Faça o seu comentário

:

:







Comentários

Página 2 de 2 (79 comentários)
« Ant. | Primeira | 1 | 2 | | Última | Prox. »

Dj Braguinha em 19 de maio de 2010 às 23:34:29»
Com certeza o mais verdadeiro foi Julius Streicher!
Grouel em 19 de maio de 2010 às 23:02:40»
Engraçado os que crucificam os oficiais, duvido que algum já parou para pensar no seguinte:
Quando você está no exército, é obrigado a cumprir ordens.
Se não cumprir ordens, pode ficar preso (hoje). Naquela época, era executado.
A escolha era somente uma: matar ou morrer.
É muito fácil dizer "eu preferia morrer", mas como eu disse, falar é fácil.
Hitler era apoiado por uma enorme parcela da população que concordava que os não-alemães (judeus, ciganos, etc.) estavam roubando empregos e renda dos alemães, por isso tinham que ir embora, e os que ficassem eram mortos.
Duvido que alguém aqui teria coragem de se postar na frente do pelotão e dizer: "prefiro que me fuzilem a cumprir esta ordem".
Não só os oficiais do exército, mas o povo partilhava da mesma ideologia. O que eles fizeram naquela época era aceitável (para eles) - naquela época. É estranho que julguem atos passados baseados em padrões morais atuais. Por que não julgam, então - e seria muito mais honesto - os veteranos de guerra americanos ,que assassinaram milhares de Vietnamitas, e que hoje são tratados como heróis? Matar os vietnamitas no próprio país deles, com armamento pesado, contra pobres plantadores de arroz, é ser herói? Por que estes "heróis" não são julgados como criminosos de guerra?
Os "heróis" americanos que assassinam iraquianos e afegãos também vão ter julgamento de crime de guerra como estes oficiais alemães? Ou só é crime quando é contra judeus? Os milhares de inocentes fuzilados, as escolas bombardeadas, os hospitais implodidos, os templos queimados, tudo isso são atos de heroísmo? Quando esses homens voltam para suas casas, se sentem no direito de dormir tranquilos, porque estavam apenas cumprindo ordens? Por que eles não se postam diante de seus pelotões e dizem: "Prefiro que me fuzilem a cumprir esta ordem", como acham que os alemães deveriam ter feito?
É muito fácil julgar os outros quando se está sentado no próprio rabo.
Queria ver o oficial hoje que deixaria de cumprir suas ordens e que decepcionaria seu povo. Se não tivessem feito o que fizeram naquele tempo, a Alemanha os teria fuzilado por covardia.
É muito fácil os juízems hoje, muito engomadinhos, julgarem pelos padrões atuais algo que aconteceu mais de meio século atrás. Acredito que todos estes homens fizeram o que acharam certo (ainda que eu não concorde que fosse a coisa certa) e foram sinceros em suas últimas palavras.
E se algum soldado assassino de hoje vier a ser julgado daqui a setenta anos, espero que estejamos mais evoluídos para compreender isso. E mais, que eles - os soldados assassinos - tenham a honra de ser sinceros.
Afinal, assassinos eles foram mesmo, tanto na segunda guerra como hoje.
Badá em 19 de maio de 2010 às 22:38:16»
Não tem como saber. Todos eles me pareceram sinceros, acredito que todos disseram o que acreditavam ser verdade. Afinal estavam para morrer, não tinham por que mentir.
Podemos não concordar com eles, mas pode ser que eles acreditassem sinceramente no que diziam. Agora é tarde para julgá-los, eles já tiveram seu julgamento e sua sentença.
Que suas almas encontrem descanso, se existirem.
avatar
Bah em 19 de maio de 2010 às 22:19:38»
Foi aquele que naum disse nada... biggrin
KIKO em 19 de maio de 2010 às 21:00:44»
Alfred Rosenberg
avatar
Lalizinha11 em 19 de maio de 2010 às 19:23:49»
Alfred Rosenberg o mais sensato
Julius Streicher o mas ridiculo saudação a hitler twisted
o bom é que eles foram ficar pertinho do hitler no inferno
avatar
Gabriel747400 em 19 de maio de 2010 às 18:50:08»
Julius Streicher foi o mais abusado de todos , passou-se a guerra e ele ainda faz a saudação a Hitler
cezappa em 19 de maio de 2010 às 15:41:58»
Alfred Rosenberg:
Últimas palavras: Não disse nada
dizer o que ante tamanha cagada.
avatar
Andressa em 19 de maio de 2010 às 15:24:37»
Errado foi o tribunal em ter dado o direito de falarem alguma coisa antes de morrer, seus atos falaram muito mais do que qualquer outra coisa. Qual a finalidade dessas últimas palavras? Certo fez o tal do Alfred Rosenberg, ficou caladinho (quem cala consente), ele sabia da merda que fez e não tentou justificar.
Renato Torin Junior em 19 de maio de 2010 às 15:23:24»
A ultima declaraçao!
avatar
Thiago em 19 de maio de 2010 às 15:10:51»
Tudo gente boa... fool
acm2006 em 19 de maio de 2010 às 14:30:27»
Arthur Seyss-Inquart

COM CERTEZA
vovo_ciroula em 19 de maio de 2010 às 14:28:03»
Acredito q todos
Rahquelzinh@ em 19 de maio de 2010 às 14:25:13»
Sei la acho que eles tavam se cagando nas calças...e nao sabiam nem o quue estavam dizendo uns dissimulados totalmente!
avatar
Bele Natal em 19 de maio de 2010 às 14:12:28»
TUDO REFERENTE A UMA GUERRA EM TAMANHA PROPORÇÃO COMO FOI A 2ª, MERECE REFLEXÃO, MESMO DAQUELES QUE ENTRARAM PARA HISTORIA PELAS ATROCIDADES QUE COMETERAM, ESSES HOMENS ACIMA CITADOS NÃO DEVEM TER SIDO DIFERENTES E DE CERTEZA, OS QUE NÃO ENLOUQUECERAM NA PRISÃO (ALGUNS ENLOUQUECERAM DIZ A HISTÓRIA) DEVEM TER SE ARREPENDIDO DE FATO OU FORAM FAZER CONCORRENCIA COM O CAPETA NO INFERNO.
avatar
CCN em 19 de maio de 2010 às 14:03:46»
Hans Frank: Governador geral de Polônia
Últimas palavras: "Agradeço pela forma como fui tratado durante meu cativeiro e peço a Deus que receba-me com sua misericórdia."
avatar
PresasDePrata em 19 de maio de 2010 às 13:40:18»
Alguns dizem a verdade
Fabii em 19 de maio de 2010 às 13:22:29»
oq quer dizer heil Hitler????
avatar
PUBI em 19 de maio de 2010 às 13:18:58»
No fundo acredito que alguns deles estavam dizendo a verdade.
até porque estivessem tão influenciados e tão manipulados que para eles essa era a verdade real.
Mesmo com o que aconteceu tenho orgulho de ser de descendência Germânica! Não pelo que causou, mas da forma como conseguiu se reerguer, além disso, Atrocidades foram cometidas durante a guerra que devido as circunstâncias ocorrem, mas nada justifica o que o nossos "amigos" ianques fizeram com Japão no fim dela
e qual foi a sanção que ela recebeu??
avatar
Marya em 19 de maio de 2010 às 13:10:07»
Não sei...
avatar
ICTUS em 19 de maio de 2010 às 13:00:17»
Concordo com
Alfred Rosenberg
.
Müller em 19 de maio de 2010 às 12:59:55»
Heil Hitler sem sombra de duvida
Moreno em 19 de maio de 2010 às 12:47:19»
Creio que Julius Streicher - em sua frase ("Heil Hitler!" wink
pelo menos não usou o nome de Deus em vão e mostrou a quem prestava serviços..
Ada :D em 19 de maio de 2010 às 12:45:13»
Acredito mais no que não falou nada...
LOP em 19 de maio de 2010 às 12:40:48»
Alfred Rosemberg foi o mais verdadeiro...
avatar
Moonwalker em 19 de maio de 2010 às 12:31:13»
Na minha opinião, a declaração mais verdadeira foi:
Julius Streicher: Chefe do jornal anti-semita Der Stürmer.
Últimas palavras: "Heil Hitler!"
Ele não tentou se fazer de arrependido.
Apesar que pensando bem, a maioria pareceu sincero. Nas últimas horas deve mesmo dar um sentimento pelo que fizemos de ruim.
avatar
Tyr em 19 de maio de 2010 às 12:29:42»
Arthur Seyss-Inquart! Pareceu-me sincero!
avatar
wendelzao em 19 de maio de 2010 às 12:29:16»
Heil Hitler huahuahua
avatar
leonardops em 19 de maio de 2010 às 12:23:13»
biggrin
Página 2 de 2 (79 comentários)
« Ant. | Primeira | 1 | 2 | | Última | Prox. »