Faça o seu comentário

:

:







Comentários

Mariane em 10 de abril de 2018 às 19:05:07»
Não faz muito tempo, as fotografias ficavam para os momentos especiais: viagem em família, festa de fim de ano, aniversário, casamento... poucas fotos que resumiam momentos realmente importantes para a família. E aquilo seria revelado e guardado num álbum como recordação para nós e, principalmente, para mostrarmos para gerações futuras.

Hoje isso se perdeu, hoje queremos tornar especial qualquer coisa banal, um passeio no shopping, uma tarde numa lanchonete. Eu me pergunto o que aproveita uma pessoa que numa viagem só sabe fotografar, uma viagem se resume a 2000, 3000 fotos! Como diz Leandro Karnal, a dose da droga precisa aumentar quando começa a perder o efeito, não temos mais gosto nas coisas e é por isso que precisamos tirar tantas fotos, para sentir que estamos vendo alguma coisa, quando na verdade não vemos mais nada... Todo excesso esconde uma falta.
v0xxx em 08 de janeiro de 2016 às 13:34:49»
Marya, acho que a primeira frase da primeira citação resume tudo "A linha entre a realidade que é fotografada porque nos parece bela e a realidade que nos parece bela porque foi fotografada é muito estreita.". Claro que é saudável e natural querermos registrar momentos belos que vemos/vivemos. O problema é que muita gente (e eu conheço dezenas de exemplos) não considera o momento belo se não o fotografar, aí está o problema, ao invés do registro do momento ser algo feito por puro prazer, é feito quase que por obrigação. Esse tipo de gente não tem prazer em viver o momento, tem prazer em mostrar aos outros que está, supostamente, a ter prazer em viver o momento, e isso é doentio, quando sua felicidade depende de causar "inveja" nos outros.
avatar
Marya em 10 de dezembro de 2015 às 21:44:25»
Não sei do que o post está falando, eu sempre vivo intensamente meus momentos.
Até quando pego a máquina fotográfica eu vivo intensamente.
A emoção de pegar a máquina, pendurar no pescoço, ligar, arrumar o foco, captar a imagem e, plim! Clicar!
Tudo isso causa-me grandes emoções, e vivo cada um desses momentos com grande intensidade.