Faça o seu comentário

:

:







Comentários

Página 2 de 2 (87 comentários)
« Ant. | Primeira | 1 | 2 | | Última | Prox. »

avatar
Cassio em 01 de janeiro de 2009 às 17:05:31»
Emilene, ao que parece você tem um grande problema de interpretação. Me pergunto como faz para entender a bíblia. O problema não reside em defender a sua religião ainda mais porque não existe nenhum motivo para isso, o problema é desconsiderar a outra.

Se você ainda não entendeu, pense o seguinte: se você diz que o deus da sua igreja é misericordioso e bom, ok, ninguém pode duvidar ou questionar a sua crença, mesmo que supostamente este deus não exista. Agora quando você, por exemplo, afirma que um católico é um idiota por adorar santos de barro e chuta uma imagem adorada por eles, você é uma maldita fundamentalista que ao invés de se ocupar a fazer o bem, busca inflamar e denegrir outrém. Entendeu agora?

Maria, você é uma graça de pessoa, mas por diversas vezes se equivoca a defender a ICAR, ainda mais porque este post não se relaciona a ela e sim a religião como um todo, aliás, se relaciona a como cada um professa a sua religião como um todo, o que é bem diferente.

É bem verdade que a religião não criou as guerras mas é o maior cúmplice na sua perpetuação.

Agora, sim o catolicismo:
É fato que um post como este não irá agradar a todos, na verdade agradará a poucos (pelo menos por enquanto). De outra forma porque será que a ICAR se orgulha em dizer, na verdade mentir, que o percentual de católicos no Brasil é de 84% enquanto o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística diz que não chega a 70%? Existiria um instituto de pesquisa no vaticano com capacidade de melhor indicar os números que o nosso IBGE?

Porque será que o vaticano não divulga os números da ICAR na Europa ou mesmo na Itália -berço da religião-? Vergonha dos 34%? O vaticano anda tão desesperado que está pedindo que as poucas mulheres européias católicas não se casem com muçulmanos.

Porque será que estes países milenares se afastam cada vez mais da religião e buscam fazer o bem de forma solidária e não porque se sentem ameaçados por um deus maldoso que os irá castigar por suas faltas?

A religião só é necessária a povos menos aculturados para indicar-lhes um ser poderoso que irá castigá-los na decisão errada da busca entre o bem e o mal.
avatar
Marya em 01 de janeiro de 2009 às 15:35:13»
Ai, ai....

quando é que irão parar de atirar pedras na religião católica...
LOROLOKO,

Antes de existir a religião já existia separação de povos, intolerância e guerras. Portanto não foi a religião que criou tudo isso.
Emilene em 01 de janeiro de 2009 às 15:32:26»
defender sua religião significa fundamentalismo? qqer pessoa no mundo vai defender sua religião, então assim, todos vao ser fundamentalistas?

equivocado d+ isso...
Eu. em 01 de janeiro de 2009 às 13:40:06»
Ótimo post. O ano novo promete ser bom.
pitralon em 01 de janeiro de 2009 às 13:24:15»
Satã, cultive-se e informe-se melhor.
A ignorância arrogante não é motivo de orgulho.
pamellak em 01 de janeiro de 2009 às 13:02:52»
meu deus eu naum li isso e naum li nada
avatar
pium em 01 de janeiro de 2009 às 12:51:57»
O admin e culto razz surprised
avatar
Felipe em 01 de janeiro de 2009 às 10:38:03»
De vez em quando o MDig publica esses textos ateístas que, na minha opinião, não têm nada a ver com o site.
avatar
LoiraInteligente em 01 de janeiro de 2009 às 03:58:56»
Quando o assunto é religião, muitas opiniões se contrapõe. É difícil chegar num consenso a não ser que estejam do mesmo lado, que não é o caso.
Fundamentalismo é a pior cegueira que existe, pois incapacita o diálago e a convivência pacífica e harmônica entre os povos. Não importa qual seja, é pernicioso e afasta as pessoas.
Fala-e muito no fundamentalismo muçulmano, mas convenhamos, os cristãos também possuem esse mal, não só os católicos, mas a maioria dos evangélicos. Também os espíritas e para falar a verdade, quase todas as religiões apresentam em seus quadros muitos excessos.
Aí está o erro. Homens e mulheres se julgam procuradores de Deus e fazem muitas coisas em seu nome, mas não creio que tenham autoridade para isso.
Eu sou cristã por opção, tenho uma fé conquistada e respeito as outras opiniões, desde que não venham carregadas de inverdades. Creio que todos tem direito de optar por suas convicções e essas não devem ser impostas a ninguém, portanto não posso querer achar que todos devem aceitar minha fé. Nesse ponto quero o mesmo respeito.
Satã em 01 de janeiro de 2009 às 02:52:41»
" Eu não sou ateu, mas também não sigo qualquer religião. "

OISUhAOIUShAOIUHSoiAUshi essa foi a melhor merece até um tópico!!!

Eu sou ateu graças á deus!
pitralon em 01 de janeiro de 2009 às 01:55:46»
Jesus Cristo, a julgar pelos minuciosos e certamente exagerados relatos da Bíblia, não sofreu um milésimo dos horrores que muitos humanos sofreram por serem julgados e acusados de ser anti-cristãos. A Inquisição foi a prova descarada e extrema de quais os verdadeiros propósitos da religiões: subjugar e controlar as massas. E uma eficaz arma tentar para destruir inimigos.
Se os Estados se interessam pela religião, a gerem e a controlam, isso explica muitas coisas.
Só os ingénuos confundem religião com espiritualidade - uma aproveita-se da outra e o pior das religiões são os seus polícias.
A espiritualidade é uma questão pessoal, íntima e particular. Não pode estar dependente de dogmas absurdos ou de leis colectivas.
Eu não sou ateu, mas também não sigo qualquer religião.
avatar
Kodomo em 31 de dezembro de 2008 às 22:29:56»
Quando se trata de religião, a do fulano e melhor que a do sicrano, que é melhor que a do beltrano, e por ai vai...Gerando com isso a falta de respeito, a intolerancia, a discordia e a desarmonia...Isso entre os mais fervorosos e fanaticos...Impossivel os povos viverem em harmonia, diante de tantas religiões e ramificacões!!!
avatar
Redação em 31 de dezembro de 2008 às 21:57:11»
hartmann, não me pareceu dúbio o título; talvez a limitação da forma cristã de pensar tenha gerado a hesitação: sim, grande parcela da população, independente da região, que segue essa ou aquela religião é fundamentalista pelo simples fato de que se critiquem entre si quando o intuito de toda religião deveria ser fazer o bem sem olhar a quem; o que por si só já responde a sua segunda questão.

Ainda mais simples, respondeu sim a um dos sinais? Sentiu-se ofendido? (é o que parece) Pronto, Você é fundamentalista pelo mero fato de que os sinais se baseiam na tolerância e respeito à opinião alheia mesmo que seja diversa daquilo que você acredita, simples assim.

O assunto não é uma afronta aos cristãos, senão um questionamento e uma forma de fazê-los pensar em suas ações baseadas na crença; o tema não é contra a religião, senão à forma de como é professada; a proposição não é uma crítica ao catolicismo, senão para que os seus seguidores deixem de incorrer no mesmo erro do radical fundamentalismo islâmico.

E por final a crítica vazia arrogante: no sincretismo de nosso país ninguém nasce agnóstico ou ateísta, portanto todo indivíduo que decidiu não seguir nenhuma religião já foi um dia um religioso fervoroso e participativo, em geral, em mais de uma seita ou grupo religioso e se decepcionou com ambos. Sendo assim, é quase certo que o ateísta tenha muito mais conhecimento religioso que o próprio seguidor.

Por fim, me pareceu transparente que o post é um questionamento à forma totalmente equivocada que alguns têm de exercer a religião e não exatamente contra ela, ainda porque nunca fui de usar de subterfúgios ou evasivas para emitir a minha opinião. No mais, reconhecer-se um fundamentalista cristão não é algo necessariamente ruim, já que temos tempo de nos redimir de nossas falhas e erros.

Grande abraço a todos e muita luz em 2009
avatar
AnaMiau em 31 de dezembro de 2008 às 20:27:26»
Ashausuhaushusa, a lista tá ótima, engraçada e profunda...

Não sou cristã, e só concordo com a religião pelo princípio do "Fazer o bem."

A religião crristã tem vários furos, mas crença é crença...

Não é a religião que separa os povos, e sim a intolerância.
Lauro do EB em 31 de dezembro de 2008 às 20:12:44»
Esta é a realidade.......de quem escreveu....Para se definir um verdadeiro cristão é preciso bem mais que isso.
avatar
MoonRa em 31 de dezembro de 2008 às 19:26:21»
Gabriel de Souza, em momento algum menosprezei a opinião de qualquer pessoa neste ou em qualquer outro tópico do MDIG.
Como você mesmo dise, tenho uma convicções diferentes, mas com certeza não as tomo como as certas.

Quanto ao meu relato, não prova nada para ninguém além de mim mesmo, não foi nada além de uma certeza adquirida (A custo de muito ceticismo e estudo, diga-se de passagem). Para mim basta, fico feliz.

Não tenho nada contra quem acredita em Deus, mas tenho tudo contra quem pratica qualquer tipo de barbaridade em nome dele ou de qualquer religião... Religião majoritariamente (e não completamente) é controle de massa, e fé sem razão, e é olhar apenas para quem compartilha de sua visão, rejeitando todos os outros, "errados". Religião é não estar apto a discutir, é apenas aceitar.

---

Lombradinho, você tem todo o direito de interpretar como quiser, mas me desculpa... A sua interpretação não possui qualquer emprego de raciocínio lógico, não passa do que VOCÊ quer ver.
E essa é mais uma características dos crentes, eles conseguem ver o que querem onde querem, sem qualquer necessidade de comprovação.
Sr.espermatonilton em 31 de dezembro de 2008 às 19:23:24»
acredito no meu propio deus.
hartmann de ctba em 31 de dezembro de 2008 às 19:12:52»
Acredito, para começo de conversa que o título do post é dúbio.
De acordo com os 10 sinais, uma boa parcela da população Ocidental é fundamentalista.
Mas a grande questão, no meu ponto de vista, é se o indivíduo tem realmente esses "sinais" como fundamentos da sua crença.
Sou cristão, pois acredito no Cristo, que foi crucificado, mas fundamento minha prática de vida naquilo que realmente é importante no cristianismo, a figura de Jesus.
E para finalizar creio que muitos daqueles que criticam o cristianismo, ainda tem uma visão mto medieval e anti-católica de como são as coisas.
E um grande erro mesmo, cometido por muitos é o que está escrito no sinal número 1. É uma pena. Mas saibam que existem pessoas que buscam ser totalmente diferente disso.

Feliz Ano Novo.
fico a disposição para eventuiais dúvidas.
avatar
Gabriel de Souza em 31 de dezembro de 2008 às 18:53:33»
Tiago nox, onde você leu que sou contra ateus? Nem muito menos disse que você é anti-clerical.

E nem ao menos generalizei.
avatar
ops em 31 de dezembro de 2008 às 18:24:48»
bem talvez nao perceberam mas esse post retrata de cristao fundamentalistas, sem nenhum tipo de visao ou vontade de entedimento, muitas dessas coisas olho e vejo que as vezes estou errado, no modo de agir e principalmente pensar, mas o interesante e que se paramos para olhar o mundo de hj vemos que e exatamente o que aparece na biblia, desastres tormentas e guerras, e um recado para o CDR , Deus e tudo e muito mais, porem ele da espacao para que nos seres humanos praticamos o amor, porem a culpa de tantas mortes e guerras atuais e na verdade culpa minha e sua que nao praticamos esse amor, nao querendo insultar ngm , paro por aki!!!!abcos!!! sha
avatar
Tiago nox em 31 de dezembro de 2008 às 17:53:46»
gabriel de sousa ja que como pude reparar você não tem respeito por aqueles que acreditam em provas e fatos eu digo que eu sou ateu porem não so anti-clerico pois ja fui em fi de algumas religiões e até hoje acredito no que aprendi em cada uma(na verdade foram apensa a mnessianica eo kardecismo) porem discordei no assunto quando ele se referia a deus ja que não acredito nisso(eu não vo na igreja pra ouvir tudo oque falo eu vo lá pra poder pensar e refletir e caso eu ache que oq eles falem tenha precedente duvidavel eu discordo) e a religião é so mais um modo de controlar as massas e faser com que a população nunca evolua pois pois como todos podem ver é raro um ferrenho religioso ganahr na vida porem é facil alguem ficar rico( e até mesmo ajudar os pobres com o seu dinheiro como é o caso de muitas empresas multi nacionais) e ter uma vida melhor simplesmente não ligando para os preceitos da igreja cool
avatar
Gabriel de Souza em 31 de dezembro de 2008 às 17:23:44»
MoonRa, quem sou eu para te impedir, você é livre para acreditar no que quiser. Mais o seu episódio, com todo respeito, não prova nada. Mas como disse fortaleceu sua convicção de não acreditar num deus pessoal.

Não acho portanto, que a opinião dos outros deva ser menosprezada desde que respeite a dos outros. Seja de quem vier.

......

Mais uma coisa estranha no que o admin escreveu, é intolerância religiosa em especial é ruim. E que, na minha opinião, qualquer tipo de intolerância é ruim. Independente da base ideológica dessa intolerância. Exemplos é que não faltam.
avatar
Lombradinho em 31 de dezembro de 2008 às 17:12:25»
Pelos comentáios, vejo que não sou somente eu, a Amar a Deus e abominar religião seja ela qual for.
Quanto ao elemento que morreu e não precisou gritar por Deusm é pois já ele tinha certeza que Ele estava dentro dele que sua Vida lutou por ela e foi poupada.
Quanto mais amo e conheço um pouco da essência de Deus, mais eu me afasto de qualquer tipo de reunião quer religiosa, anti alcool e drogas e o escambau pois Deus está dentro de mim e não me pede nada em troca e nem me recrimina quando erro e quebro a cara prá aprender lá na frente. sha
Maria de Portugal em 31 de dezembro de 2008 às 16:53:12»
Ora aqui está um assunto digamos... de cristal.
Eu vejo as coisas assim: Independentemente do nosso "Deus" o que realmente importa são as nossas acções, os nossos valores morais. De que adianta seguir uma determinada religião ou crença se a nossa vida é vazia de valores de amor próprio e pelo próximo. Respeito por nós obtemos ao respeitar os outros. As pessoas são livres até de acreditar "na ervilha salvadora", se isso as fizer felizes e se não interferir na crença, e na liberdade do vizinho. Nunca mas nunca em caso algum devemos atirar pedras quando temos telhados de vidro, e todos temos, porque não existe perfeição, nem na religião. Durante a minha vida tenho analisado vários aspectos de várias religiões e sinceramente, encontro coisas boas e coisas más em todas. Mas acho que tem mesmo de ser assim. Nem tudo é totalmente bom nem totalmente mau. Senão estava tudo resolvido e o mundo era o paraíso. Será que não é ai que está o busílis? Não nos caberá a nós encontrar o equilíbrio?
Não faz cinco minutos enviaram-me um mail em que um cão, um gato e um rato passeavam juntos e em harmonia. Então eles podem? E nós em nome de religiões não? E quando digo religiões digo outra coisa qualquer.
Não é necessário estar a ler com muita atenção tudo lá em cima pois não?
Tenham uma boa passagem de ano.
avatar
Michel Sanderson em 31 de dezembro de 2008 às 16:48:40»
A verdade é que religião não salva ngm, o importante é o que somos e fazemos, o que adianta ficar enfurnado numa igreja ou com uma Bíblia debaixo do braço se fora dali essas pessoas se deixam consumir pela inveja, odio, vingança, falta de amor e solidariedade, e por aí vai.....Não to aqui pra criticar religião de ngm, tenho a minha e respeito a de todos. Gostei bastante desse post........Vlw
avatar
MoonRa em 31 de dezembro de 2008 às 16:41:18»
Gabriel de Souza, por favor não me mantenha em cativeiro então...
Tive CERTEZA que era ateu quando quase morri afogado, fiquei mais de 20 minutos em alto-mar lutando pra não cdeder ao cansaço... Felizmente acabei não morrendo, e a parte mais curiosa foi que em meio a toda aquela agonia, aqueles minutos que pareciam infindáveis, em momento algum recorri a deus. Ali tive certeza, e me senti muito feliz por ter saído daquele lugar sem ajudas que poderiam ser atribuídas como milagrosas...

LOROLOKO... Richard Dwakins total essa sua visão, cara... Assino embaixo!!!
avatar
Elton em 31 de dezembro de 2008 às 16:39:27»
quando o post vem falando de religião aí já viu né, cada um tem a sua opinião e começa a discussão, a mesma coisa foi com aquele dos ateus, se ele fosse publicado numa sexta (teria o sabádo e o domingo todinho pra coméntários) provavelmente iria bater o recorde de coméntários...

por isso, prefiro ñ comentar... sha
avatar
Gabriel de Souza em 31 de dezembro de 2008 às 16:36:12»
Mas falo uma coisa para ficar registrado...

É mais fácil achar um lobo Guará do que achar um ateu de verdade. Muitos dos ateus são "anti-clericais".
Sincero em 31 de dezembro de 2008 às 16:30:08»
MDIG caiu no meu conceito.
avatar
MoonRa em 31 de dezembro de 2008 às 15:59:10»
Parabéns pelo melhor post do ano no MDIG...

Fecharam o ano com chave de ouro!!!
avatar
MoonRa em 31 de dezembro de 2008 às 15:58:22»
O Falso Conforto da Religião

O homem comum entende como sendo a sua religião um sistema de doutrinas e promessas que, por um lado lhe explica os enigmas deste mundo com uma perfeição invejável, e que por outro lhe garante que uma Providência atenta cuidará da sua existência e o compensará, numa futura existência, por qualquer falha nesta vida. O homem comum só consegue imaginar essa Providência sob a figura de um pai extremamente elevado, pois só alguém assim conseguiria compreender as necessidades dos filhos dos homens ou enternecer-se com as suas orações e aplacar-se com os sinais dos seus remorsos. Tudo isto é tão manifestamente infantil, tão incongruente com a realidade, que para aquele que manifeste uma atitude amistosa para com a humanidade é penoso pensar que a grande maioria dos mortais nunca será capaz de estar acima desta visão de vida.

É ainda mais humilhante descobrir como é grande o número de pessoas, hoje em dia, que não podem deixar de perceber que essa religião é insustentável, e, no entanto, tentam defendê-la sucessivamente, numa série de lamentáveis actos retrógados. Gostaríamos de pertencer ao número dos crentes, para podermos advertir os filósofos que tentam preservar o Deus da religião substituindo-o por um princípio impessoal, obscuro e abstracto, e dizemos: "Não usarás o nome de Deus em vão!". Alguns dos grandes homens do passado fizeram o mesmo, mas isso não serve de justificação para nós; sabemos porque é que tiveram que o fazer.

Sigmund Freud, in 'A Civilização e os Seus Descontentamentos'
avatar
Lombradinho em 31 de dezembro de 2008 às 15:57:45»
Sou Ufólogo e acredito em naves alienígenas, visão de Nossa na Parede chorando, Papai Noel pedindo ajuda aos traficantes porque uma rena quebrou uma pata no morro em cima do BOPE e acredito até que vamos melhorar um pouquinho mais no Ano que vem pois seremos mais venenosos. fool clap
Evelyn em 31 de dezembro de 2008 às 15:41:53»
Muito interessante e não acho que o post seja falta de respeito.
Realmente o maior problema é a intolerância, nós temos que aprender a respeitar as crenças, raças, opiniões etc.
Esse post abre a nossa mente e nos faz pensar se nossos valores realmente são corretos ou se devemos ser mais tolerantes.
cdr em 31 de dezembro de 2008 às 15:41:49»
Foi um dos melhores posts que ja vi aqui no MDIG...
Gabriel de Souza em 31 de dezembro de 2008 às 15:31:45»
Bom o n° 7 é discutível, para min é claro, que considero o velho testamento inútil para o cristianismo.

N° 10 é prova cabal de fundamentalismo cristão.

Mas essa lista é bem George Carling. Religião é uma mera convenção. Algum tempo atrás ficaria ofendido com todos os itens dessa lista :p ,mas isso foi como disse George Carling "Antes de atingir a idade da razão".

Me considero um cristão agnóstico biggrin !
gab.wc em 31 de dezembro de 2008 às 15:27:15»
não é bem assim. quem é cristão e conhece a Bíblia respeita a opinião dos outros, e por ese motivo considero esse post uma falta de consideração e respeito com os leitores cristãos do "blog" Mdig.
cdr em 31 de dezembro de 2008 às 15:17:03»
Se Deus é tudo oq as religiões dizem ser....
.
Por que matam em seu nome??
Por que crianças morrem aos milhares na Africa??
Por que ha tantas Guerras??
Por que criminosos são soltos??
Por que o mundo é um inferno??
Por que esse Deus parece ser mais tirano que o proprio Demonio??
.
Muito simples... não Foi Deus quem criou o Homem à sua imagem e semelhança, e sim o Homem quem criou Deus à sua imagem e semelhança...
Página 2 de 2 (87 comentários)
« Ant. | Primeira | 1 | 2 | | Última | Prox. »