Faça o seu comentário

:

:







Comentários

Padre Torpe em 14 de julho de 2019 às 18:56:58»
Bright é ótimo. Pra quem curte ficção é um prato cheio. Ponto!
Em tempo: não assisto mais DC nem Marvel, esses já encheram o saco. É ótimo ver coisas diferentes, como Bright!
avatar
PadreTorque em 24 de janeiro de 2018 às 19:12:00»
Crítico sempre foi um bosta, pra mim...
Então, se eles dizem que é ruim, fico louco pra assistir, porque sei que vou gostar...!
smile
Fabiano em 24 de janeiro de 2018 às 12:59:00»
mas o primeiro Blade Runner também foi um fracasso absurdo de publico.

só virou cult depois da terceira remontagem, então do diretor, nos anos 90

e todos sabemos que um sucesso «cult» não é realmente um sucesso.
Ziu em 24 de janeiro de 2018 às 12:15:00»
Filmes da NetFlix?
Se eu mencionar «War Machine» com Brad Pitt, você me entende?
Pra ser ruim tem que melhorar muito.
Esse não assiste e não pretendo.
Lugon de Souza em 24 de janeiro de 2018 às 10:57:00»
Tenho bastante reservas quanto ao viés francamente americanóide e melodramaticamente piegas em alguns posts do Blog, mas esse em especial, assim como a maioria dos posts, é muito bom de se ler.
Pode-se até não concordar com o autor, mas não dá pra negar que o texto flui com um sabor que remete às críticas saborosas do saudoso Sergio Porto. Parabéns.