Faça o seu comentário

:

:







Comentários

Padre Torpe em 07 de julho de 2019 às 11:19:04»
Para os ignorantes de plantão: nos Estados Unidos, o agente de condicional (a mulher do vídeo) tem o poder de polícia, e pode, por exemplo, reconduzir um elemento para a cadeia no caso de alguma violação à "parole"/condicional. Por isto esta mulher não foi julgada como culpada ao fim de tudo.
Luiz Henrique Santana em 21 de junho de 2019 às 03:01:14»
Engraçado, ESA maluca atira sem pensar, depois se desespera. Criminosa.
Luiz Henrique Santana em 21 de junho de 2019 às 02:55:46»
Pensei que só no Brasil aberrações judiciais como essas ocorressem. Claramente se vê a mulher atirando no cara pelas costas, ele nem tentou pegar arma alguma da gaveta, pelo contrário, ela quem a pegou e atirou no cara enquanto ele imprimia fuga. Mas ela vai responder para Deus. Até o filho dela fica assustado com a ação criminosa da outra bandida.
avatar
PadreTorque em 15 de março de 2018 às 23:48:49»
O problema é que o cara é bandido.
Aí tudo vai cair por cima dele...
Fernando (Dragon44) em 15 de março de 2018 às 17:17:21»
Claramente excesso de força da mulher e despreparo. Se era para prender o sujeito chamasse a policia antes e só esperasse a policia chegar e não desse jeito q ela fez de falar pro magrelo do filho algemar um brutamontes desse. Dá pra ver que o cara em nenhum momento tentou pegar a arma, o juri errou em aceitar a versão dela, infelizmente. Tem coisa ai
Celio em 15 de março de 2018 às 09:52:09»
Nesse caso, eu penso que ela deveria ter chamado a polícia para acompanhá-la e não seu filho.
Aí tem coisa...
Fefa em 14 de março de 2018 às 22:48:11»
Não consegui ver no vídeo legítima defesa. Nossa! Ela simplesmente pegou a arma, mirou e atirou pelas costas.