido como a estabilidade morta, capaz de anular todas as forças e amalgamá-las num único corpo, sob a pressão de um único poder, ou um único poderoso. O caos é a anulação do conflito, da diversidade de ideias, a instauração de uma mesmice que submete a todos ao interesse de poucos. Um bom exemplo de caos social e econômico é a ditadura militar no Brasil. Não havia regras para os ditadores, ninguém podia abrir a boca e pensamentos divergentes eram simplesmente extirpados. Vejo muito disso no capitalismo atual. Resumindo, NÓS JÁ ESTAMOS NO CAOS CAPITALISTA! Estabilidade é inerente ao caos, e bem diferente de equilíbrio de forças, presente, por exemplo, num Estado democrático. A crise do capitalismo, acredito, seria nada mais que o restabelecimento do equilíbrio, ou a sua busca. O conflito é intrínseco a este processo. E a paz depende de como administrá-lo.
avatar
Politico Honesto em 16 de agosto de 2012 às 20:15:34»
Enquanto o sistema servir ao bem-estar da elite, ele perdurará. Quando o "equilíbrio" é quebrado, pequenas modificações e adaptações são feitas, a fim de restabelecê-lo - nisso, os pontos fracos, ainda que causem algum desconforto (à elite), são assimilados dentro dessas adaptações, mesmo que prejudiquem outras classes. Esse, basicamente, é um dos principais processos de renovação de poderio mais utilizados ao longo da história, sobre o qual se assenta o capitalismo.
avatar
revolt4d4 em 16 de agosto de 2012 às 20:12:47»
Ah, o capitalismo.
avatar
Politico Honesto em 16 de agosto de 2012 às 19:58:18»
"De todos os modelos econômicos que já existiram na história da humanidade, nenhum foi tão bem sucedido como o capitalismo, ao menos se julgarmos em função de sua sobrevivência, de sua capacidade de adaptação, de sua habilidade surpreendente para eludir crises e conflitos."

Ou melhor, nenhum foi tão resistente como ele.
Página 2 de 2 (57 comentários)
« Ant. | Primeira | 1 | 2 | | Última | Prox. »