Faça o seu comentário

:

:







Comentários

RenanCbr em 05 de janeiro de 2018 às 18:09:00»
Mdig, tem que considerar o rendimento que esse dinheiro teria se aplicado nas épocas em que foram gastos ou o quanto um financiamento com terceiros custaria... kkkk
avatar
PadreTorque em 05 de janeiro de 2018 às 16:29:00»
Não sei, não...
Prefiro distância dessa família...
:-/
Ziu em 05 de janeiro de 2018 às 08:53:00»
Se arrastou o filho pra um tribunal pleiteando ressarcimento de dispêndio eu DU.VI.DO que seja pra filantropia.

Certa vez meus pais disseram que deveria a ajudar a pagar contas pois dormia e comia de graça na casa deles - eu contava então 14 anos -, então perguntei a eles por que não abriram uma pensão ao invés de terem filhos?

Rimos bastante e dormi com a bunda quente pelas chineladas da minha mãe.
admin. em 05 de janeiro de 2018 às 01:45:00»
Oi haru porps. Para ilustrar vou contar um episódio. Quando comecei a trabalhar, quase o total da minha grana que sobrava depois de pagar a faculdade e a república, eu mandava para a minha mãe. Assim foram anos e mais anos.

Um dia, resolvi que era hora de acabar com aquilo e falei com ela. Minha mãe havia feito uma poupança com aquela grana e me deu um apê.

Quem sabe o que a Dona Lou está pensando?
haru porps em 05 de janeiro de 2018 às 00:55:00»
Achei estranho a última colocação, visto que o dinheiro já era dos filhos, não faria sentido um «pé de meia»